Handebol Masculino do Brasil vence a primeira no Rio-2016

hande masc 1

Foto: REPRODUÇÃO/PÁGINA OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

O Handebol Masculino do Brasil estreou com vitória no torneio olímpico. Com boas atuações individuais de Petros, Zé Guilherme e do goleiro Bombom que curiosamente marcou seu primeiro gol com a camisa da Seleção. O Brasil teve como destaque um forte trabalho coletivo sobretudo na defesa, que não levou gol nos primeiros 5 minutos da partida. O Brasil marcou 34 a 32 na Seleção da Polônia e conseguiu um resultado histórico! Pela primeira vez a equipe brasileira venceu um adversário Europeu nos Jogos Olímpicos.

O time brasileiro comandou o placar a maior parte do tempo e teve tranquilidade nos momentos em que ficou com um jogador a menos na quadra. O time comandado pelo técnico catalão Jordi Ribera encarou o forte adversário, atual terceiro colocado no Mundial com personalidade e conseguiu uma importante vitória, que dá bastante tranquilidade para seguir na luta por uma boa classificação na chave. Daqui a dois dias o Brasil volta a quadra para enfrentar mais uma pedreira, encara a Eslovênia, quarta colocada no último Campeonato mundial!

A chave brasileira ainda tem Alemanha, Egito e Suécia. Com mais uma vitória o Brasil praticamente garante a passagem para a próxima fase. Com dois triunfos passa a ter a chance de enfrentar adversários mais fracos que venham do outro lado. Fugindo possivelmente do confronto com a poderosa França, atual campeã do Mundo.

Por Mario Cardoso para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta)

Anúncios

Brasil vence a Argentina prorrogação e leva ouro no handebol masculino

Foto: Ezra Shaw/AFP/gazetaesportiva.net

Foto: Ezra Shaw/AFP/gazetaesportiva.net

Não poderia ser de outra forma Depois de muita disputa, suor e catimba, o Brasil conquistou a medalha de ouro no handebol masculino ao derrotar a Argentina na final por 29 x 27.

A partida foi lá e cá o tempo todo. Nenhuma das equipes conseguiu uma grande vantagem no placar e o final do primeiro tempo foi de 11 x 9 para os hermanos. O goleiro Maik foi um dos mais acionados na partida e fez grandes defesas para o time brasileiro em especial no segundo tempo quando o Brasil venceu por 15 x 13 e a partida terminou empatada no tempo normal, 24 x 24. Diogo teve a oportunidade de acabar com o jogo no final do segundo tempo em cobrança de sete metros mas desperdiçou.

Na prorrogação o Brasil largou na frente no placar. Fernando marcou 25 x 24 para o Brasil, os argentinos empataram. Oswaldo e Vinicius colocaram novamente o Time Brasil em vantagem mas Carou descontou e Fernandez empatou em 27 x 27 no inicio do segundo tempo da prorrogação.

Nos minutos finais, Lucas e Fernando deram números finais a partida e o Brasil venceu a partida por 29 x 27, conquistando assim a medalha de ouro e devolvendo a derrota para os argentinos do  último Pan-americano.

O artilheiro brasileiro no jogo foi Diogo com seis gols anotados, enquanto Fernandez da Argentina anotou oito tentos.

A medalha de ouro masculina mostra o quanto o Brasil esta evoluindo no handebol e tem tudo para e tornar uma das equipes mais fortes e competentes do esporte no mundo.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

 

 

Handebol masculino e feminino disputam o ouro

Foto:  Divulgação/CBHb

Foto: Divulgação/CBHb

O handebol brasileiro vive uma grande fase  e ambas as equipes, masculina e feminina, irão disputar a medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos.

No feminino o Brasil não teve dificuldades para superar o Uruguai nas semifinais pelo placar de 40 x 22, com parciais de 18 x 11 no primeiro tempo e 22 x 11 no segundo tempo. A equipe brasileira que sempre esteve a frente no placar desde o primeiro lance teve em Fernanda Silva a sua artilheira na partida com oito gols marcados.

Na final o Brasil vai enfrentar a Argentina que derrotou o México por 27 x 16 nas semifinais. Duelo quente na final

Masculino se garante na disputa do ouro

O time masculino de handebol também se garantiu na final do handebol dos Jogos Pan-americanos. Em uma partida complicada diante dos chilenos, o Brasil se manteve forte e concentrado no jogo o que fez com que os meninos brasileiros conquistassem a vitória por 34 x 24 com parciais de 19 x 12 no primeiro tempo e 15 x 12 no segundo tempo. O artilheiro da equipe brasileira foi Oswaldo Guimarães com cinco gols marcados na partida.

A disputa da medalha de ouro será, da mesma forma que o feminino, diante da Argentina que derrotou o Uruguai por 20 x 12. O Brasil busca devolver a derrota na final do último Pan-americano no México. Vamos torcer para o time brasileiro conquistar a medalha de ouro.

A final feminina acontece nesta sexta feira, 24, e a final masculina acontece no sábado, 25.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Seleção Masculina de Handebol vence e se garante nas semifinais

Foto: Divulgaçõa/CBHb

Foto: Divulgaçõa/CBHb

O handebol brasileiro segue firme e forte nos Jogos Pan-americanos. Nesta terça feira, 21, a seleção masculina da modalidade venceu a Republica Dominicana por grande 48 x 18.

A partida não apresentou nenhuma dificuldade para os brasileiros que ao final do primeiro tempo já estavam ganhando por 30 x 7. Com uma vantagem tão grande no placar, o Brasil diminuiu o ritmo no segundo tempo mas mesmo assim venceu por 18 x 11. Desta forma o Brasil garantiu a primeira posição no grupo A com três vitórias e três jogos e 120 gols anotados na primeira fase.

O artilheiro da partida foi Fabio Chiuffa com 10 gols marcados na partida. Dioris Mateo com sete gols foi o destaque dos dominicanos.

Confira os resultados do handebol masculino nesta terça feira, 21:

Canadá 17 x 26 Uruguai (grupo A)

Brasil 48 x 18 Republica Dominicana (grupo A)

Cuba 38 x 23 Porto Rico (grupo B)

Argentina 30 x 23 Chile (grupo B)

Nas semifinais o Brasil vai enfrentar o Chile na próxima quinta feira, 23, enquanto a Argentina duela com o Uruguai.

Handebol feminino também se garante nas semifinais

A seleção feminina de handebol também esta nas semifinais do handebol nos Jogos Pan-americanos. Após uma grande vitória sobre o México com o placar de 34 x 19, com parciais de 19 x 12 no primeiro tempo e 15 x 7 no segundo tempo. A artilheira da seleção na partida foi Alexandra Nascimento com oito gols na partida.

Da mesma forma que a seleção masculina, a feminina conquistou três vitórias em três jogos e anotou 120 gols nessas partidas. Nas semifinais o Brasil vai enfrentar o Uruguai nesta quarta feira, 22, em busca de um lugar na final. A outra semifinal e formada pelo México que enfrenta a Argentina.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Handebol vence, vôlei é derrotado

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

As seleções masculina de handebol e vôlei entraram em quadra neste domingo, 19.No handebol o time brasileiro sobrou em quadra e derrotou o Uruguai por 38 x 18. O primeiro tempo foi mais equilibrado, o Brasil abriu 2 x 0 mas com força e equilíbrio, o Uruguai não deixou o Brasil deslanchar no inicio da partida e empatou em 3 x 3. Logo em seguida os brasileiros reagiram e voltaram a comandar o placar chegando a abrir 16 x 7, mas os uruguaios reagiram e diminuíram o placar, fechando o primeiro tempo em 16 x 11 para o Brasil.

O segundo tempo foi bem mais tranquilo para os jogadores brasileiros que comandaram o placar e chegaram a abrir 31 x 15. A essa altura os hermanos não tinham mais chance de virada e o Brasil seguiu firme e fechou o jogo em 28 x 16. Fabio Chuiffa com cinco gols foi o destaque da seleção brasileira.

Confira os resultados do handebol masculino:

Uruguai 16 x 38 Brasil (grupo A)

Canadá 28 x 25 República Dominicana (grupo A)

Porto Rico 22 x 38 Argentina (grupo B)

Cuba 31 x 31 Chile (grupo B)

O Brasil enfrenta a República Dominicana na próxima terça feira, 21, para garantir o primeiro lugar do grupo A.

Vôlei masculino é derrotado

Foto: Chris Helgren/Reuters/globoesporte.globo.com

Foto: Chris Helgren/Reuters/globoesporte.globo.com

A seleção masculina de vôlei acabou sendo derrotada por Cuba neste domingo. O time brasileiro já saiu atrás no placar, perdeu o primeiro set por 25 x 20. No segundo, reação brasileira 25 x 18 e jogo empatada em 1 x 1. O terceiro set foi bem equilibrado e os cubanos ficaram com a vitória, 25 x 23. O quarto set o Brasil precisava da vitória e a conquistou, 25 x 22. Com a partida empatada, veio o tie break, e o time brasileiro não conseguiu ser efetivo o suficiente e acabou derrotado por 15 x 11 e os cubano fecharam a partida em 3 sets 2.

Confira os resultados do vôlei masculino:

Cuba 3 x 2 Brasil (grupo A)

Canadá 3  x 1 Porto Rico (grupo B)

Argentina 3 x 0 Colômbia (grupo A)

Estados Unidos 3 x 1 México (grupo B)

O Brasil volta as quadras no vôlei masculino na próxima terça feira, 21, diante da Argentina buscando a liderança do grupo A.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Seleção Feminina estréia com vitória no Handebol feminino

Foto: brasilhandebol.com.br

Foto: brasilhandebol.com.br

Nesta quinta feira, 16, a seleção feminina de handebol estreou com vitória nos Jogos Pan-americanos. O duelo foi com Porto Rico e as brasileiras se mostraram superior desde o primeiro minuto de jogo, mas quem abriu o placar foi Porto Rico que não conseguiu se segurar e rapidamente levou a virada.

O Brasil conseguiu abrir 7 x 2 mas as latinas buscaram o placar, chegando a 7 x 6. Vendo a mudança do jogo novamente as meninas brasileiras se impuseram e fecharam o primeiro tempo em 15 x 10.

Com uma postura mais agressiva o Brasil conseguiu controlar melhor as adversárias na partida e só fez ampliar a sua vantagem no placar e o resultado do segundo tempo foi de 23 x 11 para as brasileiras que fecharam o jogo em 38 x 21.

Os grandes destaques do Brasil foram Alexandra Nascimento #3 e Fernanda Silva #8, ambas com sete gols cada. Pelo lado das porto-riquenhas, Nathalys Ceballos #5 também marcou sete tentos.

As meninas do Brasil agora enfrentam o Canadá no sábado, 18,  na disputa da segunda partida do grupo A da chave feminina.

Confira os resultados da primeira rodada do Handebol feminino:

Brasil 38 x 21 Porto Rico (grupo A)

México 25 x 22 Canadá (grupo A)

Argentina 20 x 15 Uruguai (grupo B)

Chile 25 x 28 Cuba (grupo B)

A seleção masculina entra em quadra nesta sexta feira, 17, diante do Canadá na abertura do grupo A.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Duda Amorim é eleita melhor jogadora de handebol do Mundo

Foto: facebook.com/EduardaAmorimOficial

Foto: facebook.com/EduardaAmorimOficial

A jogadora brasileira Duda Amorim, 28,  foi eleita nesta quarta feira, 25,  a melhor atleta de Handebol do Mundo na temporada de 2014. Amorim que atualmente joga no Györi Audi ETO KC da Hungria recebeu 35,2% dos votos. Foram cerca de 55 mil pessoas que participaram da eleição e elegeram a brasileira.

Duda deixou para trás, Christina Neagu  da Romênia com 25,8% e Heide Loke da Noruega com 16,8% dos votos.

A jogadora que fez parte da conquista mundial brasileira em 2013 é a segunda brasileira a conquistar tal título, antes dela, Alexandra Nascimento na temporada de 2012 já havia sido eleita a melhor do mundo na modalidade. Duda que é armadora esta se recuperando de uma lesão no joelho o que não diminui em nada o feito conquistado por ela.

Parabéns a atleta pela grande conquista, mostrando mais uma vez que o Brasil não é o pais do futebol, mas sim de todas as modalidades.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Brasil luta mas acaba eliminado do Mundial de Handebol

Foto: Wander Roberto / CBHb globoesporte.com

Foto: Wander Roberto / CBHb globoesporte.com

A Seleção Brasileira de Handebol foi eliminada do Mundial, neste domingo, ao perder para a Croácia, em um jogo muito equilibrado, pelo placar de 26 x 25, caindo mais uma vez nas oitavas de final ao perder por um gol de diferença, assim como no Mundial de 2013, quando a Rússia venceu os brasileiros por 27 x 23. Porém naquela oportunidade o Brasil ficou em 13º lugar, por ter vencido três duelos na primeira fase e neste ano ficou na 16ª posição, porque só ganhou dois jogos.

Mesmo assim vale destacar o crescimento do handebol masculino do Brasil. A equipe se mostrou muito forte, encarando de frente os principais times do mundo. Com certeza teremos resultados ainda melhores em breve.

Sobre as oitavas de final, o confronto contra os croatas foi complicado. Os europeus começaram na frente, mostrando sua força e colocaram três gols de diferença, mas os brasileiros não ficaram atrás por muito tempo, equilibraram novamente o placar e chegaram a virar em 9 x 8.  O duelo seguiu parelho até a reta final do primeiro tempo, quando o Brasil abriu dois gols de vantagem, 15 x 13. Era um cenário muito bom, mas tudo foi por água abaixo no início da segunda etapa, porque o Brasil demorou 7 minutos e 24 segundos para marcar novamente. Claro que os croatas já estava na frente nesta hora e permaneceram até os 10 minutos, quando o Brasil voltou a equilibrar.

A equipe de Jordi Ribera se acertou e conseguiu ficar novamente em vantagem no placar, mas na reta final os croatas tomaram a dianteira e não saíram mais. Os europeus abriram dois gols, que caiu para um, quando Thiagus marcou, mas não foi o suficiente para levar o jogo à prorrogação.

A vitória por 26 x 25 levou a Croácia para as quartas de final, fase em que enfrentará o vencedor do duelo entre Polônia e Suécia, que acontecerá nesta segunda-feira.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasil sofre mas vence o Chile e avança no Mundial

Foto: Reuters / globoesporte.com

Foto: Reuters / globoesporte.com

A Seleção Brasileira masculina de handebol está classificada para as oitavas de final do Mundial. A equipe comandada pelo espanhol Jordi Ribera fez o que precisava, venceu o Chile, pelo placar de 30 x 22, e ficou com o 4º lugar do Grupo A, atrás de Espanha, Catar e Eslovênia. Agora os brasileiros enfrentarão a forte equipe da Croácia, uma das potências na modalidade.

O primeiro tempo do duelo foi complicado. Os chilenos, já eliminados, jogavam tranquilamente e, por não contarem com pressão, acertavam praticamente tudo. E mais, o goleiro rival ainda estava pegando tudo. Esse conjunto de coisas fez o Chile abrir três gols de diferença, 5 x 2, mas aos poucos o Brasil foi se recuperando e ficou apenas um gol atrás na saída do primeiro tempo, 13 x 12.

A volta do descanso foi excelente para o Brasil, que logo conseguiu virar e mostrar sua força. Os destaques do segundo tempo foram três: Bombom, Zeba e João. O primeiro fez milagres no gol verde e amarelo, não deixando a equipe adversária ampliar seu marcador. Por outro lado, Zeba mostrou toda sua experiência ao fazer sete gols em sete arremessos, um aproveitamento incrível de 100%. Quem também brilhou na parte ofensiva foi João Silva, de apenas 20 anos de idade. O jovem brasileiro que já atua no exterior ajudou, e muito, o Brasil, fazendo cinco gols, todos na segunda etapa. No final do duelo, a atuação do garoto foi reconhecida com o prêmio de MVP.

O placar de 30 x 22 mostrou um Brasil com duas faces, relaxada na primeira etapa, porque sabia que tem um time bem mais forte que o rival, e focada na segunda, chegando perto das atuações contra as equipes europeias e o Catar.

Se o Brasil continuar focado, jogando tudo o que sabe, tem chances de incomodar bastante a equipe da Croácia, que já foi campeã olímpica e mundial da categoria. Uma vaga para as quartas garante a maior participação brasileira em todos os mundiais masculinos.

Jogos do Brasil na Primeira Fase:

Catar 28 x 23 Brasil – 15/01 – 15h30 – Lusail Hall
Espanha 29 x 27 Brasil – 17/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil 34 x 29 Bielorrúsia – 19/01 – 12h – Lusail Hall
Eslovênia 35 x 32 Brasil – 21/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil 30 x 22 Chile – 23/01 – 12h – Lusail Hall

O duelo contra os croatas acontecerá no domingo, ainda em horário indefinido.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasil perde e se complica no Mundial de Handebol

Foto: Thierry Gozzer / globoesporte.com

Foto: Thierry Gozzer / globoesporte.com

A Seleção Brasileira de handebol perdeu sua terceira partida no Mundial. O detalhe é que mais uma vez os brasileiros fizeram um bom jogo, mas deixaram a vitória contra a Eslovênia escapar nos destalhes. Já os europeus não perdoaram e fizeram 35 x 32.

O início do duelo teve o Brasil na frente, mas logo os europeus empataram em 4 x 4 e viraram na sequência.

A situação dos brasileiros estava complicada, mas no final do primeiro tempo a equipe de Jordi Ribera conseguiu o empate por 18 x 18. Ainda nos últimos segundos os eslovenos marcaram mais um tento e saíram para o intervalo com a vitória por 19 x 18.

A dinâmica da segunda etapa foi basicamente a mesma. Os europeus conseguiram ampliar a vantagem para quatro gols (28 x 24), faltando vinte minutos para o fim do duelo, mas os brasileiros novamente chegaram junto. E mais, dessa vez ultrapassaram os rivais no placar, fazendo 29 x 28. Porém, depois de assumir a liderança, o time verde e amarelo voltou a errar e se complicou novamente, perdendo por 35 x 32.

O grande destaque do duelo foi o ponta direita da Eslovênia, Dragan Gajic, autor de 12 gols no duelo, que levaram o atleta a artilharia da competição com 39 tentos. Pelo lado do Brasil o artilheiro foi novamente Borges, desta vez com sete gols.

Jogos do Brasil na Primeira Fase:

Catar 28 x 23 Brasil – 15/01 – 15h30 – Lusail Hall
Espanha 29 x 27 Brasil – 17/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil 34 x 29 Bielorrúsia – 19/01 – 12h – Lusail Hall
Eslovênia 35 x 32 Brasil – 21/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil x Chile – 23/01 – 12h – Lusail Hall

O time de Ribera ainda está no quarto lugar do Grupo A, mas entrará em quadra na sexta-feira precisando vencer o Chile. A equipe brasileira tem até a chance de se classificar com um empate em caso de derrota da Bielorrússia para o Catar, mas claro que não vale arriscar tal situação. O time segue jogando bem, agora tem que transformar as boas atuações em vitórias.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan