Futebol feminino busca ouro inédito

brasil futebol feminon

Foto: Divulgação

Estar no pódio não basta para a seleção feminina de futebol. A conquista tem de ser do ouro! Para que este objetivo seja alcançado, ou ao menos possível, foi necessário reestruturar a equipe. Houve mudança tática, na forma em que o treino de condicionamento físico é feito, para o novo quadro formulado em 2015, que se tornou a “seleção permanente”.

“Foi um investimento fundamental neste ciclo, tanto para manter o nível de competitividade das atletas, quanto para diminuir a “martadependência“, destacou o técnico.

Sobre o quadro permanente da seleção,  o coordenador técnico, Marco Aurélio Cunha comentou: “Quando a seleção permanente foi idealizada, havia somente duas ou três jogando fora. Embora talentosas, faltava competitividade. Com a seleção, passamos a ser competitivos. Jogamos contra a França, Estados Unidos, contra várias grandes equipes em alto nível, e isso despertou o interesse. Passamos a ter dezesseis jogadoras no exterior, ampliamos o mercado, valorizamos essas atletas. Elas foram contratadas após o ouro no Pan de Toronto e estiveram presentes em todas as ‘datas-FIFA’. Sem a seleção permanente, elas não seriam conhecidas”.

Sobre  os critérios que definiram a lista, Osvaldo Alvarez, técnico da seleção, nos disse: “Temos essas atletas experientes, mas temos também várias atletas jovens. As mais experientes, sobretudo a Formiga, com toda a experiência de Olimpíada, de seleção, vai nos ajudar muito com as jogadoras jovens, as que não tiveram ainda a experiência de Olimpíada”.

Vejamos a lista:

  • Goleiras: Barbara e Aline (seleção permanente)
  • Zagueiras: Mônica (Orlando Pride / EUA), Rafaelle (Changchun Club / China), Bruna Benitez (seleção permanente) e Érika (PSG / França)
  • Laterais: Fabiana (Dalian Quanjin / China), Poliana (Houston Dash / EUA) e Tamires (Fortuna Hjorring / Dinamarca)
  • Meio-campo: Formiga (seleção permanente), Thaisa (seleção permanente), Andressinha (Houston Dash / EUA) e Marta (Rosengard / Suécia)
  • Atacantes: Debinha (Dalian Quanjin / China), Cristiane (PSG / França), Andressa Alves (Barcelona / Espanha), Bia Zaneratto (Steel Red Angels /Coreia do Sul) e Raquel (Changchun Club / China)
  • Suplentes: Luciana (goleira – seleção permanente), Camila (lateral – seleção permanente), Darlene (atacante – Dalian Quanjin / China)e Thais Guedes (atacante – Steel Red Angels /Coreia do Sul).

Os olhos do país estarão voltados apenas para as meninas em campo, o que significa, ao mesmo tempo, pressão e oportunidade.

A seleção feminina estreia diante da China, dia 3 de agosto, quarta-feira, às 16h (de Brasília), no Engenhão, em partida pelo Grupo E.

Por Erivaldo de Mello para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Basquete feminino define jogadoras que disputarão Olimpíadas

basquete feminino

Foto: Reprodução/Facebook oficial Confederação Brasileira de Basketball – CBB

O técnico Antonio Carlos Barbosa definiu a Seleção Brasileira de Basquete feminino que disputará os Jogos Olímpicos Rio-2016. Ao todos são 12 atletas, confira os nomes:

Armadoras: Adriana Moisés, Joice Rodrigues e Tainá da Paixão

Alas: Isabela Ramona, Iziane Marques, Palmira Marçal e Tatiane Pacheco

Ala-pivô: Damiris Dantas

Pivôs: Clarissa dos Santos, Érika de Souza, Kelly Santos e Nádia Colhado

Além destas, a ala Patrícia Teixeira Ribeiro seguirá junto com  o grupo olímpico até o final da preparação das meninas que acontece em Campinas, São Paulo.

Antes de viajarem para o Rio de Janeiro, o Time Brasil fará dois jogos diante das japonesas nos dias 27 e 29 de julho no Clube Concórdia, em Campinas. Já em solo carioca, as brasileiras terão mais dois desafios. O primeiro diante da Sérvia no dia 2 de agosto e o segundo no dia seguinte diante da China.

O Brasil está no Grupo A do basquete feminino e enfrentará a Austrália no dia 6 de agosto em sua estréia, em seguida Japão (8), Bielorrússia (9), França (11) e Turquia (13) respectivamente.

Siga-nos no Twitter: @esportetemplo

Por Matheus Furlan

Vôlei brasileiro fica com a prata no último dia dos Jogos Pan-americanos

Foto: Divulgação/COB

Foto: Divulgação/COB

O vôlei brasileiro conquistou a medalha de prata  no masculino e no feminino.  Nos homens, a derrota aconteceu para a Argentina por 3 sets 2 parciais de 25 x 23, 18 x 25, 19 x 25, 25 x 23 e 15 x 8 no tie break. O Brasil teve chances de fechar o jogo no quarto set mas acabou desperdiçando a oportunidade e foi derrotado.

Apesar de ser o primeiro time brasileiro, pois a equipe considerada titular estava disputando a Liga Mundial, o vôlei brasileiro deixou a desejar em alguns momentos, da mesma forma que o feminino, que também não estava com a sua equipe principal, pois a mesma estava na disputa do Grand Prix.

Foto: Divulgação/COB

Foto: Divulgação/COB

As meninas acabaram derrotas pela equipe dos Estados Unidos por 3 sets 0, parciais  de 25 x 22, 25 x 21 e 28 x 26. Da mesma forma que a equipe masculina, a equipe feminina teve algumas oportunidades de evoluir na partida mas acabou não conseguindo.

As medalhas de prata no vôlei foram as últimas conquistas brasileiras nos Jogos Pan-americanos de Toronto. O Time Brasil conquistou ao todo 141 medalhas e terminou na terceira posição a disputa dos jogos.

Ao todo foram 41 medalhas de ouro, 40 de prata e 60 de bronze. Os Estados Unidos ficaram em primeiro lugar com um total de 265 medalhas sendo 103 de ouro e o Canadá terminou os jogos em segundo lugar com o total de 217 medalhas com 78 medalhas de ouro.

Os atletas brasileiros agora se preparam para a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro que acontece em 2016.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Handebol masculino e feminino disputam o ouro

Foto:  Divulgação/CBHb

Foto: Divulgação/CBHb

O handebol brasileiro vive uma grande fase  e ambas as equipes, masculina e feminina, irão disputar a medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos.

No feminino o Brasil não teve dificuldades para superar o Uruguai nas semifinais pelo placar de 40 x 22, com parciais de 18 x 11 no primeiro tempo e 22 x 11 no segundo tempo. A equipe brasileira que sempre esteve a frente no placar desde o primeiro lance teve em Fernanda Silva a sua artilheira na partida com oito gols marcados.

Na final o Brasil vai enfrentar a Argentina que derrotou o México por 27 x 16 nas semifinais. Duelo quente na final

Masculino se garante na disputa do ouro

O time masculino de handebol também se garantiu na final do handebol dos Jogos Pan-americanos. Em uma partida complicada diante dos chilenos, o Brasil se manteve forte e concentrado no jogo o que fez com que os meninos brasileiros conquistassem a vitória por 34 x 24 com parciais de 19 x 12 no primeiro tempo e 15 x 12 no segundo tempo. O artilheiro da equipe brasileira foi Oswaldo Guimarães com cinco gols marcados na partida.

A disputa da medalha de ouro será, da mesma forma que o feminino, diante da Argentina que derrotou o Uruguai por 20 x 12. O Brasil busca devolver a derrota na final do último Pan-americano no México. Vamos torcer para o time brasileiro conquistar a medalha de ouro.

A final feminina acontece nesta sexta feira, 24, e a final masculina acontece no sábado, 25.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Seleção Masculina de Handebol vence e se garante nas semifinais

Foto: Divulgaçõa/CBHb

Foto: Divulgaçõa/CBHb

O handebol brasileiro segue firme e forte nos Jogos Pan-americanos. Nesta terça feira, 21, a seleção masculina da modalidade venceu a Republica Dominicana por grande 48 x 18.

A partida não apresentou nenhuma dificuldade para os brasileiros que ao final do primeiro tempo já estavam ganhando por 30 x 7. Com uma vantagem tão grande no placar, o Brasil diminuiu o ritmo no segundo tempo mas mesmo assim venceu por 18 x 11. Desta forma o Brasil garantiu a primeira posição no grupo A com três vitórias e três jogos e 120 gols anotados na primeira fase.

O artilheiro da partida foi Fabio Chiuffa com 10 gols marcados na partida. Dioris Mateo com sete gols foi o destaque dos dominicanos.

Confira os resultados do handebol masculino nesta terça feira, 21:

Canadá 17 x 26 Uruguai (grupo A)

Brasil 48 x 18 Republica Dominicana (grupo A)

Cuba 38 x 23 Porto Rico (grupo B)

Argentina 30 x 23 Chile (grupo B)

Nas semifinais o Brasil vai enfrentar o Chile na próxima quinta feira, 23, enquanto a Argentina duela com o Uruguai.

Handebol feminino também se garante nas semifinais

A seleção feminina de handebol também esta nas semifinais do handebol nos Jogos Pan-americanos. Após uma grande vitória sobre o México com o placar de 34 x 19, com parciais de 19 x 12 no primeiro tempo e 15 x 7 no segundo tempo. A artilheira da seleção na partida foi Alexandra Nascimento com oito gols na partida.

Da mesma forma que a seleção masculina, a feminina conquistou três vitórias em três jogos e anotou 120 gols nessas partidas. Nas semifinais o Brasil vai enfrentar o Uruguai nesta quarta feira, 22, em busca de um lugar na final. A outra semifinal e formada pelo México que enfrenta a Argentina.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Vôlei masculino se recupera e vence a Argentina, Seleção Feminina se garante na semifinal

Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

Após ser derrotado por Cuba, a seleção masculina de vôlei voltou as quadras nesta terça feira, 21, e venceu a Argentina por 3 sets 0 se garantindo de forma direta nas semifinais dos Jogos Pan-americanos.

A partida diante dos hermanos definiria quem iria ter que passar pelas quartas de finais e com um primeiro set equilibrado, da mesma forma que foi a partida diante dos cubanos, o Brasil venceu 29 x 27, mostrando ali a dificuldade do jogo.

O segundo set foi mais tranquilo. Os brasileiros sem a pressão de terem pedido o primeiro set conseguiram imprimir o seu estilo de jogo e não deram chance a Argentina. O placar de 25 x 21 para os brasileiros deixou a partida bem encaminhada para a vitória brasileira.

A disputa do terceiro quarto foi bem animada. O Brasil se impôs desde o começo e apesar do equilíbrio os meninos brasileiros conquistaram a vitória no terceiro set por 25 x 22 e fecharam a partida em 3 sets 0.

Com esse placar o Brasil espera o adversário nas semifinais do Pan-americano.

Confira os resultados do vôlei masculino nesta terça feira:

Brasil 3 x 0 Argentina (grupo A)

México 0 x 3 Porto Rico (grupo B)

Canadá 3 x 2 Estados Unidos (grupo B)

Cuba 3 x 0 Colômbia (grupo A)

Foto: Divulgação/COB

Foto: Divulgação/COB

Seleção Feminina vence Estados Unidos

A seleção feminina de vôlei conquistou uma grande vitória sobre os Estados Unidos nesta segunda feira, 20. Após perder o primeiro set por 25 x 22, as brasileiras conseguiram empatar a partida após anotar 25 x 21. O terceiro set mais uma vez teve a vitória das americanas 25 x 18. De olho na vitória, as americanas não conseguiram segurar as brasileiras que venceram por 25 x 22.

A disputa foi para o tie break e com muito mais energia e emoção, o Brasil conquistou a vitória por 15 x 11  e fechou a partida em 3 sets 2 e conquistou diretamente a vaga para as seminais do vôlei feminino e aguarda a disputa das quartas finais para conhecer as suas adversárias.

Confira os resultados do vôlei feminino desta segunda feira, 20:

Canadá 1 x 3 Argentina (grupo A)

República Dominicana 1 x 3 Cuba (grupo A)

Porto Rico 3 x 0 Peru (grupo B)

Estados Unidos 2 x 3 Brasil (grupo B)

A seleção feminina segue fazendo bonito e segue firme na busca da medalha.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Dia dourado para a natação brasileira no Pan-americano

O Time Brasil foi espetacular nesta sexta feira, 17, nas piscinas canadenses. A começar pela primeira medalha de ouro feminina na natação nos Jogos Pan-americanos.

Foto: CBDA/Divulgação

Foto: CBDA/Divulgação

Etiene Medeiros de 24 anos, completou os 100 metros costas com o tempo de 59.61 e subiu no lugar mais alto do pódio. Pela primeira vez uma brasileira atinge tal feito, um verdadeiro marco. A medalha de prata ficou com Olivia Smoliga dos Estados Unidos e o bronze com Clara Smiddy também dos Estados Unidos.

Mas não foi apenas nos costas que Etiene foi bem. A brasileira conquistou a medalha de prata na disputa dos 50 metros nado livre com o tempo de 24.55. O ouro ficou com Arianna Vanderpool-Wallace de Bahamas com o tempo de 24.38. O bronze ficou com Natalie Coughlin do Canadá com o tempo de 24.66.

Foto: (Foto: Erich Schlegel/Reuters/globoesporte.globo.com

Foto: (Foto: Erich Schlegel/Reuters/globoesporte.globo.com

A natação masculina também conquistou ouro, ou melhor, uma dobradinha da disputa dos 100 metros peito com Felipe França levando a medalha de ouro com o tempo de 59.21, terceira melhor marca do mundo na categoria e novo recorde pan-americanos e a prata ficou com Felipe Lima com o tempo de 1.00.01 consumando o Brasil nos dois lugares mais altos do pódio.

Mas as medalhas não pararam por ai. Na disputa dos 100 metros costa, Guilherme Guido anotou o tempo de 53.35 e conquistou a medalha de prata, o ouro ficou com Nicholas Thoman dos Estados Unidos e o bronze com Eugene Godsoe também dos Estados Unidos.

Nos 400 metros estilo livre, Leonardo de Deus conquistou o bronze com 3.50.30. O ouro ficou com Ryan Cochrane do Canadá e a prata ficou com Ryan Feeley dos Estados Unidos e nos 50 metros livre, Bruno Fratus com o tempo de 21.91 ficou com a prata. O ouro na modalidade ficou com Josh Schneider dos Estados Unidos e o bronze com George Richard Bovell de Trinidad e Tobago.

A natação entra no seu último dia de disputas neste sábado, 18, e esperamos ver o Brasil mais vezes no lugar mais alto do pódio.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Seleção Feminina estréia com vitória no Handebol feminino

Foto: brasilhandebol.com.br

Foto: brasilhandebol.com.br

Nesta quinta feira, 16, a seleção feminina de handebol estreou com vitória nos Jogos Pan-americanos. O duelo foi com Porto Rico e as brasileiras se mostraram superior desde o primeiro minuto de jogo, mas quem abriu o placar foi Porto Rico que não conseguiu se segurar e rapidamente levou a virada.

O Brasil conseguiu abrir 7 x 2 mas as latinas buscaram o placar, chegando a 7 x 6. Vendo a mudança do jogo novamente as meninas brasileiras se impuseram e fecharam o primeiro tempo em 15 x 10.

Com uma postura mais agressiva o Brasil conseguiu controlar melhor as adversárias na partida e só fez ampliar a sua vantagem no placar e o resultado do segundo tempo foi de 23 x 11 para as brasileiras que fecharam o jogo em 38 x 21.

Os grandes destaques do Brasil foram Alexandra Nascimento #3 e Fernanda Silva #8, ambas com sete gols cada. Pelo lado das porto-riquenhas, Nathalys Ceballos #5 também marcou sete tentos.

As meninas do Brasil agora enfrentam o Canadá no sábado, 18,  na disputa da segunda partida do grupo A da chave feminina.

Confira os resultados da primeira rodada do Handebol feminino:

Brasil 38 x 21 Porto Rico (grupo A)

México 25 x 22 Canadá (grupo A)

Argentina 20 x 15 Uruguai (grupo B)

Chile 25 x 28 Cuba (grupo B)

A seleção masculina entra em quadra nesta sexta feira, 17, diante do Canadá na abertura do grupo A.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Em jogo complicado Brasil estreia com vitória no vôlei feminino

Foto: Sergio Dutti/Exemplus/COB

Foto: Sergio Dutti/Exemplus/COB

Se no Handebol a vitória foi tranquila na estreia, o mesmo não pode ser dito no caso da seleção feminina de vôlei. A partida que também foi contra Porto Rico, nesta quinta feira, 17, foi tensa, complicada  e extremamente difícil para as meninas brasileiras que foram derrotas no primeiro set por 25 x 23.

Atrás no placar, o Brasil mostrou o seu jogo e com boas variações, conquistou a vitória no segundo set por 28 x 26. Placar apertado para lá, placar apertado para cá, e  as meninas brasileiras entraram voando no terceiro set. Sem dar oportunidades, o terceiro set foi o mais tranquilo do jogo, 25 x 17 e 2 sets 1 para o Brasil.

Tudo se encaminhava para uma vitória brasileira  no quarto set quando Porto Rico voltou a encaixar os ataques. Sem dar oportunidades a defesa brasileiras, as latinas encostaram, viraram e fecharam o quarto set em 26 x 24, levando assim a decisão para o tie break.

No quinto e decisivo set, as meninas brasileiras começaram bem. Dominaram o placar logo de cara abrindo uma vantagem de quatro pontos e com uma boa administração, o Brasil fechou o set em 15 x 10 e a partida em 3 sets 2.

O Brasil que esta no grupo B do vôlei feminino encara o Peru na segunda rodada da competição no próximo sábado, 18.

Confira os resultados do vôlei feminino:

Brasil 3 x 2 Porto Rico (grupo B)

Argentina 3 x 0 Cuba (grupo A)

Canadá 3 x 0 República Dominicana (grupo A)

Estados Unidos 3 x 0 Peru (grupo B)

A seleção masculina de vôlei entra em quadra nesta sexta feira, 17, diante da Colômbia em partida válida pelo grupo A  da competição.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Seleção Masculina de polo disputa o ouro nos Jogos Pan-americanos. Feminino disputa o Bronze.

Foto: CBDA/Divulgação

Foto: CBDA/Divulgação

A fase da seleção brasileira masculina de polo é ótima. Na noite desta segunda feira, 13, os brasileiros enfrentaram a Argentina e conquistaram o direito de disputar o ouro após vencerem a partida por 15 x 9.

Nos dois primeiros tempos da partida, o Brasil comandou o jogo, vitórias por 3 x 1 e 4 x 1 respectivamente e abriram uma bela vantagem para o terceiro tempo do jogo. Na terceira parte, o Brasil manteve o ritmo, mas a Argentina começou a pressionar mais, contudo, uma nova vitória brasileira 4 x 2 deixou a equipe nacional mais tranquila para o quarto e último tempo.

Não restava outra coisa para os argentinos a não ser ir para o tudo ou nada. E o quarto tempo foi bem aberto defensivamente com os vizinhos sul-americanos vencendo essa parte do jogo por 5 x 4, placar que não foi suficiente para a virada e a vitória brasileira por 15 x 9 foi consumada.

Os destaques brasileiros foram Adrin Delgado, Felipe Rocha e Josip Vrlic com três gols cada, na Argentina, Ivan Carabantes, também com três gols foi o artilheiro do jogo.

Com esse triunfo o Brasil seu invicto na disputa e vai enfrentar os Estados Unidos na final. Os americanos venceram o Canadá por 9 x 8 em uma partida duríssima. A disputa das medalhas na categoria masculina do polo aquático acontece nesta quarta feira, 15 de julho.

Feminino disputa o bronze

A seleção feminina de polo disputará o bronze nesta terça feira, 14, diante de Cuba. As brasileiras não conseguiram segurar a força das americanas e acabaram derrotadas por 16 x 3, Marina Aranha, Helene Badocco e Melani Dias marcaram os tentos brasileiros.

A final conta com o duelo entre Estados Unidos x Canadá que derrotaram as cubanas por 14 x 7. Ambas as disputas de medalhas acontecem nesta terça feira.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan