Force India anuncia a saída de Nico Hulkenberg que segue para a Renault

hulk

Foto: Reprodução / Facebook Nico Hülkenberg – oficial

Após quatro temporadas, sendo as três últimas de forma consecutiva, na Force India, o piloto Nico Hulkenberg ao deixará o time ao final da temporada de 2016.

Na manhã desta sexta feira, (14), através de um comunicado de  Vijay Mallya, mandatário do time, agradecimentos e desejos de boa sorte foram tecidos ao piloto alemão que teve como melhor resultado no time um quarto lugar na Bélgica em 2012 além da pole position conquistada no Brasil em 2014. “Todo mundo na Force India deseja coisas boas a Nico, que defenderá um novo time na Fórmula 1. Passando cinco anos conosco, Nico se tornou um grande amigo e contribuiu de maneira significativa com o sucesso do time. Ele é um piloto fora de série, que marcou mais pontos do que qualquer outra pessoa que passou por aqui. É verdade que sentiremos falta de Nico, mas respeitamos sua decisão de explorar novas oportunidades e seria errado ficar no meio do caminho”, concluiu.

Atual nono colocado no  Mundial de Pilotos com 54 pontos, Hulkenberg expressou sua satisfação e guiar a Renault em 2017. “Estou muito feliz em me juntar à Renault em 2017. Sempre foi meu sonho trabalhar por uma equipe de fábrica. As novas regras da F1 vão mudar o jogo e darão à equipe uma grande oportunidade. Nos próximos anos, a Renault terá um papel de desafiante, que se encaixa em minha abordagem.  A Renault sempre foi protagonista no automobilismo e me traz memórias incríveis: em seu período com a companhia, Michael Schumacher não apenas ajudou a Alemanha na F1, como acendeu em mim a fagulha por correr. Estou ansioso em fazer parte da família Renault e desejo escrever uma nova história de sucesso.”

Com o acerto do alemão com o time francês, um acento esta vago na Force India, mas a quem diga que não ficará muito tempo assim. O time que conta com os motores Mercedes será o principal alvo dos pilotos no próximos dias, e á quem diga que um jovem nome pode aparecer.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Anúncios

Com Hulkenberg, Porsche vence 24 Horas de Le Mans

Foto: Nick Dungan/ AdrenalMedia.com/fiawec.com

Foto: Nick Dungan/ AdrenalMedia.com/fiawec.com

As 24 Horas de Le Mans é a maior e mais importante corrida de longa duração do mundo. Ao todo foram 395 voltas para que o trio Nico Hulkenberg, Earl Bamber e Nick Tandy colocasse a Porsche de volta no lugar mais alto do pódio, fato que não acontecia desde o final dos anos 90.

O trio que era estreante na categoria LMP1 se mostrou sólido até mesmo nos momentos mais difíceis da disputa, onde os carros ficaram agrupados e o piloto alemão da Force Índia mostrou todo o seu talento e conseguiu abrir uma grande vantagem. O Porsche #19 completou a disputa uma volta a frente do segundo colocado, o Porsche #17 de Bernhard, Webber e Hartley. Na terceira posição ficou o Audi #7 do trio Fassler, Lottrer e Treluyer.

O Audi #8 do  brasileiro Lucas Di Grassi ficou com o quarto lugar após Duval sofrer um acidente nas horas iniciais da disputa. Com o carro consertado, Jani e Di Grassi buscaram o tempo perdido e colocaram o modelo na disputa.

Na categoria LMP2 a vitória ficou com o Oreca Nissan #47 que completou 358 voltas com o trio Howson, Bradley e Lapierre. O brasileiro Pipo Derani juntamente com os companheiros Yacaman e Gonzalez terminaram a disputa no quarto lugar com o Ligier Nissan #28(foto).

Foto: .facebook.com/GDriveRacing/photos

Foto: .facebook.com/GDriveRacing/photos

Na categoria GTE Pro, O Aston Martin #99 do brasileiro Fernando Rees lutava pela ponta até se envolver em um acidente o que tirou o modelo da luta pela vitória. Rees, Stanaway e Macdowall terminaram na sexta colocação. A vitória ficou com o Chevrolet Corvette #64 do trio Gavin, Milner e Taylor que completaram 337 voltas.

Na categoria GTE Am a vitória ficou com a Ferrari 458  Itália #72 da equipe formada por Shaytar, Bertolini e Basov que completaram aos todo 332 voltas e contaram com a sorte quando o Aston Martin que estava na liderança sofreu um acidente na parte final da disputa.

A próxima etapa da categoria são as 6 Horas de Nürburgring, na Alemanha, no dia 30 de agosto.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan