Diga ao povo que fico!

guarani

Foto: Divulgação

É preciso que clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, entre eles a querida Portuguesa de Desportos, e o não menos importante Guarani, da cidade de Campinas, voltem para ficar.  Em Julho deste ano, estive presente no estádio do Canindé – quase vazio, numa segunda-feira à noite, para transmitir o jogo entre os dois queridos clubes do estado de São Paulo.  A partida era válida pela série C do Campeonato Brasileiro. Em tempos idos do futebol brasileiro, os dois times brilhavam na série A.

Tempos gloriosos em que a Lusa disputou finais de campeonatos estaduais, e do campeonato brasileiro, cujo título naquele dezembro de 1996 “bateu na trave” Já o Guarani – o único campeão brasileiro do interior, venceu o Palmeiras na final do Brasileirão de 1978. Depois disso, duas finais consecutivas de Brasileirão da série A, com o Bugre perdendo o título nas duas oportunidades, em 1986, na derrota diante do São Paulo, e no ano seguinte, novamente derrotado frente ao Sport.

No último sábado, o tradicional estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, que eu conheci aos cinco anos de idade, numa visita feita à casa do meu tio Máximo, em 1980, voltou a ser palco de emocionanetes disputas no futebol brasileiro. Afinal de contas, o Guarani bateu o ASA de Arapiraca por 3 a 0, e garantiu o acesso à série B do Campeonato Brasileiro em 2017.

O feito é importante, afinal de contas, o Guarani precisa se reerguer para voltar à elite do futebol paulista e brasileiro. Há quatro anos o Bugre campineiro está na série C, chegando a correr sérios riscos de perder o seu maior patrimônio, o estádio Brinco de Ouro da Princesa, local que já  foi palco de final de campeonato brasileiro – e da primeira divisão! Os últimos anos não têm sido fáceis para o Guarani, que chegou a correr risco de ser rebaixado à série D do futebol nacional.

É claro que o Bugre ainda não retornou à elite. Mas na série B, as cotas de televisão, bem como a exposição do clube será maior. Com isso, o Guarani poderá obter um respiro financeiro.  Espero que a Lusa se inspire no Bugre, e também consiga o acesso à série B. Evidentemente, a situação ainda não é a ideal, afinal, o lugar dos dois times é na elite. Entretanto, é preciso que seja dado um passo de cada vez, com organização, trabalho e profissionalismo rumo às grandes competições do futebol nacional. Por isso, uma longa caminhada ainda se faz necessária, tanto para o Guarani, e principalmente para a Portuguesa. Que os dois queridos clubes paulistas retornem brevemente à série A.Para que possam dizer ao povo que ficarão!  E de lá nunca mais sair!

Por Ivan Marconato para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

APOCALIPSE LUSITANO

lusa

Foto: Ricardo Veras/Jogo em Pauta

Antigamente, na volta para casa, após um jogo, brincava com quem estivesse comigo, fracionando o preço do ingresso pelo número de gols e emoções que a partida havia nos proporcionaram. Há um bom tempo não consigo fazer essa brincadeira e pior que isso, hoje, ao ouvir o vendedor de capa de chuva pedindo cinco reais nela, comprar um Pastel de Santa Clara pelos mesmos cinco reais e lembrar que a meia entrada da minha mãe teve o mesmo custo, cheguei a conclusão que esta mais fácil desenvolver um artigo falando da cor, aroma, temperatura e sabor do pastel, do que sobre o jogo do mesmo custo, porém sem o mesmo benefício.

O fato é que futebol de cinco reais, já é um futebol falido, pois nem o guardador de carro está aceitando esse valor e triste, triste mesmo, é ver que a produção do time não vale mais que isso.

Não quero ofender os profissionais envolvidos com a frase acima, mas expressar o quão fundo do poço, sem escada nem corda, o torcedor da Portuguesa vê a situação atual e futura do seu clube, se é que existe.

Sei que potências mundiais tiveram seu tempo e ruíram, como Babilônia, Egito e Roma, por exemplo. Sei de famílias nobres que faliram e de clubes que fecharam. Mas a Lusa, por mais que se enquadre em clube de colônia, com todos as barreiras que isso sempre gerou, é Vice´Campeã Brasileira, com endereço numa cidade de cerca de 20 milhões de habitantes. Será que uma boa administração não angariaria 5% destes habitantes para sua torcida?

Lemos ontem na internet que a Lusa é a 22ª marca esportiva no futebol brasileiro. Note que na divisão de séries, o time esta jogando na turma entre 41 e 60. Esse tipo de leitura dos fatos só me faz carimbar em uma palavra, as administrações nebulosas que transitam pelo Canindé há anos: Incompetentes.

Isto antes de citar o que passa na cabeça de todos nós, incompetência direcionada.

Perceberam que não falei da partida. Para que? Por que falar? O fato é que estamos há duas rodadas do fim do campeonato, quatro pontos atrás da luta pela sobrevivência na Serie C.

É uma UTI, com direito a extrema unção, totalmente cegados quanto ao futuro.
Uma torcia órfã, onde, como numa UTI, os poucos mais íntimos visitam, com outros íntimos, sem coragem da visita, e eu os entendo.

Por Ricardo Veras para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Derrotada mais uma vez, Portuguesa esta oficialmente rebaixada para a Série C

Caixão fechado. Depois de um ano sofrido e triste, a Portuguesa teve sua confirmação do rebaixamento à Série de 2015 na noite desta terça-feira. Com uma derrota para o Oeste por 3 x 0, os lusitanos não conseguirão mais alcançar os adversários matematicamente. Era fato que a Lusa estava virtualmente rebaixada, mas agora é concreto, com comprovação matemática.

A derrota chegou com gols de Denis, Reis e Cristiano, que por enquanto salvam o Oeste de entrar no Z-4. Aliás, para ficar fora, os paulistas terão de torcer para o Náutico, que enfrenta o Icasa, concorrente direto na disputa contra o descenso.

 

Sobre a campanha da Portuguesa, o time tem 21 pontos em 33 jogos, com direito a 3 vitórias, 12 empates e 18 derrotas, ou seja, a Lusa passou quase um turno perdendo e ainda pode alcançar essa marca, porque ainda faltam 5 confrontos. O fato é que tudo começou errado, quando os lusitanos abandonaram o campo contra o Joinville na primeira rodada por conta de um documento, que teria como comprovar a volta da Portuguesa à Série A ainda neste ano. Com o abandono, a Lusa foi julgada e a derrota foi declarada. Daí em diante foram poucos os momentos de esperança, que terminaram, de fato, hoje.

A 33ª rodada da Série B 2014 terá complemento com jogos ainda hoje, sexta-feira e sábado. A próxima equipe que deve confirmar seu rebaixamento é o Vila Nova, de Goiás, que tem apenas 5 pontos a mais do que a Lusa, ou seja, não deve demorar muito para cair.

Confira os jogos da 33° rodada desta terça feira:

Oeste 3 x 0 Portuguesa

Joinville 1 x 0 Bragantino

Luverdense 3 x 1 Avaí

O restante da rodada acontece no final de semana:

sexta feira, 31/10

Atlético-GO x Vila Nova

Paraná x Vasco da Gama

sábado, 01/11

Ponte Preta x Sampaio Corrêa

Santa Cruz x América-RN

ABC-RN x América-MG

Icasa x Náutico

Boa Esporte x Ceará

Uma pena a queda da Portuguesa para a terceira divisão do futebol nacional, mas que o clube se re-estruture, se recupere e que acima de tudo volte o mais depressa possível a elite do futebol nacional.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Oeste, Campeão da Séire C

O Oeste de Itápolis sagrou-se campeão da Série C do campenato barsileiro ao venccer o Icasa-CE por 2×0, em um jogo que teve de tudo, grandes jogadas, grandes defesas e como já vem se tornando costume, a  falta de fair-play.

Com o domínio da partida desde o  inicio, os paulistas abriram o placar aos 10 minutos do primeiro tempo com Wanderson, que após bela jogada chutou no contrapé do goleiro João Paulo, 1×0.A   partir daí foi um festival de gols perdidos pelo Oeste, pois  a equipe do Icasa ficou muito nervosa com a situação.

Na  volta para o segundo tempo o Icasa melhorou e começou a assustar, porém, parou nas boas defesas do goleiro Jaílson, que fez uma ótima partida.

Mesmo com o Icasa asusntando, e muito, o Oeste foi para cima e após  uma cobrança de falta, Dezinho subiu, tocou de cabeça e deu números finais ao jogo. 2×0.

Jogadores do Oeste comemora o título da Série C.

Jogadores do Oeste(SP) comemoram o título inédito da  Série C.

 

foto fonte: seletuls.blogspot.com

Lembrando:

Além do Oeste (campeão), Icasa (vice), os outros times que subiram para a Série B foram, a Chapecoense  e o Paysandu.

por: Matheus Furlan

 

Empate na Primera Final da Série C

Equipes empataram por 0x0 na primeira partida

Equipes empataram por 0x0 na primeira partida

foto fonte: portalbraganca.com.br

Na primeira partida da final, a menos esperada da série C, Icasa e Oeste jogaram em Juazeiro do Norte no Ceará.

Em um jogo que houve o equilibrio entre as duas equipes, o Icasa teve as melhores chances de marcar, porém pecou na pontaria. Desta forma tudo ficou como começou e a decisão será na próxima partida, que será realizada neste sábado ás 17:00 horas, no estádio dos Amaros, em Itápolis.  O Icasa jogará por um empate com gols, pois se houver um novo empate sem gols a decisão será nos pênaltis.

Desfalques certos

O time paulista terá ao menos quatro desfalques para a segunda partida da final são eles: Paulo Victor, Ricardo Oliveira e Hudson todos suspensos por levarem o terceiro cartão amarelo. O outro desfalque será o goleiro Fernando Leal que já está de férias.

por: Matheus Furlan

Final da Série C

A Série C chegou a sua final, e contra todos os favoritos, será disputada ente cearenses e paulistas, são eles:

ICASA

Imagem

foto fonte: twitter.com

O clube cearense chega a está final credenciado pois nas semi-finais passou pelo  grande Paysandu.

O time que trocou de técnico algumas vezes e chegou a despertar em alguns momentos as desconfiança de seus torcedores, mas  quem torce de verdade sempre confia.

E ai está, o Verdão do Cariri, na final, e terá que conquistar um belo resultado em casa se quiser ficar com o título.

O provavél time do Icasa tem: João Paulo; Naylhor, André Turatto e Gilberto; Thiago Baiano, Daniel (Índio), Elanardo, Éder e Carlinhos, Niel e Canga Técnico: Francisco Diá.

OESTE

Imagem

Time do interior paulista disputará título em casa

foto fonte: lusitanos.wordpress.com

O caminho dos paulistas também não foi nada fácil, disputou a vaga na final com a Chapecoense(SC) e uma grande vitória fora de casa foi o que garantiu sua ida para a final. Porém antes disso  nas quartas-de-finais derrotou ninguém menos que o Fortaleza.

A equipe do Oeste hoje terá: Fernando Leal; Eduardo, Everton Dias e Ligger; Dedé, Ricardo Oliveira, Paulo Vitor, Wanderson e Lucas; Jheimy e Serginho. Técnico: Luiz Carlos Martins

fonte equipes: gazetaesportiva.net

Disputa

O primeiro jogo será disputado hoje ás 21:30 horário de Brasília, no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE).

A segunda partida já acontece no próximo sábado dia 1° de dezembro na cidade de Oeste(SP).

Apito

A arbitragem da partida de hoje será de Célio Amorim, de Santa Catarina, que terá como seus auxiliares Kleber Lúcio Gil e José Roberto Larroyd ambos também de Santa Catarina.

Garantidos na Série B

Além de Icasa e Oeste que estão na final Paysandu e Chapecoense também garantiram vaga na segunda divisão do futebol nacional.

Pode ter certeza que será um grande jogo, e que a Série B no ano que vem estará bem servida com seus novos integrantes.

por: Matheus Furlan