F1 – GP DOS ESTADOS UNIDOS DE 1990 – ALESI BRILHA E SENNA VENCE

Phoenix 90 7.1

Foto: The Cahier Archive

A F-1 começava a temporada de 1990 com Ayrton Senna completamente focado na conquista do bicampeonato, título que que acabou escapando após polêmico GP de Suzuka do ano anterior. O brasileiro precisava evitar ao máximo os abandonos que acabaram pesando na decisão em 1989.

Em 1990, muitas estreias marcaram o primeiro Grande Prêmio do ano. Na McLaren, Ayrton Senna ganhava novo companheiro: era Gerhard Berger. Pilotos experientes como Nelson Piquet e Alain Prost também desfilavam em novas equipes: o brasileiro, pela Benetton e o francês, pela Ferrari.

Os treinos foram marcados pela surpreendente chuva que caiu no deserto do Arizona no sábado, fazendo valer apenas os tempos de sexta-feira. Por isso, Berger conseguiu a pole position, seguido da Minardi de Pierluigi Martini e da Dallara de Andrea de Cesaris, duas grandes zebras. Ayrton Senna sairia na terceira fila, ao lado de Piquet. Senna não ficava de fora da primeira fila desde o GP de Silverstone em 1988, mas no domingo a “normalidade “voltou a tomar conta da F-1, com mais um belo show do piloto brasileiro.

No momento da largada, Berger foi surpreendido por Alesi, que disparou da quarta posição para a liderança. O piloto da Tyrrell, que também debutava como piloto oficial, foi o grande destaque da corrida, ao liderar com competência durante 34 voltas. Senna pulou de quinto para terceiro logo nas primeiras voltas e permaneceu na cola de Berger por mais cinco voltas.

Na nona volta, Ayrton aproveitou um erro de seu novo companheiro, que acabou encontrando a barreira de pneus, e assim assumiu a segunda colocação. Agora, era hora partir pra cima do francês, só que desta vez o jovem Alesi, e não Prost. Apesar da pouca experiência na categoria, Alesi vendeu caro a liderança.

Quando Ayrton Senna chegou no Alesi, sentiu que o francês gastava os pneus em demasia e começou a pressioná-lo.

Foi o melhor momento da corrida. Ayrton Senna intensificou a perseguição, e na volta 34, ultrapassou Alesi no fim da reta principal. O que o brasileiro não previu é que Alesi iria dar o troco na curva seguinte, com a manobra em xis.

Na volta seguinte, o brasileiro não perdoou: depois de frearem juntos na mesma curva, Ayrton Senna embicou a McLaren por dentro e ainda acenou dizendo “adeus” ao bravo Alesi. O francês até ameaçou o mesmo troco, mas dessa vez Senna não deu espaço e fechou a porta para o francês.

No dia das estreias, era novamente Ayrton Senna o vencedor de mais uma corrida.

No pódio, Jean Alesi brincou: “Na próxima é você quem leva o adeus”. Thierry Boutsen foi o terceiro e Nelson Piquet o quarto colocado.

Após o final da prova, Ayrton comentou sobre a corrida e elogiou o novato Alesi. “Fiquei impressionado com a maneira como ele (Alesi) estava dirigindo. Ele manteve uma trajetória limpa, mas estava muito determinado. Foi exatamente o tipo de corrida que eu gosto”.

Já o seu tradicional rival francês, Prost, largou em sétimo e teve problemas com o motor da Ferrari quando sustentava a quarta colocação na prova.

Classificação final:

1) Ayrton Senna (Brasil) – McLaren-Honda / 1:52:32.829

2) Jean Alesi (França) – Tyrrell-Ford / + 8.685

3) Thierry Boutsen (Bélgica) – Williams-Renault / + 54.080

4) Nelson Piquet (Brasil) – Benetton-Ford / + 1:08.358

5) Stefano Modena (Itália) – Brabham-Judd / + 1:09.503

6) Satoru Nakajima (Japão) – Tyrrell-Ford / + 1 volta

7) Pierluigi Martini (Itália) – Minardi-Ford / + 1 volta

8) Éric Bernard (França) – Lola-Lamborghini / + 1 volta

9) Riccardo Patrese (Itália) – Williams-Renault / + 1 volta

10) Michele Alboreto (Itália) – Arrows-Ford / + 2 voltas

11) Alessandro Nannini (Itália) – Benetton-Ford / + 2 voltas

12) Bernd Schneider (Alemanha) – Arrows-Ford / + 2 voltas

13) Roberto Moreno (Brasil) – Euro Brun-Judd / + 5 voltas

14) Maurício Gugelmin (Brasil) – Leyton House-Judd / + 6 voltas

Curiosidades

 485º GP

 21ª vitória para Ayrton Senna

 10° melhor volta para Gerhard Berger

 1° podium para Jean Alesi

 81ª vitória para McLaren

 190° podium para McLaren

 53ª vitória para Honda como construtor de motor.

 72 voltas x 3.798 km – 273.456 km

 Pole Position: Gerhard Berger

 Volta mais rápida: Gerhard Berger, 01:31.050

Por Luiz Morelo para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

“Dream Team” começa caminhada para o ouro olímpico de forma tranquila

antony

Foto: Reprodução/Facebook USA Basketeball – Oficial

A seleção norte americana de basquete masculino começou a caminhada para o ouro dos Jogos Olímpicos do Rio-2016 de forma tranquila e calma. Na estréia uma vitória sem show, mas convincente sobre a China pelo placar de 119 x 62.

Já na segunda partida, os americanos enfrentaram a Venezuela, tiveram que mostrar se potencial no primeiro quarto, afinas os sul-americanos correram muitos e o placar final do primeiro quarto ficou em 18 x 18. Mas sem grandes dificuldades no segundo quarto, os Estados Unidos marcaram 30 x 8 e caminharam para  mais uma vitória esmagadora, 113 x 69, placar final. O cestinha da partida foi Paul George com 20 pontos.

A caminhada americana em busca do 15° ouro no basquete masculino segue na próxima quarta feira, (10), diante da Austrália, que está empatada com o Dream Team na liderança do grupo A com duas vitórias em dois jogos.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

 

Seleção Olímpica é conovocada

Foto: pt.wikipedia.org

Foto: pt.wikipedia.org

A Seleção Brasileira Olímpica foi convocada nesta sexta feira, 30, para os duelos amistosos diante dos Estados Unidos nos dias 11 e 15 de novembro. As partidas serão realizadas em Recife e Belém respectivamente.

O Brasil que vence de duas goleadas 6 x 0 sobre a República Dominicana e 5 x 1 sobre o Haiti tem a mesma formação base e como as partidas acontecem nas datas próximas as eliminatórias, os clubes não serão afetados.

Confira os convocados:

Goleiros:
Ederson – Benfica
Uilsson – Atlético Mineiro

Zagueiros:
Lucão – São Paulo
Marlon – Fluminense
Doria – Granada/ESP
Rodrigo Ely – Milan/ITA

Laterais:
Douglas Santos – Atlético Mineiro
Fabinho – Mônaco/FRA
Zeca – Santos
Wendell – Bayer Leverkusen/ALE

Meias:

Fred – Shakhtar Donetsk/UCR
Lucas Silva – Olympique de Marseille/FRA
Rodrigo Caio – São Paulo
Valdivia – Internacional
Gustavo Scarpa – Fluminense
Walace – Grêmio
Felipe Anderson – Lazio/ITA

Atacantes:
Gabriel – Santos
Luan – Grêmio
Gabriel Jesus – Palmeiras
Vinícius Araújo – Cruzeiro
Kenedy – Chelsea/ING

A novidade fica por conta de Scarpa do Fluminense que não esteve presente nos dois últimos jogos da seleção. O técnico Rogério Micale sabe que tem uma grande responsabilidade com essa equipe.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Hamilton é tricampeão mundial de F1

Foto: facebook.com/fia/photos

Foto: facebook.com/fia/photos

Neste final de semana Lewis Hamilton sagrou-se tricampeão mundial de Fórmula 1 ao vencer o GP dso Estados Unidos. O inglês contou com um erro de seu companheiro de equipe, Nico Rosberg na 49° volta para assumir a ponta e levantar o caneco mais uma vez.

A corrida em solo americano foi uma das melhores, para não dizer a melhor da temporada 2015, com muitas disputas nas primeiras posições envolvendo as duas Mercedes e as duas RBR. Com sorte de campeão, Hamilton contou, além do erro de Rosberg, a batida de Kvyat e o final de corrida ruim de Ricciardo, sem contar é claro com o terceiro lugar de Vettel, que trocou o motor e terminou a corrida na terceira posição.

As Williams acabaram ficando pelo caminho. Bottas teve problemas no inicio da prova e Massa após ser tocado na largada também deixou a pista mais cedo. Já Nasr da Sauber que realizou cinco paradas nos boxes e ainda foi tocado pelo seu companheiro de equipe Marcus Ericsson que veio a abandonar a disputa mais a frente. Nasr ficou com o nono lugar no final da corrida e somou mais dois pontos na classificação.

Foto: facebook.com/MercedesAMGF1

Foto: facebook.com/MercedesAMGF1

Confira a classificação final do GP dos Estados Unidos:

1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
3: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
4: Max Verstappen (HOL/Toro Rosso)
5: Sergio Pérez (MEX/Force India)
6: Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso)
7: Jenson Button (ING/McLaren)
8: Pastor Maldonado (VEN/Lotus)
9: Felipe Nasr (BRA/Sauber)
10: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
11: Fernando Alonso (ESP/McLaren)
12: Alexander Rossi (EUA/Manor Marussia)

Não completaram:
Daniil Kvyat (RUS/Red Bull)
Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
Marcus Ericsson (SUE/Sauber)
Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
Felipe Massa (BRA/Williams)
Valtteri Bottas (FIN/Williams)
Will Stevens (ING/Manor Marussia)
Romain Grosjean (FRA/Lotus)

Esse foi o 10° triunfo de Hamilton na temporada 2015 da F1 e com isso atingiu a marca de 327 pontos e já não pode ser mais alcançado por Vettel que atualmente soma 251 e por Rosberg que tem 247, e é ai que se concentra todos os focos do campeonato daqui em diante, pois com campeão de construtores definido, Mercedes, e campeão de pilotos definidos, Hamilton, pouco sobra para as três últimas etapas da categoria.

Os brasileiros estão na metade do pelotão, Felipe Massa da Williams é o sexto colocado com 109 pontos e Felipe Nasr da Sauber é o 13° com 27 pontos. A próxima etapa da categoria acontece no dia 1° de novembro no México, no circuito de Hermanos Rodriguéz.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

NBA divulga calendário para a temporada 2015/2016

Foto: ahebrasil.com.br

Foto: ahebrasil.com.br

Na última quarta feira, 12, a NBA divulgou o calendário da temporada 2015/2016 da maior liga de basquete do mundo. O atual campeão, o Golden State Warriors fará sua estréia em casa diante do New Orleans Pelicans no dia 27 de outubro e no mesmo dia, o atual vice-campeão, o Cleveland Cavaliers enfrenta o Chicago Bulls que joga em casa.

Fechando o primeiro dia de disputas, o Atlanta Hawks, equipe do brasileiro Spitter vai jogar em casa diante do Detroit Pistons.

Confira a primeira rodada da NBA:

Dia 27/10

Detroit Pistons x Atlanta Hawks*
Cleveland Cavaliers x Chicago Bulls*
New Orleans Pelicans x Golden State Warriors*

Dia 28/10:

Washington Wizards x Orlando Magic*
Philadelphia 76ers x Boston Celtics*
Chicago Bulls x Brooklyn Nets*
Utah Jazz x Detroit Pistons*
Charlotte Hornets x Miami Heat*
Indiana Pacers x Toronto Raptors*
Denver Nuggets x Houston Rockets*
Cleveland Cavaliers x Memphis Grizzlies*
New York Knicks x Milwaukee Bucks*
San Antonio Spurs x Oklahoma City Thunder *
Dallas Mavericks x Phoenix Suns*
New Orleans Pelicans x Portland Trail Blazers*
Los Angeles Clippers x Sacramento Kings*
Minnesota Timberwolves x Los Angeles Lakers*

*equipes que jogam em casa.

Mas uma temporada com promessa de casa cheia e muitas disputas no basquete americano. E ai alguém arrisca o campeão?

Curta: http://www.facebook.com/templososesportes

por: Matheus Furlan

 

Brasil vence Estados Unidos no basquete e enfrenta Dominicana na semifinal

Foto: William Lucas/Vipcomm/gazetaesportiva.net

Foto: William Lucas/Vipcomm/gazetaesportiva.net

A seleção brasileira de basquete masculino segue muito bem no Pan-americano. Após uma grande vitória sobre a Venezuela por 79 x 64, o Time Brasil enfrentou os Estados Unidos na busca da primeira colocação do grupo A da disputa.

No primeiro quarto jogo aberto e franco e o Brasil conquistou a vitória parcial por 24 x 17. Na segunda parte do jogo o equilíbrio continuou e o Brasil seguiu comandando o placar e conseguiu ampliar a sua vantagem em mais dois pontos após vencer por 23 x 21.

No terceiro quarto o Brasil sobrou em quadra e Benite, acertando tudo foi o grande nome da equipe brasileira que venceu a terceira parte por 29 x 18. No quarto quarto o time do Brasil relaxou após abrir uma grande vantagem no placar e os americanos começaram a se aproximar perigosamente na pontuação.

O Brasil acordou no final do quarto, voltou a se acertar na defesa e pontuar, mas os Estados Unidos não desanimaram e voltaram a envolver a equipe brasileira e a reduzir a diferença do placar. Os americanos venceram o quarto final por 26 x 18, mas a partida terminou em 93 x 83 para o Brasil que garantiu o primeiro lugar do grupo A e vai enfrentar a Republica Dominicana nas semifinais nesta sexta feira, 24.

O cestinha da partida foi Benite #8 (foto) com 34 pontos na partida, mas uma grande atuação do jogador brasileiro.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Brasil deve jogar duas vezes em setembro

Foto: Rafael Ribeiro / CBF / cbf.com.br

Foto: Rafael Ribeiro / CBF / cbf.com.br

Após o vexame na Copa América, a Seleção Brasileira deve realizar duas partidas no mês de setembro. A primeira deve ser o Super Clássico das Américas diante da Argentina no dia 5 de setembro, mas de acordo com Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF, ainda não esta acertado por contrato.

A segunda partida deve acontecer no dia 8 de setembro diante dos Estados Unidos que vem em uma crescente no futebol e deve ser um páreo duro para os brasileiros.

O Brasil que caiu nas penalidades diante do Paraguai após empate em 1 x 1 deve utilizar Neymar que ainda tem uma punição de dois jogos para cumprir, punição imposta pela Conmebol, mas que deve ser  encerrada na disputa das eliminatórias  para a Copa do Mundo de 2018. As vagas para o Mundial começam a ser disputadas no mês de outubro.

Esperamos que o Brasil possa ao menos fazer jus a sua história, porque o futebol esta complicado.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Fabiana Murer é ouro no Estados Unidos

Foto: facebook.com/FabianaMurerOficial/photos/

Foto: facebook.com/FabianaMurerOficial/photos/

Que fase maravilhosa vive Fabiana Murer. A brasileira conquistou a medalha de ouro no salto com vara da etapa de Nova York nos Estados Unidos da Liga Diamante.

Na tarde de sábado, 13, a brasileira saltou 4,80m e conquistou  o primeiro lugar, a grega  Nikoleta Kiriakopoulou ficou com a prata ao saltar os mesmo 4,80m, mas como a brasileira alcançou a marca primeiro ficou com primeiro posto. A medalha de bonze ficou com americana Jennifer Suhr ao saltar 4,54m.

A disputa entre a brasileira e a grega foi bem acirrada, mas a brasileira fez valer a sua experiencia. Murer ainda tentou transpassar o sarrafo com 4,86m de altura mas falhou em suas três tentativas.

A próxima competição de Fabiana Murer é a etapa de Paris da Liga Diamante que acontece no dia 10 de julho, logo depois a brasileira segue para o Canadá onde disputa os Jogos Pan-Americanos.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan 

César Cielo conquista três medalhas nos Estados Unidos

Foto: diarioonline.com.br

Foto: diarioonline.com.br

Neste final de semana foi realizado o Grand Prix de Natação de Charlotte, nos Estados Unidos e o brasileiro se deu muito bem e conquistou três medalhas na disputa, sendo um ouro e duas pratas.

O ouro veio nos 50 metros borboleta  ao anotar o tempo de 23s26 em segundo lugar ficou Tim Phillips e em terceiro Sean Fletcher ambos dos Estados Unidos.  Na disputa dos 50 metros livre, Cielo ficou com o segundo posto ao anotar o tempo de 22s05. O primeiro posto ficou com Josh Schneider  e o terceiro posto com  Nathan Adrian.

A terceira medalha de Cielo veio com revezamento 4×100 livre, Cielo que teve ao seu lado Bruno Fratus, Marcelo Chierighini e Matheus Santana que marcaram o tempo de 3m17s56, em primeiro lugar ficou a equipe da Itália e o terceiro posto ficou com a equipe dos Estados Unidos.

Os brasileiros seguem a sua preparação para os Jogos Pan-americanos que acontecem em Toronto no Canadá.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Fittipaldi vence 12 Horas de Sebring

Foto: diariomotorsport.com.br

Foto: diariomotorsport.com.br

No último final de semana, o Christian Fittipaldi tornou o primeiro brasileiro a vencer as 12 Horas de Sebring nos Estados Unidos. A corrida que teve a sua 63° edição assistiu a vitória do Chevrolet Corvette DP #5 da equipe Action Express Racing, de Fittipaldi do português João Barbosa e do francês Sébastien Bourdais.

Nas montadoras faziam 50 anos que a montadora não conquistava a vitória na disputa. A batalha da equipe foi difícil, ao todo foram 340 vitórias com um total de 14 pits stops e a equipe do modelo #5 venceu com certa facilidade no final conseguindo ficar uma volta a frente do segundo colocado,

Confira os 10 primeiros colocados das 12 Horas de Sebring:

Foto: amigosdavelocidade.uol.com.br

Foto: amigosdavelocidade.uol.com.br

1º) J. Barbosa/C. Fittipaldi/S. Bourdais (Action Express/Corvette DP), 340 voltas
2º) R. Taylor/J. Taylor/M. Angelelli (WTR/Corvette DP), a 1 volta
3º) R. Westbrook/M. Valiante/M. Rockenfeller (Visit Florida/Corvette DP), a 1 volta
4º) J. Hand/S. Pruett/S. Dixon (Ganassi/Riley-Ford DP), a 1 volta
5º) E. Curran/D. Cameron/M. Papis (Action Express/Corvette DP), a 2 voltas
6º) M. Guasch/A. Palmer/T. Kimber-Smith (PR1-Mathiasen/Oreca FLM09), a 6 voltas
7º) J. Bennett/C. Braun/J. Gue (CORE autosport/Oreca FLM09), a 6 voltas
8º) T. Krohn/N. Jonsson/O. Pla (Krohn/Ligier-Judd), a 6 voltas
9º) J. Mee/J. French/C. Daly (Performance Tech/Oreca FLM09), a 7 voltas
10º) J. Magnussen/A. García/R. Briscoe (Corvette/Corvette C7.R), a 10 voltas

Outros três brasileiros disputaram a prova, Oswaldo Negri Jr e Bruno Junqueira abandonaram a prova, sendo que o primeiro sofreu um forte acidente, Augusto Farfus terminou a disputa na oitava posição na categoria GT.

Um grande resultado para Fittipaldi e para o automobilismo brasileiros que segue com boas perspectivas para a temporada de 2015 no automobilismo mundial.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan