Se aposentou…

Foto: motortrend.com

Foto: motortrend.com

Após anos de dedicação, títulos, vitórias e ultrapassagens o escocês Dario Franchitti, 40, anunciou sua aposentadoria do automobilismo nesta quinta feira. O piloto da Chip Ganassi sofreu um forte acidente na penúltima etapa do campeonato da Fórmula Indy em Houston quando bateu com violência na traseira do carro de Takuma Sato e acabou se chocando com o alambrado. Franchitti sofreu uma lesão no tornozelo do pé direito e uma grave lesão na coluna e foi isso que o motivou a parar. Confira o acidente na última volta do GP de Houston:

 

“Desde meu acidente em Houston, estive sob cuidados de alguns médicos e enfermeiras, que fizeram minha saúde, segurança e recuperação o topo de suas prioridades. Sou eternamente grato por toda a atenção que recebi pelas últimas semanas. Gostaria também de agradecer minha família e amigos por todo o apoio”“Um mês após o acidente, e baseado em todos os conselhos dos especialistas que me trataram e de minhas lesões na cabeça e espinha após o acidente, em suas opiniões médicas, o melhor é que eu pare de correr. Eles deixaram claro que os riscos envolvidos são muito grantes e podem prejudicar minha saúde no futuro. Então, decidi parar”“Correr tem sido minha vida por 30 anos e é muito difícil imaginar que agora acabou. Estava realmente ansioso para a temporada 2014 com a Chip Ganassi, com o objetivo de vencer uma quarta vez as 500 Milhas de Indianápolis e conquistar um pentacampeonato” afirmou o piloto que chegou a Fórmula Indy em 2002. Ele tem em seu cartel 256 GPs com 31 vitórias, 92 pódios é tetracampeão da categoria, 2007, 2009, 2010 e 2011, tricampeão das 500 Milhas de Indianápolis venceu em 2007, 2010 e 2012.

Foto: latimesblogs.latimes.com

Foto: latimesblogs.latimes.com

“Gostaria de agradecer a todos os meus adversários, companheiros de equipe, todo o time e os patrocinadores pelo apoio incrível ao longo desta carreira incrível. Também gostaria de agradecer à Hogan, à Green e à Andretti-Green, pelas oportunidades para competir, e, especialmente, à Chip Ganassi, que se tornou como uma família para mim desde que me juntei a eles, lá em 2008. Eu seria descuidado se não agradecesse a todos os meus fãs ao redor do mundo. Não posso agradecer vocês o suficiente por continuarem ao meu lado por todos esses anos. Eu vou sempre me lembrar do tempo em que corri na CART e na Indy com memórias carinhosas e os relacionamentos que construí no esporte vão durar a vida toda” afirmou ainda Franchitti que no ano que vem teria como companheiro de equipe o brasileiro Tony Kanaan além do atual campeão  da categoria Scott Dixon.

É uma lenda do automobilismo que deixa a carreira, e ele eta certo vice no limite e espero que se recupere plenamente. Claro que sentiremos falta deste grande piloto, mas ele esta na história e nuca se aposentará de lá. Tudo de melhor para você Franchitti!

Curta nossa página no Faceboook. http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Anúncios