Diga ao povo que fico!

guarani

Foto: Divulgação

É preciso que clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, entre eles a querida Portuguesa de Desportos, e o não menos importante Guarani, da cidade de Campinas, voltem para ficar.  Em Julho deste ano, estive presente no estádio do Canindé – quase vazio, numa segunda-feira à noite, para transmitir o jogo entre os dois queridos clubes do estado de São Paulo.  A partida era válida pela série C do Campeonato Brasileiro. Em tempos idos do futebol brasileiro, os dois times brilhavam na série A.

Tempos gloriosos em que a Lusa disputou finais de campeonatos estaduais, e do campeonato brasileiro, cujo título naquele dezembro de 1996 “bateu na trave” Já o Guarani – o único campeão brasileiro do interior, venceu o Palmeiras na final do Brasileirão de 1978. Depois disso, duas finais consecutivas de Brasileirão da série A, com o Bugre perdendo o título nas duas oportunidades, em 1986, na derrota diante do São Paulo, e no ano seguinte, novamente derrotado frente ao Sport.

No último sábado, o tradicional estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, que eu conheci aos cinco anos de idade, numa visita feita à casa do meu tio Máximo, em 1980, voltou a ser palco de emocionanetes disputas no futebol brasileiro. Afinal de contas, o Guarani bateu o ASA de Arapiraca por 3 a 0, e garantiu o acesso à série B do Campeonato Brasileiro em 2017.

O feito é importante, afinal de contas, o Guarani precisa se reerguer para voltar à elite do futebol paulista e brasileiro. Há quatro anos o Bugre campineiro está na série C, chegando a correr sérios riscos de perder o seu maior patrimônio, o estádio Brinco de Ouro da Princesa, local que já  foi palco de final de campeonato brasileiro – e da primeira divisão! Os últimos anos não têm sido fáceis para o Guarani, que chegou a correr risco de ser rebaixado à série D do futebol nacional.

É claro que o Bugre ainda não retornou à elite. Mas na série B, as cotas de televisão, bem como a exposição do clube será maior. Com isso, o Guarani poderá obter um respiro financeiro.  Espero que a Lusa se inspire no Bugre, e também consiga o acesso à série B. Evidentemente, a situação ainda não é a ideal, afinal, o lugar dos dois times é na elite. Entretanto, é preciso que seja dado um passo de cada vez, com organização, trabalho e profissionalismo rumo às grandes competições do futebol nacional. Por isso, uma longa caminhada ainda se faz necessária, tanto para o Guarani, e principalmente para a Portuguesa. Que os dois queridos clubes paulistas retornem brevemente à série A.Para que possam dizer ao povo que ficarão!  E de lá nunca mais sair!

Por Ivan Marconato para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Em breve, reviverão esse clássico no Paulistão!

 – Portuguesa 1 x 0 Guarani  12/7/2015
f: Jornalheiros_blogspot

f: Jornalheiros_blogspot

Um jogo de abnegados. Falo dos torcedores, cerca de 100 bugrinos e 1400 lusos que em números exatos, conforme ficha do jogo totalizaram 1587 pessoas presentes.
Chamo de abnegados, porque durante a partida me veio a mente a história das duas agremiações e que a soma de lugares dos dois estádios beira os 70 mil lugares. Não sei se o Guarani já lotou o Brinco de Ouro só com sua torcida. A Lusa já lotou o Canindé.
Pois bem, estes 1587 viram uma vitória da Lusa construída aos 37 minutos do primeiro tempo através de Hugo, após receber um cruzamento rasteiro, digamos, açucarado, vindo da ponta direita.
O jogo começou com a Lusa tomando iniciativa, como é comum ao time da casa. Com o tempo, o Guarani ensaiou se soltar, mas com o golpe do gol, a nossa Lusa retomou o comando do jogo, perdendo gols e fazendo um que foi anulado. Uma bola cruzada da esquerda para o segundo pau, onde o atacante luso cabeceia pro centro da área e Milton Jr definiu. Se estava mesmo impedido o ataque luso na hora do cruzamento, não sei. Quem vos escreve é daqueles que vê o jogo atrás do gol, no máximo, na lateral do campo onde está o ataque luso, atras do Sardinha ( Sr. Leonardo), que é nosso homem do “serviço sujo” de tirar a paciência do bandeirinha. Assim, não posso opinar sobre o erro do bandeira.
A Portuguesa teve o comando da partida, mas faltava o segundo gol pra acalmar corações. A coisa estava se desenhando bem. Como disse na coluna sobre a troca de treinadores, time dirigido pelo Estevam Soares costuma trocar bem a bola, mas o detalhe final, esbarrou na trave e no goleiro bugrino. Alias, goleiro que nos defendeu, falhando muito o ano passado.
Daí veio a expulsão boba de Renan e tivemos aquele sufoco até o fim. Tenho vontade de bater em corinthiano que diz que eles são sofredores. Eles não sabem de nada.
Apito final dado, após eternos 5 minutos de acréscimo, saímos satisfeitos. Só não entendi o goleiro Rafael, que hostilizado, como é comum e até engraçado, faz parte do futebol, rir ironicamente fazendo sinal de negativo pra torcida lusa enquanto se dirigia aos vestiários.
Rafael, antigamente eu não tinha espaço, mas já que hoje tenho, respondo ao teu sinal de negativo pra nós: Tá positiva pra caramba a tua carreira, pra você fazer sinal negativo pra nós, né?
Por: Ricardo Veras

Definidas as semifinais da Libertadores 2015

Foto: Alexandre Lopes / rasilhandebol.com.br

Foto: Alexandre Lopes / rasilhandebol.com.br

Estão definidas as semifinais da Copa Libertadores 2015. São quatro equipes de países diferentes. Começamos pelo River Plate da Argentina que eliminou o Cruzeiro após grande partidas dos argentinos em Minas Gerias, 3 x 0 e a vaga nas semifinais diante do Guarani do Paraguai que eliminou o Corinthians e o Racing da Argentina. Os paraguaios que empataram a partida de volta na Argentina vem surpreendendo a todos.

Do outro lado o Tigres do  México eliminou o Emelec após vitória por 2 x 0 em casa com grande atuação de Rafael Sobis e vai enfrentar o o Internacional de Porto Alegre que depois de perder a partida de ida para o Santa Fé da Colômbia conseguiu reverter o placar anotando 2 x 0 em casa, desta forma as semifinais ficaram assim:

River Plate x Guarani*

Tigres x Internacional*

As partidas de ida acontecerão no dia 15 de julho, sendo que paraguaios e brasileiros decidem a classificação em casa.

Quem vai para a final da Copa Libertadores 2015? Quatro torcidas, mas apenas duas vão fazer a festa na final.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Bruno Mendes fora do Fogão?!

fonte foto: esporte.uol.com.br

Pelo menos até a audiência em janeiro, foi assim que a justiça determinou e a CBF acatou. E no BID o nome de Bruno aparece como jogador do Guarani, já nesta segunda-feira, dia 19 de novembro.

O jogador teve o seu contrato de empréstimo com o clube rescindido por decisão judicial e seu compromisso com o Guarani irá até a data de 31 de maio de 2014.

O motivo é a penhora não paga ao ex-jogador Andrei, em um processo trabalhista, que corre em Campinas. O jurídico do time do Rio não irá se pronunciar, mas que estão aguardando uma solução o quanto antes.

por: Guilherme Dorini