Buemi vence e Di Grassi é segundo na abertura da Fórmula E em Hong Kong

Fórmula E voltou as pistas neste final de semana em Hong Kong e diante de muita emoção. A largada já foi de tirar o folego. Com um traçado muito apertado os carros tomaram cuidado para não se encontrarem com o muro, mas Di Grassi que vinha do final do pelotão acabou tocando na traseira de um adversário e viu sua asa dianteira quebrar, o brasileiro entrou nos pits na oitava volta para trocar a mesma.

Na ponta da disputa, Piquet Jr e Turvey, companheiros de NEXTEV  lideravam, mas aos poucos a situação mudou. O brasileiro acabou não conseguindo fazer uma curva em virtude de um carro que havia batido no muro e acabou por também tocar na barreira de proteção, sendo assim, Sam Bird que a essa altura já tinha Turvey para trás assumiu a ponta, deixando o brasileiro em segundo lugar.

As voltas foram se passando e na altura da 20° voltas os pilotos começaram a realizar as trocas de carro, com isso Buemi assumiu a ponta, com Di Grassi já em segundo e Heidfeld em terceiro, e o termino da corrida foi nessa tocada, com o atual campeão ditando o ritmo da disputa.

Sébastien Buemi da e-Dams em primeiro, Lucas Di Grassi que partiu do final do pelotão após ter problemas na classificação mostrou um grande desempenho e terminou na segunda colocação com a Audi e fechando o pódio Nick Heidfeld em terceiro lugar com a Mahindra.

O Top-10 foi completo por Prost, Felix da Costa, Frijns, D’Ambrosio, Turvey, Engel e Sarrazin. Piquet Jr terminou a disputa na 11° colocação.

No campeonato, Buemi somou 25 pontos, Di Grassi, 18 e Heidfeld, 16. Piquet Jr que marcou a pole tem três pontos em nono lugar na classificação geral.

A próxima etapa da F.E acontece no dia 12 de outubro, em Marrakesh, Marrocos.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Dupla pole brasileira no WEC

wec audi 8

Foto: Reprodução / Facebook FIA WEC – oficial

Neste final de semana acontece a etapa do México do WEC, o Mundial de Endurance. Na categoria LMP1, o trio composto por Lucas Di Grassi, Loïc Duval e Oliver Jarvis com o Audi #8 anotou o tempo de 1m25s069 e superou o trio da Porsche #2, Neel Jani, Romain Dumas e Marc Lieb, por apenas 0.042, (1m25s111). Na terceira posição ficou o outro carro da Audi com o tempo de 1m25s350. Essa foi a primeira pole position do brasileiro Di Grassi no WEC, categoria a qual ele disputa desde 2012.

Mas não foi apenas na LMP1 que tem brasileiro na pole. Na disputa da LMP2, o trio Bruno Senna, Ricardo González e Filipe Albuquerque marcou o tempo de 1m35s485 a bordo do Ligier Nissan JS P2 #43. Em segundo lugar ficou o trio Gustavo Menezes Nicolas Lapierre e Stéphane Richelmi com o Alpine Nissan A460 #36 com o tempo de 1m35s819.

Existem mais dois pilotos brasileiros na LMP2, Bruno Junqueira que parte em sexto lugar e Pipo Derani que parte é 10° lugar na categoria.

A largada para a disputa das 6 Horas do México acontece na tarde deste sábado, (3), às 15:30 da tarde, horário de Brasília.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Após toque com Di Grassi, Buemi é campeão da FE com volta mais rápida

Emocionante! Não dá para definir de outra forma a conquista do título de Sébastien Buemi em Londres, na Fórmula E neste final domingo.

O brasileiro Lucas Di Grassi chegou ao dia de hoje com três pontos de vantagem (153 contra 150), mas viu a sua diferença cair por terra quando o suíço marcou a pole position. Empatados em números de pontos, Buemi partiu em primeiro, Prost em segundo e Di Grassi em terceiro, nas na primeira curva um filme que já vimos em 1990 com Prost e Senna se repetiu.

 

Di Grassi e Buemi se envolveram em um acidente (causado pelo brasileiro) tirando assim a chance de vitória dos dois pilotos. Mas a Fórmula E tem sua particularidades e com os carros avariados ambos foram para os boxes e pegaram seus segundos carros, a definição do título sairia de quem marcasse a volta rápida no traçado londrino.

A corrida havia ficado em segundo plano, Prost sobrava na disputa enquanto o título ficava a ser decidido em uma volta. Di Grassi chegou a marca-la, mas com o melhor carro da temporada, Sébastien Buemi marcou o tempo de 1m24s150, e com os dois pontos dessa volta rápida, o piloto conquistou o título da segunda temporada da Fórmula E.

Lucas Di Grassi ficou com o vice-campeonato, terá seu acidente com Buemi ainda investigado, mas o brasileiro ainda se lembra da sua desclassificação no México, corrida a qual o brasileiro venceu e que lhe teria dado o título.

A vitória na última corrida da temporada da categoria ficou com Nicolas Prost, em segundo lugar ficou Daniel Abt em em terceiro Jérome D’Ambrosio que herdou essa posição após as punições de Vergne, Heidfeld e Félix da Costa, que tiveram 50 segundos acrescidos ao seus respectivos tempos finais por terminarem a disputa com 0% de potência na bateria de seus carros.  Em quarto lugar ficou Duval, Sarrazin em quinto, Senna em sexto, Vergne em sétimo, Heidfeld em oitavo, Félix da Costa em nono e Piquet Jr fechando o top-10.

No campeonato, Sébastien Buemi terminou com 155 pontos contra 153 de Di Grassi. Prost ficou em terceiro com 115 pontos. Senna fechou o campeonato em 10° lugar com 52 pontos conquistados. Nelson Piquet Jr ficou em 15° com sete pontos conquistados.

Muitas reclamações posteriores a corrida foram descritas. Buemi disse que Di Grassi ocasionou o toque de propósito, já o brasileiro afirma que o suíço freou 50 metros antes do normal. Ingredientes de uma disputa que está marcada na história e será disputadas nas corridas do WEC e na próxima temporada da Fórmula E.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

 

Di Grassi vence a primeira no WEC

Foto: Divulgação / Audi Sport

Foto: Divulgação / Audi Sport

No WEC, Campeonato Mundial de Longa Duração, desde a temporada de 2012, e após bater na trave por diversas vezes ao longo desses anos, o brasileiro Lucas Di Grassi venceu a sua primeira corrida na categoria neste final de semana na Bélgica, na realização da segunda etapa da temporada da categoria, às 6 Horas de Spa-Francorchamps.

Ao lado dos companheiro de carro, Loïc Duval e Oliver Jarvis, a bordo do Audi #8, Di Grassi completou às 160 voltas no tempo de 6h00m32s112 e contou com os contratempos dos principais concorrentes na lutava pela vitória. Os dois carros da Porsche sofreram com problemas. O #1 do trio formado por Mark Webber/Timo Bernhard/Brendon Hartley foi obrigado a realizar uma troca de câmbio e o modelo com o numeral #2 do trio Neel Jani/Marc Lieb/Romain Dumas apresentou problemas híbridos e ficou para trás.

Após a queda dos modelos alemães, os Toyota apareceram na ponta da disputa, contudo, ambos os carros da montadora japonesa apresentaram problemas de motor e deixaram a disputa pela vitória.

Com os adversário ficando pelo caminho, Di Grassi e seus companheiros só tiveram a comemorar, mesmos com todos os problemas, o Porsche do trio Jani, Lieb e Dumas completaram a disputa em segundo lugar com duas voltas de desvantagem e na terceira posição ficou o carro #13 da equipe Rebellion-One comandado por Dominik Kraihamer/Alexander Imperatori/Mathéo Tuscher.

Mostrando estar bem adaptado ao carro e a categoria, Nelson Piquet Jr ao lado de Nicolas Prost e Nick Heidfeld a bordo do Rebellion-One #12 terminaram na quarta colocação.

Na categoria LMP2, a vitória ficou com o Nissan A460 #36 do trio Menezes, Lapierre e Richelmi. O trio do brasileiro Pipo Derani terminou na segunda colocação e o trio do brasileiro Bruno Senna terminou a disputa na quarta colocação.

Na categoria GTE Pro a vitória ficou com a Ferrari 488 #71, da dupla Rigon e Bird, o Aston Martin #97 do brasileiro Fernando Rees terminou na terceira posição. Na categoria GTE Am a vitória ficou com o Aston Martin #98 do trio Lana, Lamy e Lauda.

A terceira etapa do WEC acontece nos dias 18  e 19 de junho, a lendária disputa das 24 Horas de Le Mans. A vitória de Di Grassi é a primeira de um brasileiro na disputa geral da categoria, fato que não ocorria desde 1987, quando Raul Boesel venceu a mesma etapa de Spa-Francorchamps, mas  na época a categoria ainda se chamava World Sportscar Championship.

A vitória da Audi e do brasileiro Di Grassi deixa a equipe com  a moral elevada para a disputa das 24 Horas de Le Mans,  disputa a qual o brasileiro já conquistou o segundo lugar.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Di Grassi vence mais uma Fórmula E

formula e paris

Foto: Divulgação

Tranquilidade! Assim podemos definir a vitória de Lucas Di Grassi na Fórmula E neste final de semana em Paris, na França.

Quem largou na pole position foi Sam Bird, mas que sustentou a primeira posição até a primeira curva quando o brasileiro mergulhou e fez a ultrapassagem para assumir a liderança da etapa francesa. Logo atrás, Vergne também aproveitou o embalo do piloto da Audi e assumiu o segundo posto, deixando Bird para trás.

O suíço Sébastien Buemi também fez uma grande prova. Largando na metade do pelotão o piloto da e-Dams foi abrindo caminho até chegar atrás do companheiro de equipe Prost, quarto e quinto respectivamente.

A disputa esquentou pelo segundo posto com Bird indo para cima de Vergne que fez de tudo para se segurar na segunda colocação, logo atrás da dupla da equipe Virgin, a dupla da e-Dams colou e a disputa ficou ainda maior na altura da 23° volta.

Após as trocas de carro, a disputa continuou do segundo ao sexto, mas na altura da 40° volta, Bird errou na curva e perdeu diversas posições. Buemi  assumiu o terceiro posto seguido por Prost.

 

A disputa terminou sob bandeira amarela devido  a um acidente na última volta logo a frente de Di Grassi que venceu a disputa, Vergne em segundo, Buemi em terceiro, Prost em quarto e Sarrazin em quinto. Bruno Senna fechou a disputa no nono lugar e Piquet Jr abandou a disputa faltando seis voltas para o final.

Campeonato

Após sete etapas, Lucas Di Grassi segue na liderança com 126 pontos, Sébastien Buemi é o segundo com 115 pontos, Sam Bird soma 82 pontos, Jérôme D’Ambrosio com 64 pontos. Bruno Senna é o 12° colocado com 24 pontos conquistados e Nelson Piquet Jr é o 15° com apenas 4 pontos.

A próxima etapa da categoria acontece no dia 21 de maio, em Berlim na Alemanha.

Curta: wsww.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

 

Em corrida emocionante, Bird vence na Fórmula E

A Fórmula E voltou as pistas em 2016 e o e-Prix da Argentina, quarta etapa da temporada, foi emocionante. A vitória ficou com o britânico Sam Bird da equipe Virgin que largou na ponta e teve grande trabalho no final da disputa com a pressão do suíço Sébastien Buemi da equipe e-Dams que partiu do último lugar, antes da parada já ocupava o sexto lugar e terminou no segundo posto a menos de um segundo de Bird.

O brasileiro Lucas Di Grassi partiu do sétimo posto e terminou a corrida na terceira colocação sendo ultrapassado por Buemi na reta final da disputa. Bruno Senna sofreu com a perda de energia de seu carro mas mesmo assim fechou a corrida na 10º colocação. Piquet Jr que chegou a assumir a ponta da disputa nas trocas de carro terminou a corrida apenas na 12º colocação.

 

Confira a classificação final do e-Prix da Argentina:

POS NO DRIVER TEAM LAPS TIME GAP KPH (MPH) BEST ON LAP
1 2 Sam BIRD (P) DS Virgin Racing Formula E Team 35 45:28.385 114.5 (71.1) 1:11.368 33
2 9 Sébastien BUEMI Renault e.Dams 35 45:29.101 +0.716 114.5 (71.1) 1:11.288 25
3 11 Lucas DI GRASSI ABT Schaeffler Audi Sport 35 45:35.910 +7.525 114.2 (71) 1:11.264 32
4 4 Stéphane SARRAZIN Venturi Formula E Team 35 45:37.800 +9.415 114.1 (70.9) 1:11.610 31
5 8 Nicolas PROST Renault e.Dams 35 45:39.701 +11.316 114.1 (70.9) 1:11.495 33
6 6 Loïc DUVAL Dragon Racing 35 45:44.045 +15.660 113.9 (70.8) 1:11.532 32
7 23 Nick HEIDFELD Mahindra Racing Formula E Team 35 45:44.829 +16.444 113.8 (70.7) 1:11.560 32
8 27 Robin FRIJNS Andretti Formula E Race Team 35 45:47.070 +18.685 113.8 (70.7) 1:11.563 28
9 88 Oliver TURVEY NEXTEV TCR Formula E Team 35 45:50.392 +22.007 113.6 (70.6) 1:11.746 32
10 21 Bruno SENNA Mahindra Racing Formula E Team 35 45:50.841 +22.456 113.6 (70.6) 1:11.715 29
11 25 Jean-Eric VERGNE DS Virgin Racing Formula E Team 35 45:52.867 +24.482 113.5 (70.5) 1:11.779 32
12 1 Nelson PIQUET JR NEXTEV TCR Formula E Team 35 45:53.026 +24.641 113.5 (70.5) 1:11.650 31
13 66 Daniel ABT ABT Schaeffler Audi Sport 35 45:56.383 +27.998 113.4 (70.5) 1:11.722 30
14 28 Simona DE SILVESTRO Andretti Formula E Race Team 35 46:04.556 +36.171 113.0 (70.2) 1:12.875 27
15 12 Mike CONWAY Venturi Formula E Team 35 46:07.966 +39.581 112.9 (70.2) 1:12.216 30
16 7 Jérôme D’AMBROSIO (FL) Dragon Racing 34 46:32.229 +1 Lap 108.7 (67.5) 1:10.285 29
17 55 Antonio Felix DA COSTA Team Aguri 17 20:34.184 +18 Laps 123.0 (76.4) 1:12.671 12
18 77 Salvador DURAN Team Aguri 14 17:29.096 +21 Laps 119.1 (74) 1:12.852 12

Classificação

O suíço Buemi  é o líder do campeonato mas com o brasileiro Di Grassi na cola, uma disputa que promete ir a temporada inteira uma vez que Buemi guia o Toyota e Di Grassi o Audi no WEC, confira a classificação do campeonato da Fórmula E:

1º Sébastien Buemi 80 pontos

2º Lucas Di Grassi 76 pontos

3º Sam Bird 52 pontos

4º Loïc Duval 32 pontos

5º Jérôme D1Ambrosio 30 pontos

11º Bruno Senna 10 pontos

15º Nelson Piquet Jr 4 pontos

A próxima etapa da categoria acontece no dia 12 de março, o e-Prix do México e com certeza teremos mais uma batalha.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Buemi vence com Di Grassi em 2° na Fórmula E

Photo: Jed Leicester/LAT/Formula E

Photo: Jed Leicester/LAT/Formula E

A Fórmula E esteve em Punta del Este no Uruguai neste final de semana e a vitória ficou com  o suíço Sébastien Buemi da equipe e-Dams que partiu do quinto posto e deixou Lucas Di Grassi da Audi para trás ainda na largada. Na ponta, D’Ambrosio se manteve e viu Bird deixar Duval para trás.

Com um carro visivelmente mais equilibrado e mais ousados que os demais competidores, Buemi seguiu em frente e foi para cima de Duval, conseguiu a ultrapassagem até que oitava volta ele assumiu a ponta para não abandona-la mais.

Na troca de carro, Di Grassi foi mais rápido que os concorrentes e assumiu o segundo posto atrás de Buemi e viu os demais concorrentes saírem todos juntos. Na parte intermediária do pelotão, Senna teve problemas com seu modelo e ficou pelo caminho enquanto Piquet Jr vinha na luta pela oitava posição quando se perdeu em uma das curvas e acabou batendo e ficando pelo caminho.

Buemi ficou em primeiro, Di Grassi em segundo, D’Ambrosio em terceiro, Duval  em quarto e Prost em quinto. Confira  a classificação final do e-Prix do Uruguai:

1 9 Sébastien BUEMI (FL) Renault e.Dams 33 45:59.697 119.9 (74.5) 1:17.413 23
2 11 Lucas DI GRASSI ABT Schaeffler Audi Sport 33 46:03.231 +3.534 119.7 (74.4) 1:17.795 22
3 7 Jérôme D’AMBROSIO (P) Dragon Racing 33 46:06.422 +6.725 119.6 (74.3) 1:17.789 22
4 6 Loïc DUVAL Dragon Racing 33 46:06.504 +6.807 119.6 (74.3) 1:17.804 26
5 8 Nicolas PROST Renault e.Dams 33 46:20.754 +21.057 119.0 (73.9) 1:18.599 23
6 55 Antonio Felix DA COSTA Team Aguri 33 46:22.107 +22.410 118.9 (73.9) 1:18.499 22
7 25 Jean-Eric VERGNE DS Virgin Racing Formula E Team 33 46:57.423 +57.726 117.4 (72.9) 1:18.373 22
8 66 Daniel ABT ABT Schaeffler Audi Sport 33 47:00.441 +1:00.744 117.3 (72.9) 1:18.809 29
9 4 Stéphane SARRAZIN Venturi Formula E Team 33 47:03.256 +1:03.559 117.2 (72.8) 1:19.636 6
10 27 Robin FRIJNS Andretti Formula E Race Team 33 47:03.537 +1:03.840 117.2 (72.8) 1:18.710 27
11 28 Simona DE SILVESTRO Andretti Formula E Race Team 32 46:16.046 +1 Lap 115.6 (71.8) 1:20.453 22
12 88 Oliver TURVEY NEXTEV TCR Formula E Team 32 46:16.556 +1 Lap 115.6 (71.8) 1:19.675 19
13 23 Oliver ROWLAND Mahindra Racing Formula E Team 32 46:35.155 +1 Lap 114.8 (71.3) 1:19.760 22
14 77 Nathanaël BERTHON Team Aguri 32 47:22.672 +1 Lap 112.9 (70.2) 1:19.036 25
15 1 Nelson PIQUET JR NEXTEV TCR Formula E Team 31 44:03.474 +2 Laps 117.6 (73.1) 1:18.344 22
16 21 Bruno SENNA Mahindra Racing Formula E Team 26 40:37.867 +7 Laps 106.9 (66.4) 1:19.932 10
17 2 Sam BIRD DS Virgin Racing Formula E Team 17 22:54.298 +16 Laps 124.0 (77.1) 1:19.623 11

Campeoanto

A vitória colocou Buemi na ponta da tabela de classificação na disputa da Fórmula E, um ponto a frente de Lucas Di Grassi, confira:

1° Sébastien Buemi 62 pontos

2° Lucas Di Grassi 61 pontos

3° Jérôme D’Ambrosio 28 pontos

4° Sam Bird 24 pontos

5° Loïc Duval 24 pontos

11° Bruno Senna 10 pontos

16° Nelson Piquet Jr 4 pontos

A próxima etapa da categoria acontece apenas em 2016, 6 de fevereiro  em Bueno Aires na Argentina.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Lucas Di Grassi vence na Malásia

Foto: Sam Bloxham/FIA Formula E

Foto: Sam Bloxham/FIA Formula E

Neste final de semana a Fórmula E realizou a sua segunda etapa em Putrajaya, na Malásia e a vitória ficou com o brasileiro Lucas Di Grassi da ABT Audi que partiu do sexto lugar.

A corrida foi repleta de emoção e logo na largada com diversos pilotos lutando pela ponta e no final do pelotão não era diferente. Na quinta volta, Turvey, companheiro de Piquet Jr na China Racing encontrou com a barreira de proteção.

Buemi seguia na liderança de forma isolada com Duval Da Costa, Prost e Di Grassi lutando pela segunda colocação. Até que na 15° volta, o suíço vinha tranquilo quando o seu e-Dams apresentou problema e ele parou na pista.

Após as paradas nos boxes para troca de carro o brasileiro Di Grassi foi bem e conseguiu deixar Duval para trás, ganhando assim uma posição na pista. A essa altura, Piquet Jr ocupava a quinta colocação enquanto Senna era sexto.

Na 19° volta, Piquet Jr assumiu a ponta, mas ainda sem realizar a troca de carro, Di Grassi conseguiu ultrapassar Da Costa na pista e Heidfeld tinha trabalho para manter seu carro no traçado. O alemão chegou a tocar no muro.

Foto: Zak Mauger/LAT/Formula E

Foto: Zak Mauger/LAT/Formula E

Na altura da 23° volta, Di Grassi ocupava a segunda colocação mas com mais força que Prost fez uma bela manobra e conseguiu assumir a primeira colocação. Da Costa e Duval vinham logo atrás e foram para cima do francês. Na volta seguinte Felix da Costa passou Prost, mas a sua alegria durou pouco, curvas a frente o português teve problemas e ficou pelo caminho.

Com um ritmo bem menos que os adversários, Prost começou a ser ultrapassado por diversos adversário, Duval, D’Ambrosio e Frijns deixaram o piloto da e-Dams para trás. Para quem pensa que ai estava a emoção na corrida se engana. Na 28° volta, Frijns foi para cima dos adversários e naquele impeto acabou passando do ponto e tocando o muro, voltou para o traçado e logo após a curva quem ficou com problemas foi Duval que viu Frijns e D’Ambrosio irem embora.

Prost ainda teve o seu final de corrida melancólico quando perdeu a linha do traçado e quase bateu na barreira de proteção. Na última volta, Di Grassi vinha tranquilo na ponta, Bird com todos os poréns pareceu no segundo posto, D’Ambrosio vinha em terceiro, disse vinha porque o piloto  do carro #7 foi para na barreria de proteção e o terceiro lugar caiu no colo de Frijns que foi ao pódio.

Di Grassi venceu, Senna conseguiu passa Abt, companheiro de Di Grassi e terminou na quinta colocação e Piquet Jr ficou com o oitavo lugar.

Confira a classificação final da Fórmula E na Malásia:

Foto: facebook.com/PiquetJrMania/

Foto: facebook.com/PiquetJrMania

Campeonato

A vitória colocou Lucas Di Grassi na ponta da classificação da categoria deixando Buemi para trás, uma vez que o suíço  marcou apenas 5 pontos (3 pela pole e 2 pela volta mais rápida), neste final de semana, confira:

1° Lucas Di Grassi 43 pontos;

2° Sébastien Buemi 35 pontos;

3° Sam Bird 24 pontos;

8° Bruno Senna 10 pontos;

12° Nelson Piquet Jr 4 pontos.

A próxima etapa da Fórmula E acontece no dia 19 de dezembro em Punta del Este no Uruguai.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Buemi sobra na primeira etapa da Fórmula E. Di Grassi termina em 2°.

Foto: fiaformulae.com/en/gallery

Foto: fiaformulae.com/en/gallery

A Fórmula E voltou neste último final de semana em Beijing, na China e o suíço Sebastien Buemi fez barba, cabelo e bigode. Após o vice campeonato na temporada anterior, Buemi mostrou toda a força da equipe e-Dams que sobrou na classificação  com Buemi e Prost na primeira fila.

Na corrida, o suíço disparou na ponta e liderou de curva a curva, reta a reta, anotou também a melhor volta. No segundo lugar ficou o brasileiro Lucas Di Grassi da equipe ABT Audi que partiu do quarto lugar e contou com a perda de desempenho de Prost e conseguiu passar por Nick Heidfeld  da equipe  Mahindra que terminou em terceiro lugar.

Bruno Senna começou bem a disputa na China, andou sempre entre os primeiros colocados, mas com problemas na parte final da disputa, Senna ficou na parte de trás do pelotão e terminou a corrida no 13° posto. O atual campeão da categoria, Nelson Piquet Jr., da mesma forma que Senna acabou ficando pelo meio de pelotão. Sem um desempenho igual ao seu companheiro de equipe, Oliver Turvey que terminou em sexto lugar, Piquet Jr ficou com  o 15° lugar.

 

Confira a classificação final do e-Prix da China:

POS NO DRIVER TEAM LAPS TIME GAP KPH (MPH) BEST ON LAP
1 9 Sébastien BUEMI (FL) (P) Renault e.Dams 26 50:08.835 107.0 (66.5) 1:39.993 24
2 11 Lucas DI GRASSI ABT Schaeffler Audi Sport 26 50:19.841 +11.006 106.6 (66.2) 1:41.721 21
3 23 Nick HEIDFELD Mahindra Racing Formula E Team 26 50:24.516 +15.681 106.4 (66.1) 1:41.859 10
4 6 Loïc DUVAL Dragon Racing 26 50:24.844 +16.009 106.4 (66.1) 1:40.860 19
5 7 Jérôme D’AMBROSIO Dragon Racing 26 50:25.349 +16.514 106.4 (66.1) 1:40.860 20
6 88 Oliver TURVEY NEXTEV TCR Formula E Team 26 50:48.301 +39.466 105.6 (65.6) 1:42.427 19
7 2 Sam BIRD DS Virgin Racing Formula E Team 26 50:56.366 +47.531 105.3 (65.4) 1:41.201 25
8 77 Nathanaël BERTHON Team Aguri 26 51:07.455 +58.620 104.9 (65.2) 1:42.327 25
9 4 Stéphane SARRAZIN Venturi Formula E Team 26 51:16.649 +1:07.814 104.6 (65) 1:42.858 25
10 27 Robin FRIJNS Andretti Formula E Race Team 26 51:18.095 +1:09.260 104.6 (65) 1:42.242 22
11 66 Daniel ABT ABT Schaeffler Audi Sport 26 51:22.186 +1:13.351 104.4 (64.9) 1:42.539 24
12 25 Jean-Eric VERGNE DS Virgin Racing Formula E Team 26 51:39.875 +1:31.040 103.8 (64.5) 1:42.844 22
13 21 Bruno SENNA Mahindra Racing Formula E Team 26 51:59.668 +1:50.833 103.2 (64.1) 1:42.217 20
14 12 Jacques VILLENEUVE Venturi Formula E Team 25 50:17.307 +1 Lap 102.6 (63.8) 1:42.521 24
15 1 Nelson PIQUET JR NEXTEV TCR Formula E Team 24 48:52.632 +2 Laps 101.3 (62.9) 1:41.500 20
16 8 Nicolas PROST Renault e.Dams 22 43:28.289 +4 Laps 104.4 (64.9) 1:41.082 7
17 55 Antonio Felix DA COSTA Team Aguri 13 26:52.142 +13 Laps 99.8 (62) 1:42.672 9
18 28 Simona DE SILVESTRO Andretti Formula E Race Team 2 3:45.313 +24 Laps 109.9 (68.3) 1:46.289 2

Campeonato

Com a pole e a volta mais rápida, Buemi anotou a quantidade máxima de pontos de uma etapa da categoria, 30, e já disparou na ponta da tabela, confira:

1° Sebastien Buemi 30 pontos;

2° Lucas Di Grassi 18 pontos;

3° Nick Heidfeld 15 pontos;

4° Loïc Duval 12 pontos

5° Jérôme D’Ambrosio 10 pontos

A próxima etapa  acontece no dia 7 de novembro em

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Equipe Audi Abt domina segunda semana de testes da Fórmula E

Foto: fiaformulae.com/en/gallery

Foto: fiaformulae.com/en/gallery

Daniel Abt e Lucas Di Grassi (foto) foram muito bem na segunda semana de testes para a temporada 2015/2016 da Fórmula E. Na segunda feira, 17, o alemão Daniel Abt deu show com a Audi ABT e foi o mair rápido nos testes, baixando o record que Sébastien Buemi estabeleceu na última semana com o tempo de 1:31.050, Abt anotou o tempo de 1:30.250 e viu Prost e Bird ficarem a 0.771 e 0.773 atrás de si.

Bruno Senna foi o sétimo colocado enquanto Nelson Piquet Jr teve alguns contratempos e ocupou a 12° posição. Confira a classificação do treino de segunda feira:

1. Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport, 1:30.250s

2. Nicolas Prost, Renault e.dams, +0.771s

3. Sam Bird, DS Virgin Racing, +0.773s

4. Loic Duval, DRAGON RACING, +0.894s

5. Jacques Villeneuve, Venturi, +0.943s

6. Stephane Sarrazin, Venturi, +1.430s

7. Bruno Senna, Mahindra Racing, +1.446s

8. Nick Heidfeld, Mahindra Racing, +1.555s

9. Nicolas Lapierre, Team Aguri, +2.444s

10. Sebastien Buemi, Renault e.dams, +5.068s

11. Oliver Turvey, NEXTEV TCR, +6.523s

12. Nelson Piquet Jr, NEXTEV TCR, +7.210s

13. Simona de Silvestro, Andretti, no time set

14. Jarno Trulli, Trulli, no time set

Terça feira, 18:

Já na terça feira, 18, foi a vez do brasileiro Lucas Di Grassi assumir o controle da Audi ABT e ser o mais rápido, não apenas do dia, mas de quebrar o recorde da pista com o tempo de 1:29.920 e deixar o tempo de seu companheiro de equipe para trás.

No segundo posto ficou Buemi com a Renault e em terceiro lugar ficou Bruno Senna com o Mahindra, mostrando a evolução do carro do brasileiro e do alemão Nick Heidfield que ficou com o quarto posto, confira os tempos de terça feira:

1. Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport, 1:29.920s

2. Sebastien Buemi, Renault e.dams, +0.462s

3. Bruno Senna, Mahindra Racing, +0.750s

4. Nick Heidfeld, Mahindra Racing, +0.754s

5. Nicolas Prost, Renault e.dams, +0.757s

6. Jean-Eric Vergne, DS Virgin Racing, +1.005s

7. Jerome D’Ambrosio, DRAGON RACING, +1.224s

8. Nathanael Berthon, Team Aguri, +1.265s

9. Stephane Sarrazin, Venturi, +1.321s

10. Jacques Villeneuve, Venturi, +1.569s

11. Nelson Piquet Jr, NEXTEV TCR, +4.213s

12. Oliver Turvey, NEXTEV TCR, +5.850s

13. Jarno Trulli, Trulli, no time set

14. Simona de Silvestro, Andretti, no time set

Piquet Jr melhorou o seu tempo com relação a segunda feira e ocupou o 11° lugar.

As próximas sessões de treinos da categoria acontecem nos dias 24 e 25 de agosto em Donington Park na Inglaterra.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan