Seahawks e Patroits no Super Bowl XLIX

Foto: Getty Images / espn.uol.com.br

Foto: Getty Images / espn.uol.com.br

A 49ª edição do Super Bowl terá frente a frente Seattle Seahawks e New England Patriots, que garantiram suas vagas de maneiras bem opostas.

Na NFC, os Seahawks venceram o Green Bay Packers por 28 x 22 em uma das vitórias mais épicas da história da NFL.

Mesmo fora de casa, os Packers começaram o duelo melhor e abriram incríveis 16 x 0, após três Field Goals e um Touchdown. O resultado era surpreendente, até por ser conquistado fora de casa e por ser em cima dos atuais campeões do Super Bowl. Porém, é claro que os Seahawks não venderiam o duelo de maneira fácil.

O time de Seattle tinha dificuldades de avançar, principalmente por causa de seu QB Wilson, que fazia uma das piores partidas de sua vida (ele foi interceptado em quatro oportunidades no duelo), mas a equipe alcançou seu primeiro TD. O problema é que, na sequência, os Packers fizeram mais um FG e encaminhavam uma bela vitória.

Se o jogo estava complicado, ele parecia definido quando, faltando cinco minutos para o final, Wilson foi interceptado novamente, mas na NFL tudo pode acontecer, inclusive o atleta se redimir dos erros, caso de Wilson, que entrou na End Zone, diminuindo a desvantagem. A virada era questão de sorte e essa estava com o Seattle. Matthews recuperou um onside kick e Marshwan Linch fez um TD, virando o duelo para 22 x 19.

O jogo estava emocionante e ainda melhorou. Os Packers converteram um FG e levaram a partida para a prorrogação.

Nos últimos 15 minutos, a regra era: quem fizesse um TD terminava o duelo. Se uma equipe alcançasse um FG, o rival ainda teria chance de atacar.

Os donos da casa não quiseram abusar mais da sorte e fizeram um Touchdown, encerrando o duelo em 28 x 22, que levou os Seahawks à decisão de Super Bowl consecutiva, o que não acontecia desde 2005, quando os Patriots avançaram para sua segunda decisão (2004 e 2005).

Foto: Getty Images / espn.uol.com.br

Foto: Getty Images / espn.uol.com.br

Falando no time de New England, ele é exatamente o rival dos Seahawks no Super Bowl XLIX.

Os Patriots, comandados por Tom Brady, tinham pela frente o Indianapolis Colts, de Andrew Luck, que fez um jogo bem abaixo do esperado. Já Brady estava inspirado. Com três passes para Touchdowns e 226 jardas, o QB do New England fez sua equipe jogar muito bem, tanto que massacrou os rivais por 45 x 7.

A defesa dos Colts não conseguiu segurar sequer cinco minutos, tempo em que os Patriots fizeram seu primeiro TD. E a situação piorou, porque logo na sequência os donos da casa voltaram a marcar mais sete pontos. O Indianapolis diminuiu o prejuízo com um TD corrido de Zurlon Tipton, mas logo depois os mandantes fizeram um FG e foram para o intervalo com 17 x 7 no placar.

O descanso só piorou as coisas para os Colts, que foram atropelados na reta final do duelo, principalmente no terceiro quarto, em que os Patriots marcaram três TD’s e praticamente fecharam o jogo.

Sobre a ida do New England à final, algumas coisas têm que ser destacadas. Essa é a oitava vez que a equipe avança para um Super Bowl, igualando Dallas Cowboys e Pittsburgh Steelers como os maiores a disputaram o “grande jogo”. Das oito decisões, o QB Tom Brady e o treinador Bill Belichick estavam representando a equipe em seis delas, fazendo com que eles se tornassem os maiores em número de decisões. Além disso, Belichick alcançou a marca de 21 vitórias na pós-temporada, ultrapassando Tom Landry, ex-treinador do Dalas Cowboys.

Sobre Brady, ele se tornou o QB com mais jardas em pós-temporada. Agora são 7017, ultrapassando o eterno rival Peyton Manning.

A grande decisão da NFL, o Super Bowl XLIX, acontecerá no dia 1º de fevereiro, domingo, em Arizona.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Anúncios

Super Bowl XLVIII: experiência x juventude

Um dos clássicos da decisão mais esperada do futebol americano em 2014 terá um clássico a parte, entre os quarterbacks. De um lado um atleta campeão, já consagrado. Do outro um novato, que ainda busca seu espaço no esporte.

Russel Wilson, camisa 3 dos Seahawks, é um dos grandes destaques da parte ofensiva de sua equipe. Foto: Ronald Martinez, Getty Images (denverpost.com)

Russel Wilson, camisa 3 dos Seahawks, é um dos grandes destaques da parte ofensiva de sua equipe. Foto: Ronald Martinez. Foto: Getty Images (denverpost.com)

Do lado do Denver Broncos, que conta com um ataque massacrante, Peyton Manning se destaca. O jogador de 37 anos já foi campeão de um Super Bowl e está em sua 16ª temporada. Mesmo assim ele só pensa em jogar e em conquistar títulos. Com uma precisão quase impecável, ele é peça fundamental para os Broncos jogarem bem e conseguirem a maior pontuação da história, 606 pontos na temporada até o momento.

Do outro lado, o do Seattle Seahawks, Russel Wilson, de 25 anos está apenas em sua 2ª temporada, mas já tem a confiança de muitos, principalmente de sua equipe. Os Seahawks se destacam pela ótima defesa, principalmente pelo alto, mas Wilson mostrou ser bastante efetivo na temporada atual. O jogador é um dos grandes responsáveis pela equipe ser a atual campeã da Conferência Nacional após vencer duas partida na raça, nos último segundos, contra Saints e 49ers.

O duelo entre o experiente e o jovem só esquenta os preparativos para o evento.

Faltam quatro dias para o Super Bowl!

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Super Bowl XLVIII: Melhor ataque x melhor defesa

Foto: Justin Edmonds / Getty Images (businessinsider.com)

Foto: Justin Edmonds / Getty Images (businessinsider.com)

O maior evento de futebol americano do mundo está prestes a acontecer. Faltam apenas cinco dias para o Super Bowl XLVIII.

A partida entre Denver Broncos e Seattle Seahawks promete bastante, principalmente pelos números obtidos pelas equipes na temporada 2013/2014.

Os Broncos tem um ataque fulminante, principalmente em bolas aéreas. Os lançamentos de Peyton Manning são de alto nível. A equipe tem uma média de 457 jardas ganhas por jogo e 606 pontos na temporada, se consagrando o melhor ataque da história da NFL.

Já do outro lado, o Seattle Seahawks tem uma defesa brilhante com número bastante expressivos. A média de pontuação sofrida pela equipe é muito boa, apenas 14,4 por jogo. A franquia interceptou os quarterbacks rivais 28 vezes e cedeu apenas 273,6 jardas por jogo.

O histórico do Super Bowl é bom para os Seahawks. Os números colocam os times de melhor defesa com mais títulos do que os com melhor ataque.

Será que a escrita será mantida? O domingo está aí para responder. Está chegando!

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Finais decididas na NFL: experiência de um lado e juventude do outro

As finais das conferências da NFL foram decididas no último final de semana, após quatro partidas. Com exceção dos Panthers, as equipes que jogaram em casa confirmaram o favoritismo obtido na primeira fase do torneio e avançaram.

Créditos: esportes.terra.com.br

Créditos: esportes.terra.com.br

Pela Conferência Americana, o New England Patriots mostrou para o Indianapolis Colts quem manda, ao vencer por 43 x 22. Aliás, a equipe começou a partida sem a bola, mas conseguiu um touchdown logo no início, após interceptação no lançamento de Andrew Luck. O outro finalista é o time que terminou na liderança na temporada regular, o Denver Broncos, que venceu o San Diego Chargers por 24 x 17.

Do outro lado, na Conferência Nacional, o Seattle Seahawks passou pelo New Orleans Saints pelo placar de 23 x 15, após abrirem boa diferença nos dois primeiros períodos. O adversário da equipe na final será o campeão do ano passado 49ers. A equipe de San Francisco pontuou em todos os tempos e venceu o Carolina Panthers por 23 x 10.

Para mim, os resultados foram os esperados. As decisões serão com os melhores times da temporada 2013/2014.

Ambos os confrontos acontecerão no próximo domingo (19/01), mas em horários diferentes:

Denver Broncos x New England Patriots, domingo, às 18h

Seattle Seahawks x San Francisco 49ers, domingo, às 21h30

A primeira partida, válida pela Conferência Americana, será um confronto a parte entre quarterbacks esperientes. Do lado dos Broncos, Peyton Manning, que tem 37 anos, está em sua 16ª temporada na NFL e já foi campeão do Super Bowl. Já o “armador” do time dos Patriots é Tom Brady, que tem 36 anos, 14 temporadas na competição e três títulos da grande final.

Já o segundo confronto colocará frente a frente quarterbacks jovens, que ainda dão os primeiros passos na NFL. Nos Seahawks, o representante é Russel Wilson, de 25 anos, que está em sua 2ª temporada e ainda busca o título de campeão da Conferência Nacionnal. Já do lado dos 49ers, Colin Kaepernick é o “armador” titular. Ele tem 26 anos e está em sua 3ª temporada. Bom lembrar que, na temporada passada, ele conduziu a equipe de San Francisco ao título da Conferência e ao vice-campeonato do Super Bowl.

A única certeza é que o próximo final de semana será de muita emoção e NFL. E aí, em quem você aposta para disputar o Super Bowl XLVIII?

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Super Bowl XLVII (47)

No Brasil, a bola oval não é muito rotineira, mas pode ter certeza que ainda vai ser. Neste domingo (03/02), acontecerá a 47° edição do Super Bowl que reune o campeão das duas divisões nos EUA.

A disputa será entre o San Francisco 49ers e o Baltimore Ravens e o jogo será disputado no Mercedez-Bens Superdome, em New Orleans no estado da Luisiana, (EUA).

imagem fonte: diarionfl.com

imagem fonte: diarionfl.com

O San Francisco 49ers foi campeão do Super Bowl em 1982, 1985, 1989, 1990 e 1995, já o Baltimore Ravens conquistou apenas uma vez em 2001. O san Francisco é bem mais experiente não acham?

Olhem que belo troféu dado ao campeão. O nome dele, Troféu Vince Lombardi.

foto fonte: dinamite74.blogspot.com

foto fonte: dinamite74.blogspot.com

Mas este Super tem algo de diferente, único. A final será decidada por dois irmãos. Ambos técnicos, pois é, John Harbaugh técnico do Baltimore e Jim Harbaugh técnico do San Francisco.  A disputa é sadia, e ele se enfrentaram apenas uma única vez e com a vitória de John por 16 à 6. Como será que esta o clima na família hein?

foto fonte: vizinhosdeutero.com.br

foto fonte: vizinhosdeutero.com.br

John do Baltimore a esquerda e Jim do San Fracisco a direita, são parecidos?

Quem vai ganhar é muito dificil de prever, mas se for apostar, aposte no apostasonline.com.

Deixe a sua opinião, teeremos o maior prazer em responde-lo.

por: Matheus Furlan