BMW retorna ao WEC e anuncia entrada na Fórmula E

bmw

Foto: Reprodução/Facebook DTM – oficial

A montadora alemã BMW anunciou na última terça feira, (27), o seu retorno ao WEC, Mundial de Endurance e a sua entrada na Fórmula E.

No WEC, a montadora que chegou a cogitar entra na categoria LMP1 acabou optando pela disputa das categoria GT, mas não deixou claro se na disputa da GTE Pro ou GTE Am. A BMW se junta a Aston Martim, Ford, Ferrari e Porsche a partir de 2018.

De acordo com o Jens Marquardt, diretor de esportes a motor da BMW, “A partir de 2018, expandiremos nossas operações nas corridas de GT e competiremos também no Mundial de Endurance, além de nossa participação no IMSA WeatherTech SportsCar”, disse. “Isto, obviamente, inclui nosso retorno à Le Mans, algo que nos deixa particularmente ansiosos. O crescimento do WEC nos últimos anos nos deixa confiantes de que há um grande futuro nas corridas de GT”, concluiu.

Já na F.E, a montadora alemã estará em parceira com a Andretti Autosport, que tem como objetivo demonstrar o trabalho da empresa no campo de energias renováveis. “O compromisso visto na Fórmula E nos faz forjar novos caminhos e demonstrar nossa experiência no campo da mobilidade elétrica. Ao longo dos próximos anos de cooperação com a Andretti Autosport, terá foco principal na familiarização com os procedimentos e processos, e na intensificação de nosso conhecimento”, afirmou Marquardt.

A última vez que a BMW disputou as 24 Horas de Le Mans foi em 2011. Além da entrada no WEC e na Fórmula E, a montadora alemã segue com suas competições no DTM, SportsCar e no Rally Dakar com a Mini, que faz parte do grupo automotivo alemão.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

 

Anúncios

Leandrinho volta ao Suns

Leandrinho 1

Depois de duas temporadas, Leandro Barbosa ou Leandrinho está de volta ao Phoenix Suns, clube o qual já defendeu em duas oportunidades na carreira.

Através de uma postagem em  uma rede social, o jogador que está com a Seleção Brasileira se preparando para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro agradeceu aos fãs e ao Golden State Warriors, franquia na qual foi campeão da maior liga de basquete do mundo.

“Jamais o Warriors deixará de fazer parte de mim. A história de vocês é a minha história. Jamais vocês deixarão de estar em meu coração e em meus pensamentos. Agradeço muito por todo carinho, respeito e admiração de cada um. Cada atleta, membro da comissão técnica, diretores e essa inesquecível torcida, o meu sincero muito obrigado. A vida de atleta profissional é dessa forma e precisamos entender nossos caminhos e desafios, mas todos vocês serão inesquecíveis em minha vida! Serei eternamente grato por tudo que vivi, aprendi e construí junto a cada um de vocês. Fica aqui, meu manifesto de felicidade por ter tido essa fantástica experiência de defender, vestir e vencer com esse time. Muito obrigado”, afirmou o ala-armador de 33 anos.

De acordo com a ESPN norte-americana, o brasileiro assinou contrato com a equipe por duas temporadas e valor estimado em US$ 8 milhões (R$ 26 milhões de reais). Leandrinho já jogou pelo Suns entre as temporada de 2003 e 2010 e retornou a equipe e 2014 antes de se transferir para o Golden State Warriors, também já atuou pelo Toronto Raptors, Boston Celtics e  Indiana Pacers na NBA. No Brasil já defendeu o Palmeiras, Flamengo, Bauru e Pinheiros.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

 

Popó nocauteia argentino em sua volta aos ringues

Foto: altapressaoonline.com

Foto: altapressaoonline.com

O boxeador brasileiro Arcelino Popó Freitas voltou com grande estilo aos ringues na noite deste sábado, 15, em Santos.

O adversário de Popó foi o argentino Mateo “El Chino” Veron, que caiu ainda no primeiro round. O hermano se levantou e voltou para a luta. Sempre dominante, Popó mostrou toda a sua força e que está em forma. No terceiro round o brasileiro derrubou novamente o argentino que novamente se levantou mas voltou a lona segundos depois para não voltar mais.

Nocaute no terceiro round e vitória do brasileiro, a sua 40° na carreira. Popó que é tetra campeão mundial comemorou muito a conquista da vitória e pediu uma oportunidade de lutar pelo título mundial em 2016, e o brasileiro mirou alto e já desafiou Pacquião para uma luta no ano que vem. Será que vai acontecer.

Popó volta aos ringues em dezembro mas sem adversário definido.

Parabéns ao boxeador brasileiro que voltou em grande estilo ao boxe mundial.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Limeira vence Rio Claro no NBB 7

Foto: JB Anthero / Divulgação / lnb.com.br

Foto: JB Anthero / Divulgação / lnb.com.br

O Limeira segue sua caça para tentar recuperar a liderança do NBB7. Nesta sexta-feira, na primeira rodada após a pausa para o Final de Semana das Estrelas, os limeirenses receberam e bateram o Rio Claro por 95 x 90 em um jogaço, que contou até com prorrogação.

Os dois primeiros quartos foram dos donos da casa. Com o apoio da torcida, a equipe do técnico Dedé Barbosa venceu as duas primeiras parciais sem dificuldades, 25 x 17 e 19 x 10, e saiu para o intervalo com 17 pontos de diferença, portanto com o jogo na mão.

Apesar disso, o intervalo fez muito bem aos visitantes, que venceram o terceiro período de forma incrível, 31 x 14, empatando o jogo. Poucos acreditavam que o resultado realmente tinha acontecido, afinal o Rio Claro é apenas o penúltimo colocado da competição.

O quarto período foi bastante cauteloso pelas duas partes. O Limeira queria voltar a liderar o placar e o Rio Claro estava afim de conseguir uma vitória épica. Com as duas equipes bem no jogo, o empate em 19 x 19 ficou de bom tamanho e a partida foi para a prorrogação empatada em 77 x 77.

No tempo extra os limeirenses mostraram quem manda no ginásio Vô Lucato e venceram a parcial por 18 x 13 e o jogo por 95 x 90.

O maior pontuador foi David Jackson, do Limeira, com 27 pontos. Já dos lado do Rio Claro, o grande destaque foi Tatu, autor de 18 pontos.

Resultados da rodada:

(10º) Palmeiras 67 x 74 Pinheiros (8º)
(2º) Limeira 95 x 90 Rio Claro (15º)
(14º) Uberlândia 56 x 75 Minas (5º)
(16º) Liga Sorocabana 78 x 76 Paulistano (6º)
(13º) Basquete Cearense 96 x 84 Brasília (9º)
(11º) São José 79 x 89 Mogi das Cruzes (4º)

Bauru e Flamengo não jogaram esta rodada, porque estão disputando o Final Four da Liga das Américas. Os bauruenses estão na final e enfrentarão o Pioneros de Quintana Roo, do México, que eliminou os flamenguistas na semi. Para os cariocas resta apenas brigar pelo 3º lugar contra o Peñarol, da Argentina. As duas partidas acontecem hoje à noite no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

James Jakes volta a Indy em 2015

Foto: twitter.com

Foto: twitter.com

O inglês James Jakes de 27 anos voltará a disputar a Fórmula Indy em 2015.  O piloto que correu as temporada de 2011 e 2012 pela equipe Dale Coyne Racing e em 2013 pela equipe Rahal Letterman Lanigan Racing ficou de fora da categoria em 2014, mas para a temporada deste ano o piloto vai guiar pela equipe Schmidt Peterson e terá como companheiro de equipe o canadense James Hinchcliffe.

Jakes falou sobre a sua volta a categoria, “Em primeiro lugar, muito obrigado à SMP pelo teste na semana passada em Nova Orleans depois de 16 meses. Estou extremamente empolgado e motivado para guiar o carro #7 na Indy em 2015. O time fez um trabalho fantástico nas últimas temporadas e estou ansioso por continuar este processo”, afirmou o piloto que já testou pela equipe na semana passada.

Em seu histórico, Jakes tem 50 corridas na Indy e tem como melhor resultado um segundo lugar na segunda corrida em Detroit na temporada de 2013.

A temporada 2015 da Fórmula Indy começa no dia 29 de março em São Petersburgo, na Flórida, EUA.

Curta: https://www.facebook.com/TemplodosEsportes

por: Matheus Furlan

Anderson Silva vence na volta ao UFC

Foto: Getty Images / sportv.globo.com

Foto: Getty Images / sportv.globo.com

O campeão está de volta aos octógonos. Na madrugada deste domingo, Silva venceu Nick Diaz na luta principal do UFC 183, sediado em Las Vegas, EUA, o mesmo palco em que Anderson quebrou a perna no final de 2013. A vitória veio por pontos, com decisão unânime, mas o melhor foi ver o brasileiro de volta, mostrando-se forte como sempre na luta e com um psicológico muito bom, porque Diaz fez o “Spider” provar de seu próprio veneno, a provocação.

Sobre o duelo, Silva manteve a luta toda em pé. A única vez que Diaz tentou levar o brasileiro para o chão foi no segundo round, mas Anderson defendeu bem.

Um dos grandes detalhes para observar na luta era se “Spider” usaria a perna esquerda, aquela que foi quebrada. Ele usou-a relativamente bastante para chutes na parte posterior da perna direita de Nick. Claro que sempre tendo certa cautela para não lesionar-se novamente.

Outra parte da cautela ficou na questão da esquiva, principalmente no começo do duelo, mas o tempo foi passando e Anderson pode mostrar que seus reflexos continuam em dia.

É importante destacar que o brasileiro não entrou no octógono para dar show, mas simples e somente para vencer e poder disputar o cinturão, isso quando a luta entre Weidman e Belfort acontecer. Vale lembrar que o combate foi adiado na última sexta-feira, porque o norte-americano se lesionou, então Silva terá de esperar mais um tempo para poder reconquistar o título.

Resultados da noite:

Card principal

Peso-médio: Anderson Silva venceu Nick Diaz por decisão unânime
Peso-meio-médio: Tyron Woodley venceu Kelvin Gastelum por decisão dividida
Peso-leve: Al Iaquinta venceu Joe Lauzon por nocaute
Peso-médio: Thales Leites venceu Tim Boetsch por finalização
Peso-meio-médio: Thiago Pitbull Alves venceu Jordan Mein por nocaute

Card preliminar

​Peso-galo: Miesha Tate venceu Sara McMann
Peso médio: Derek Brunson venceu Ed Herman por nocaute
Peso-mosca: John Lineker venceu Ian McCall por decisão unânime
Peso médio: Rafael Sapo venceu Tom Watson por decisão unânime
Peso-pena: Luta entre Diego Brandão e Jimy Hettes foi cancelada – Hettes desmaiou no vestiário
Peso médio: Ildemar Marajó venceu Rick Monstro por decisão dividida
Peso-médio: Thiago Marreta venceu Andy Enz por nocaute

O próximo evento atraente do UFC será no dia 22 de janeiro em Porto Alegre. A luta principal dessa edição será entre o brasileiro Antonio “Pezão” e o norte-americano Frank Mir, pelos pesos pesados.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Bauru vence Mogi no retorno do NBB 7

Imagem: wikipedia.com

Imagem: wikipedia.com

O NBB7 voltou com tudo após a pausa para as festas. Logo na primeira rodada do ano de 2015, o vice-líder Bauru visitou o Mogi das Cruzes, reeditando a final da Liga Sul-Americana, e conseguiu uma belíssima vitória por 99 x 80.

A partida começou boa para o Bauru, que abriu 5 x 0, mas o Mogi reagiu e virou o duelo para 6 x 5, mostrando que o duelo seria quente. Na sequência, Hettsheimeir e Robert Day mostraram que estão com as mãos calibradas e fizeram o Bauru liderar o marcador por 23 x 15 na parcial.

Foto: Cleomar Macedo / Helbor / lnb.com.br

Foto: Cleomar Macedo / Helbor / lnb.com.br

Já no segundo quarto os mandantes resolveram reagir. Filipin marcou os cinco primeiros pontos do Mogi no período, ajudando a sua equipe a vencer por 28 x 19 e sair para o intervalo com um ponto de vantagem.

O descanso fez muito bem aos visitantes, que praticamente fecharam o jogo na terceira parcial, ao vencerem por 27 x 12. Para fechar o duelo, os bauruenses conseguiram nova vitória, por 30 x 25, fechando o jogo em 99 x 80.

Os cestinhas do jogo foram Jefferson e Roberto Day, do Bauru, com 19 pontos cada. Já do lado do Mogi das Cruzes, o destaque foi Shammel, com 16 pontos.

Resultados da 14ª rodada:

Terça-feira

(9º) Pinheiros 107 x 86 Uberlândia (13º)
(5º) São José 94 x 83 Franca (7º)
(10º) Palmeiras 76 x 80 Minas (4º)
(6º) Mogi das Cruzes 80 x 99 Bauru (2º)

Quarta-feira

(1º) Limeira x Macaé Basquete (12º) – 20h
(15º) Basquete Cearense x Paulistano (8º) – 20h
(14º) Rio Claro x Flamengo (3º) – 20h
(11º) Brasília x Liga Sorocabana (16º) – 20h

A 14ª rodada terá seu término hoje, com destaque para o líder Winner/Limeira, que enfrentará o Macaé Basquete, às 20h, no Ginásio Vô Lucato.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Ele está voltando: Anderson Silva conhece data e adversário de seu próximo combate

Foto crédito: freewallsource.com

Foto crédito: freewallsource.com

O brasileiro Anderson Silva já sabe quando voltará ao octógono do UFC, no dia 31 de janeiro de 2015, no provável UFC 183, em Las Vegas. O adversário do brasileiro será Nick Dias, um atleta que também está afastado das lutas há algum tempo. O norte-americano já anunciou a aposentadoria em duas oportunidades, mas uma possível vitória sobre Anderson será importante, porque lhe dará a chance de disputar o cinturão em seu próximo combate.

A luta será a principal do evento e acontecerá na categoria médio, com direito a 5 rounds.

Esse combate será extremamente importante para ambos os atletas, porque uma derrota pode ocasionar a aposentadoria. Digo isso até mesmo por Anderson Silva, que tem 39 anos.

Caso vença, Spider deve disputar o cinturão contra Chris Weidman ou Vitor Belfort, depende quem vencer o combate do dia 6 de dezembro. Bom lembrar que o atual campeão continua sendo Weidman.

A expectativa é a melhor possível e pode ser vista nas palavras do presidente do UFC, Dana White. “A luta que todos os fãs estão esperando e que vem pedindo tanto, finalmente vai acontecer. Acertamos a volta de Anderson Silva contra Nick Diaz no dia 31 de janeiro, em Las Vegas. Essa será a luta principal, disputada em cinco rounds e no peso-médio. Anderson está se sentindo ótimo. Foram 13 meses de afastamento, e agora ele está 100% saudável e mal pode esperar para voltar a lutar. Posso dizer que Anderson está muito animado para esta luta. Por outro lado, se Nick Diaz conseguir vencer Anderson Silva, ele será automaticamente um candidato a disputa do cinturão. Por isso, também, essa será uma luta gigantesca para Diaz”, expôs o mandatário.

O fato é que Anderson Silva é favorito pelo seu belo card, que conta com 33 vitórias e apenas 6 derrotas, contra 26 vitórias, 9 derrotas e uma luta sem resultado do norte-americano.

por: Rodrigo B itar

adaptação: Matheus Furlan

Barrichello de volta a F1 ?!?!

A Fórmula 1 vive tempos de especulações, pilotos para lá e para cá, engenheiros, projetistas, mecânicos e por ai vai. Os pilotos são os que chamam mais a atenção. Depois de Raikkonen trocar a Lotus pela Ferrari e Felipe Massa e Nico Hulkerbeng lutarem por essa vaga, uma confirmação chamou muito a atenção esta semana.

Monisha Kaltenborn é diretora da equipe Sauber e admitiu o interesse em contar com o brasileiro para a próxima temporada. Segundo a mandatária “Há uma porção de alternativas. Sabemos o que ele tem [para oferecer], sua experiência, sabemos que ele gostaria de voltar, então temos que analisar”, e “Vamos anunciar nossa dupla de pilotos no seu devido tempo”.

Existem alguns relatos que Rubens Barrichello tem um aporte financeiro de 10 milhões de euros ou 30 milhões de reais, além disso sua experiência é outro ponto que pode ser fundamental para que o brasileiro assine contrato com a equipe, afinal sem Hulkenberg que deve sair para a McLaren, Lotus ou Force Índia, o mexicano Gutiérrez que não vem agradando e contando apenas com o jovem russo de 18 anos Sergey Sirotkin na equipe as chances do veterano voltar a F1 são reais.

Foto: formula1dp.blogspot.com

Foto: formula1dp.blogspot.com

Rubens Barrichello tem 41 anos,  é o recordista de GPs da F1, foram 326 com 11 vitórias e 14 poles. Estreou na categoria no GP da Africa do Sul em 1993, passou pelas equipes Jordan, Stewart, Ferrari, Honda, Brawn e Willians.

Encerrou a sua carreira em 2011 no GP do Brasil daquele ano.

Seria uma boa opção para ele retornar a categoria? Só lembrando que no ano que vem existiram novos carros, novos motores regras ainda mais rígidas.

Curta nossa página no Facebook. http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan