Basquete e vôlei masculino disputam o ouro no Pan-americano

Foto: John David Mercer/ Reuter/globoesporte.globo.com

Foto: John David Mercer/ Reuter/globoesporte.globo.com

O Brasil segue muito bem nos esportes coletivos dos Jogos Pan-americanos de Toronto no Canadá. Após a medalha de ouro no handebol feminino e esta na final do handebol masculino contra a Argentina, o basquete e o vôlei masculino também se garantiram na disputa do ouro.

No basquete o Time Brasil teve uma partida dura e equilibrada diante da República Dominicana. No primeiro quarto os brasileiros anotaram 18 x 12 e se mantiveram bem na quadra para a sequencia da disputa onde conseguiram segurar o empate por 17 x 17 no segundo quarto.

Com seis pontos de vantagem no placar o Brasil esperou os adversários que voltaram determinados do intervalo e conquistaram uma grande vitória por 21 x 15 no terceiro quarto. A partida iniciou o quarto quarto empatada em 50 x 50 e ai os brasileiros foi ais efetivos nos arremessos e marcaram novamente 18 x 12 e fecharam a partida em 68 x 62.

Vitor Benite com 18 pontos foi o cestinha da partida. Na disputa pelo ouro que acontece neste sábado, 25, o Brasil enfrenta o Canadá que derrotou os Estados Unidos nas semifinais por 111 x 108.

Foto: Inovafoto/CBV

Foto: Inovafoto/CBV

Vôlei na final contra a Argentina

Da mesma forma que no handebol o Brasil vai enfrentar a Argentina na decisão do vôlei masculino. O Time Brasil não teve grandes dificuldades para superar Porto Rico nas semifinais nesta sexta feira, 24.

Com parciais de 25 x 16, 25 x 17 e 25 x 23, fazendo assim 3 sets 0.  Os brasileiros que alternaram momentos altos e baixos durante a competição venceram os argentinos na primeira fase na competição por 3 sets 0. O Time Brasil é favorito para a conquista da medalha de ouro.

O vôlei feminino disputa a medalha de ouro diante dos Estados Unidos nesta sábado, 25.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Anúncios

Seleção Masculina de polo disputa o ouro nos Jogos Pan-americanos. Feminino disputa o Bronze.

Foto: CBDA/Divulgação

Foto: CBDA/Divulgação

A fase da seleção brasileira masculina de polo é ótima. Na noite desta segunda feira, 13, os brasileiros enfrentaram a Argentina e conquistaram o direito de disputar o ouro após vencerem a partida por 15 x 9.

Nos dois primeiros tempos da partida, o Brasil comandou o jogo, vitórias por 3 x 1 e 4 x 1 respectivamente e abriram uma bela vantagem para o terceiro tempo do jogo. Na terceira parte, o Brasil manteve o ritmo, mas a Argentina começou a pressionar mais, contudo, uma nova vitória brasileira 4 x 2 deixou a equipe nacional mais tranquila para o quarto e último tempo.

Não restava outra coisa para os argentinos a não ser ir para o tudo ou nada. E o quarto tempo foi bem aberto defensivamente com os vizinhos sul-americanos vencendo essa parte do jogo por 5 x 4, placar que não foi suficiente para a virada e a vitória brasileira por 15 x 9 foi consumada.

Os destaques brasileiros foram Adrin Delgado, Felipe Rocha e Josip Vrlic com três gols cada, na Argentina, Ivan Carabantes, também com três gols foi o artilheiro do jogo.

Com esse triunfo o Brasil seu invicto na disputa e vai enfrentar os Estados Unidos na final. Os americanos venceram o Canadá por 9 x 8 em uma partida duríssima. A disputa das medalhas na categoria masculina do polo aquático acontece nesta quarta feira, 15 de julho.

Feminino disputa o bronze

A seleção feminina de polo disputará o bronze nesta terça feira, 14, diante de Cuba. As brasileiras não conseguiram segurar a força das americanas e acabaram derrotadas por 16 x 3, Marina Aranha, Helene Badocco e Melani Dias marcaram os tentos brasileiros.

A final conta com o duelo entre Estados Unidos x Canadá que derrotaram as cubanas por 14 x 7. Ambas as disputas de medalhas acontecem nesta terça feira.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Buemi vence em Mônaco com Di Grassi em 2° e Piquet em 3°

Foto: .fiaformulae.com

Foto: .fiaformulae.com

Neste final de semana foi realizada o e-Prix de Mônaco da Fórmula E. Na pole position Buemi que conseguiu se manter na primeira posição e trouxe junto com ele o brasileiro Lucas Di Grassi mas no meio do pelotão um grande acidente envolvendo Daniel Abt, Bruno Senna e pelo menos mais seis pilotos que conseguiram trocar de carro.

Após a saída do Safety Car, Piquet foi para cima de d’Ambrosio e após tentar na a ultrapassagem na reta de chegar, o brasileiro conseguiu uma grande manobra no miolo do circuito e assumiu a terceira posição atrás de Buemi e Di Grassi primeiro e segundo respectivamente.

Após o primeiro incidente a corrida de acalmou sem muitas ultrapassagens, como já era de se esperar em Mônaco, e as voltas foram se passando e sempre com Buemi em primeiro, Di Grassi em segundo e Piquet em terceiro.

Di Grassi foi o primeiro a ir para os boxes para a troca de carro enquanto Buemi e Piquet continuaram na pista. Na voltas seguintes os lideres pararam e ai todos começaram a aguardar como ficaria a corrida após as trocas de carros.

Após a parada os três primeiros se mantiveram nas primeiras posições com Buemi que soube segurar Di Grassi na luta pela liderança e Piquet ficou em terceiro, que se viu apertado por Sam Bird que assumiu o quarto lugar.

A corrida ganhou emoção após as paradas com muitas tentativas de ultrapassagens, mas mudanças de posições que é bom mesmo nenhuma no pelotão da frente.Piquet pressionado por Bird e Di Grassi pressionando Buemi seguiam da mesma forma. A disputa esquentou quando Piquet se aproximou de Di Grassi e partiu para o ataque pela luta pela segunda posição faltando cinco voltas para o término da prova.

Apesar de toda a pressão, Buemi se tornou o primeiro piloto a conquistar duas vitórias na Fórmula E após o triunfo em Mônaco, Lucas Di Grassi ficou com o segundo posto e Nelson Piquet Jr ficou com o terceiro lugar.

Foto: AFP / gazetaesportiva.net

Foto: AFP / gazetaesportiva.net

Confira a classificação final do e-Prix de Mônaco:

1° Sébastien Buemi

2° Lucas Di Grassi

3° Nelson Piquet Jr.

Sam Bird

Jerome  d’Ambrosio

Nicolas Prost

Stépahane Sarrazin

Charles Pic

Antônio Felix da Costa

10° Nick Heidfeld

Campeonato

Com o segundo lugar, Lucas Di Grassi  se mantém na liderança com 93 pontos,  em segundo lugar aparece Nelson Piquet Jr com 89 pontos, na terceira posição Sebastien Buemi com 83 pontos. Nicolas Prost é o quarto colocado com 77 pontos. Bruno Senna é o 10° colocado com 28 pontos conquistados.

A próxima corrida da categoria acontece no dia 23 de maio em Berlin na Alemanha.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Mogi vence e empara a série em 2 – 2

Foto: Ryan Reid / Divulgação / lnb.com.br

Foto: Ryan Reid / Divulgação / lnb.com.br

A disputa dos playoffs do NBB 7 não esta devendo para ninguém. O duelo entre Macaé Basquete e Mogi das cruzes mostrou bem isso. E na realização da quarta partida da série, que estava em 2 – 1 para os cariocas a emoção e a disputa foram espetaculares.

No primeiro quarto os donos da casa se mostraram bem a vontade e afim de fazer história, uma vez que o Macaé busca  a classificação inédita para as semifinais, o placar de 21 x 16 aninou a torcida mas o Mogi mostrou porque tem um dos melhores elencos do NBB 7 e foi a luta no segundo quarto.

A segunda parte da partida foi totalmente diferente da primeira. O Mogi foi muito bom na defesa e melhor ainda no ataque e conseguiu anotar sonoros 28 x 12, tirando assim o cinco pontos de desvantagem e colocando 11 a frente no placar.

A pós o descanso e precisando do resultado, o Macaé foi para cima e a partida ficou aberta, tudo o que os paulistas queriam, desta forma, as equipes mostraram suas melhores armas e o Mogi das Cruzes saiu mais uma vez vencedor, desta vez pelo placar de 32 x 24, abrindo uma diferença de 19 pontos. O quarto quarto foi mais tranquilo. Os visitantes apenas administraram a vantagem enquanto os donos da casa buscavam em vão, meios de reverter o placar. O resultado final do quarto quarto de 16 x 15 a favor do Macaé consolidou a vitória do Mogi por 91 x 73 que desta forma empatou a série em 2 – 2 forçando assim a quinta partida que acontece na segunda feira, 4 de maio, às 20 horas em Mogi das Cruzes.

O cestinha da partida foi Shamell #24 do Mogi das Cruzes com 32 pontos na partida, pelos lados do Macaé, Eddy #33 com 17 pontos foi o destaque da equipe.

Confira os últimos resultados do NBB 7:

Brasília 76 x 89 Limeira (Limeira classificado, venceu a série por 3 – 1)

São José 81 x 76 Flamengo (série empatada em 2 – 2)

Franca 67 x 75 Bauru (série em 2 -1 Bauru)

Macaé Basquete 73 x 91 Mogi das Cruzes (série empatada em 2 -2)

Confira os próximos jogos do NBB 7:

sábado, 02/5:

Franca x Bauru, às 17 horas em Franca;

segunda feira, 04/5:

Mogi das Cruzes x Macaé Basquete, às 20 horas em Mogi das Cruzes;

terça feira, 05/5:

Flamengo x São José, às 21 horas no Rio de Janeiro.

O Bauru pode se garantir hoje nas semifinais do NBB 7 caso vença o Franca fora de casa, fato que não será fácil de ser realizado.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Seleção Brasileira de Basquete conhece adversário do Pré-Olímpico

Foto: torcidabahia.com

Foto: torcidabahia.com

Nesta quarta feira, 25, o Brasil conheceu os adversários da primeira fase do Torneio Pré-Olímpico que será realizado no México entre os dias 25 de agosto e 6 de setembro.

A competição que garante os dois primeiros colocados nas Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016  é bem disputada. O Brasil ficou no grupo A enquanto os maiores rivais, os argentinos ficaram no grupo B:

Grupo A: Brasil, México, República Dominicana, Uruguai e Panamá.

Grupo B: Argentina, Porto Rico, Venezuela, Cuba e Canadá.

A sequencia dos confrontos ainda não tem datas nem adversários definidos. Ao todo quatro equipes de cada grupo se classificam para a segunda fase, onde será montado um único grupo e as equipes enfrentaram os adversários do outro grupo, ou seja, o Brasil passando para a segunda fase vai enfrentar na mesma as equipe que estavam no grupo B.

As quatro melhores equipes da segunda fase disputam as semifinais e os dois melhores a final, já garantidos nas Olimpíadas. As equipe que ficarem na terceira, quarta e quinta colocação terão a chance de se classificar para a competição mundial disputando o Pré-Olímpico Mundial.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Sem dificuldades, Hamilton vence, Massa é 4° e Nasr é 5°.

Foto: Getty Images / grandepremio.uol.com.br

Foto: Getty Images / grandepremio.uol.com.br

A largada do GP da Austrália da F1 foi emocionante. Com Bottas com uma lesão nas costas, Magnussen que viu o seu motor explodir, Kvyat que teve problemas na caixa de câmbio e as duas Manor Marussia que não conseguiram se acertar apenas 15 carros largaram, o menor grid desde o GP de San Marino em 1982.

Foto: Srdjan Suki / EFE / globoesporte.globo.com

Foto: Srdjan Suki / EFE / globoesporte.globo.com

Na largada tudo limpo  para os primeiros colocados mas no pelotão intermediário muita disputa e Nasr #12 foi para cima do dos oponentes e conseguiu se posicionar bem mas acabou tocado por Raikkonen #7 e o brasileiro acabou tocando em Maldonado #13 da Lotus, o venezuelano rodou e foi parar no muro logo na primeira volta, safety car na pista na Austrália.

Antes da relarga, Gorsjean #8 da Lotus foi chamado para os boxes e recolheu o seu modelo. Com apenas 13 carros na pista os carros voltaram para a corrida e mais uma vez os primeiros se mantiveram mas com Vettel #5 atacando Massa na luta pela terceira posição e Nasr conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Sainz Jr #55 e assumiu a quinta posição.

Na 22° volta, Felipe Massa fez a sua primeira parada na corrida e acabou por perder posições para Vettel, Nasr e Ricciardo e voltou na sexta colocação, a essa altura a liderança era da Hamilton seguido por Rosberg, as Mercedes fazendo uma corrida com sobras na Austrália.

Nas voltas seguintes Vettel fez a sua parada e conseguiu se manter a frente de Massa, Sainz Jr também fez a sua parada e teve problemas, Hamilton, Nasr e Rosberg também fizeram suas paradas.

Na altura da voltas 29 Hamilton seguia na liderança, Rosberg em segundo e logo em seguida Vettel, Massa e Raikkonen. Outro a abandonar a prova foi o jovem Verstappen da Toro Rosso com problemas de motor.

As disputas na pista eram poucas com Perez e Sainz Jr no final do pelotão e com a aproximação de Ricciardo a Nasr, batalha pela sexta colocação. Logo após a sua segunda parada foi a vez de Raikkonen da Ferrari abandonar, o finlandês foi obrigado a parar porque a roda traseira esquerda de seu carro estava solta e com isso apenas 11 carros estavam na disputa.

Foto: Srdjan Suki / EFE / globoesporte.globo.com

Foto: Srdjan Suki / EFE / globoesporte.globo.com

Faltando 14 voltas para o final Hamilton seguia em primeiro, controlando bem a corrida, Rosberg em segundo, Vettel em terceiro, Massa tirando a diferença de tempo para o alemão em quarto lugar.

Com poucos carros na pista a corrida ficou muito dispersa, sem lutas efetivas por posições o que se via era Nasr abrindo vantagem para Ricciardo e Button com a McLaren se arrastando na pista na 11° posição de onze carros que ainda restaram.

Faltando três voltas para o término da prova, Ericsson #9 da Sauber  conseguiu fazer a ultrapassagem sobre Sainz Jr da Toro Rosso na disputa pelo oitavo lugar enquanto isso na liderança com sobras e sem ser ameaçado, Lewis Hamilton #44 da Mercedes.

Sem dificuldades, Hamilton da Mercedes venceu o GP da Austrália, sua 34° vitória na F1, Rosberg em segundo, Vettel em terceiro, Massa em quarto e Nasr em quinto lugar, fazendo a melhor estréia de um brasileiro na história da Fórmula 1.

Foto: Getty Images / grandepremio.uol.com.br

Foto: Getty Images / grandepremio.uol.com.br

Confira a classificação final do GP da Austrália:

1° Lewis Hamilton – Mercedes, 58 voltas em 1h31min54s067
2° Nico Rosberg – Mercedes, a 7.640
3° Sebastian Vettel – Ferrari, a 25.523
4° Felipe Massa – Williams, a 29s196
5° Felipe Nasr – Sauber, a 1min26s149
6° Daniel Ricciardo – Red Bull, a 1 volta
7° Nico Hulkenberg – Force India, a 1 volta
8° Marcus Ericsson – Sauber, a 1 volta
9° Carlos Sainz Jr – Toro Rosso, a 1 volta
10° Sergio Perez – Force India, a 1 volta
11° Jenson Button – McLaren, a 2 voltas

Não terminaram:
Kimi Räikkönen – Ferrari, abandonou
Max Verstappen – Toro Rosso, abandonou
Romain Grosjean – Lotus, abandonou
Pastor Maldonado – Lotus, bateu
Kevin Magnussen – McLaren, não largou
Daniil Kvyat – Red Bull/, não largou
Valtteri Bottas – Williams, não participou

Lewis Hamilton deixa a Austrália como líder do campeonato com 25 pontos, Rosberg o segundo com 18, Vettel o terceiro com 15, Massa o quarto com 12 e Nasr o quinto com 10 pontos conquistados. A próxima corrida da F1 acontece no dia 29 de março na Malásia.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Barrichello disputará Copa Petrobras com Renault

Foto: caranddriverbrasil.uol.com.br

Foto: caranddriverbrasil.uol.com.br

Recentemente a Renault anunciou a sua volta ao automobilismo nacional através da disputa do Campeonato Brasileiro de Marcas ou a Copa Petrobras de Marcas e a montadora francesa ganhou um reforço de nome para a sua volta nas pistas brasileiras.

Rubens Barrichello, atual campeão da Stock Car vai disputar a temporada de 2015 da categoria pela equipe Full Time Sports e ao lado de Eduardo Rocha, o veterano vai guiar o Renault Fluence.

“É um grande prazer aceitar esse novo desafio junto com a Renault, que está voltando ao automobilismo nacional e me sinto honrado em fazer parte desse momento. Vou correr em casa com a Full Time Sports e acredito que será um campeonato bem competitivo. Será um carro novo, um desafio novo, mas com a velha paixão de sempre pela velocidade. Será uma grande alegria conhecer mais uma categoria”, afirmou Rubinho.

A Copa Petrobras de Marcas tem se calendário associado a da Stock Car em 2015, ou seja, muito mais velocidade para Barrichello, Ricardo Mauricio e outros pilotos que disputam as duas categorias no final de semana de provas.

A categoria que tem por costume duas corridas por final de semana tema sua abertura no sábado 21 de março e a segunda bateria na tarde de domingo 22 de maro em Goiânia.

Esta temporada da categoria será extremamente disputada.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Com cesta no final, Flamengo vence Brasília no NBB 7

Imagem: wikipedia.com

Imagem: wikipedia.com

Da mesma forma que no  futebol, no basquete existem os clássicos, e o duelo entre Flamengo e Brasília é uma deles. Na noite desta terça feira, a partida aconteceu no Rio de Janeiro e apoiado por sua torcida o Flamengo começou mal a partida, tanto que os visitantes chegaram a abrir nove pontos de vantagem no inicio da partida, mas com boas investidas o Flamengo diminuiu o prejuízo e o primeiro quarto terminou com o placar de 21 x 19 para o Brasília.

O segundo quarto foi totalmente diferente, os cariocas começaram mandando na quadra e com boas jogadas de Machado o time da casa venceu o segundo quarto por 19 x 14 e foi para o intervalo com o placar de 38 x 35 a seu favor.

Foto: Gilvan de Souza /  Flamengo / lnb.com.br

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / lnb.com.br

O descanso fez bem ao Flamengo que em poucos instantes do terceiro quarto ampliou a sua vantagem para 10 pontos, mas a equipe do Brasília não desistiu e conseguiu novamente encostar no jogo, a essa altura a partida estava em 48  x 47 para o clube carioca que conseguiu fechar o terceiro quarto com o placar de 58 x 52, com parcial de 20 x 17.

O quarto quarto começou e no basquete não tem nada decidido ainda mais em clássico, o Brasília voltou forte e equilibrou o jogo e empatou a partida em 60 x 60 e ai foi troca de ataques. A partida foi chegando ao seu desfecho final e com dois minutos para o término da mesma o placar marcava 74 x 74, e as equipes, muito nervosas, passaram a desperdiçar ataques quando a cerca de seis segundo para o término da partida, Laprovittola do Flamengo cometeu falta de ataque e o Brasília foi executar a saída de bola quando Cipolini se antecipou ao jogados brasiliense, roubou a bola e partiu para a infiltração sozinho e deu números finais ao jogo, Flamengo 76 x 74 Brasília.

Os cestinhas da partida foram Fred #9 do Brasília e Marcelinho Machado #4 do Flamengo, ambos com 17 pontos cada.

Confira os resultados do NBB 7:

sexta feira, 12:

São José 71 x 94 Flamengo

Basquete Cearense 67 x 85 Limeira

Brasília 73 x 85 Rio Claro

Mogi das Cruzes 81 x 70 Macaé Basquete

terça feira, 16:

Paulistano 89 x 71 São José

Liga Sorocabana 85 x 87 Mogi das Cruzes

Macaé Basquete 78 x 77 Basquete Cearense

Flamengo 76 x 74 Brasília

A 11° rodada do NBB 7 continua nesta quarta feira com mais quatro jogos, confira os duelos:

Minas x Limeira

Bauru x Pinheiros

Uberlândia x Rio Claro

Franca x Palmeiras

O Limeira é o líder da competição e vamos ver se a equipe do interior paulista vai conquistar mais uma vitória fora de casa diante do Minas.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

CBF sorteia primeiros duelos da Copa do Brasil 2015

Imagem: guiaavare.com

Imagem: guiaavare.com

Na manha desta terça feira, 16, a CBF, entidade máxima do futebol brasileiro sorteou os duelos iniciais da Copa do Brasil de 2015.

Lembrando que Cruzeiro, São Paulo, Corinthians, Internacional e Atlético-MG que vão disputar a Libertadores da América 2015  e o Fluminense que foi beneficiado pela campanha no Brasileirão 2014 estão garantidos nas oitavas de finais do torneio nacional.

A CBF dividiu os 80 clubes que começam a disputa da competição em em 10 chaves  de oito clubes cada e apenas um clube da cada chave estará presente nas oitavas de finais da competição. As dez melhores equipes do ranking nacional tirando-se os times que estarão na Libertadores foram considerados os cabeças de chave e assim Palmeiras, Botafogo, Santos, Flamengo, Goiás, Coritiba, Vasco, Atlético-PR, Grêmio e Bahia podem chegar as oitavas.

A tabela ficou dividades em dois lados, Verde e Amarelo com cinco chaves cada. Confira como ficou a tabela da primeira fase da Copa do Brasil 2015:

Lado verde

Chave 1
Palmeiras x Vitória da Conquista-BA
Sampaio Corrêa x Estrela do Norte-ES
Vitória x Anapolina-GO
ASA-AL x São Raimundo-RR

Chave 2
Botafogo x Botafogo-PB
Caxias-RS x Capivariano-SP
Figueirense x Princesa de Solimões-AM
Avaí x Operário-MT

Chave 3
Santos x Londrina-PR
Madureira x Maringá-PR
Sport x Cene-MS
Chapecoense x Interporto-TO

Chave 4
Flamengo x Brasil de Pelotas-RS
Salgueiro-PE x Piauí-PI
Náutico x Brasília-DF
Paraná x Jacuipense-BA

Chave 5
Goiás x Santo André-SP
Icasa x Independente-PA
Portuguesa x Santos-AP
Joinville x Ituano-SP

Lado amarelo
Chave 1
Coritiba x Villa Nova-MG
Fortaleza x River-PI
Ponte Preta x Vilhena-RO
Boa Esporte x Moto Club-MA

Chave 2
Vasco x Rio Branco-AC
Cuiabá x Murici-AL
Atlético-GO x Coruripe-AL
América-RN x Globo-RN

Chave 3
Atlético-PR x Remo-PA
Tupi-MG x Alecrim-RN
Ceará x Confiança-SE
América-MG x Luziânia-DF

Chave 4
Grêmio x Campinense-PB
CRB x Amadense-SE
Criciúma x Atlético-AC ou Real Noroeste-ES*
Bragantino x Lajeadense-RS
*Atlético-AC e real Nordeste-ES disputa uma vaga para enfrentar o Criciúma na chave 4.

Chave 5
Bahia x Nacional-AM
Luverdense x Cabofriense
ABC x Boavista-RJ
Paysandu x Águia Negra-MS

A Copa do Brasil é um torneio que permite que os grandes clubes do futebol nacional enfrentem clubes de menor expressão. O Palmeiras que esta na chave 1 do lado Verde vai enfrentar o Vitória da Conquista-BA, já o Santos que ficou na chave 3 do lado Verde enfrentará o Londrina do Paraná.

O caminho mais curto para a Libertadores da América 2016 tem o seu inicio traçado para muitos, mas apenas um clube conseguirá chega no objetivo final.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Limeira segue invicto no NBB 7

Imagem: wikipedia.com

Imagem: wikipedia.com

A pergunta que fica é, quem será capaz de segurar o Winner/Limeira? Nesta quinta feira, a equipe do interior paulista enfrentou o Paschoalotto/Bauru, atual campeão da Liga Sul-americana em seus domínios e conquistou mais uma vitória, a sétima em sete jogos no NBB 7.

A partida começou bem equilibrada, com o Limeira mostrando seu grande jogo coletivo e o Bauru tendo em Alex seu grande destaque. O primeiro quarto da partida ficou em 17 x 15 a favor do Winner/Limeira, mas todos os 15 pontos do Paschoalotto/Bauru foram marcados pelo Alex.

Foto: JB Anthero  / Divulgação  / lnb.com.br

Foto: JB Anthero / Divulgação / lnb.com.br

O segundo quarto seguiu o mesmo ritmo do primeiro com muito equilíbrio, mas a segunda parte do jogo terminou com a vitória dos vistantes por 17 x 16, e a partida foi para o intervalo com o Limeira com a vantagem mínima, 33 x 32.

Após o descanso o Bauru encontrou o caminho das pedras e sufocou o Limeira em sua quadra fazendo com que a equipe comete-se alguns erros e os visitantes venceram o terceiro quarto por 20 x 19 e o quarto quarto começou com o placar empatado em 52 x 52.

A parte final do jogo começou e o Limeira mostrou o porque segue invicto na competição nacional. Com belos lances e com uma defesa acertada a equipe da casa conseguiu abrir uma bela diferença e fachou o quarto quarto em 25 x 19 e fechou a partida em 77 x 71, decretando assim a sétima vitória seguida no NBB 7, já o Paschoalotto/Bauru é o sexto colocado na classificação geral com 60% de aproveitamento, em cinco jogos foram três vitórias e duas derrotas.

Confira os últimos resultados do NBB:

26/11:

Paulistano 78 x 59 Uberlândia

Limeira 100 x 74 Franca

Liga Sorocabana 65 x 84 Minas

27/11:

Basquete Cearense 70 x 76 São José

Macaé Basquete 95 x 91 Pinheiros

Flamengo 81 x 77 Palmeiras

28/11:

Rio Claro 68 x 75 Franca

Liga Sorocabana 70 x 82 Uberlândia

Paulistano 62 x 83 Minas

30/11:

Brasília 75 x 77 Minas

03/12:

Limeira 77 x 71 Bauru

Nesta sexta feria, 5, uma partida agita o NBB 7. O duelo entre Rio Claro x Bauru é válido pela sétima rodada da competição.

Curta: http://www.facebook.com/templodoseportes

por: Matheus Furlan