HAT-TRICK: TIMÃO PERDE A TERCEIRA SEGUIDA NO BRASILEIRÃO

Isso mesmo. O Corinthians chega a sua terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro. Neste final de semana, o clube da capital paulista foi derrotado pelo Botafogo por 2 x 0 gols de Neilton e Diogo Barbosa. Apesar de toda a reclamação dos corinthianos de que no primeiro gol o atacante botafoguense estava impedido e no segundo tento a bola bateu no braço do jogador carioca, o placar foi mais do que justo.

Vale lembrar também que o Corinthians ainda teve uma penalidade a seu favor, mas acabou não sendo convertida por Marquinhos Gabriel, Sidão defendeu.

Para o técnico Fabio Carille, o primeiro tempo foi abaixo do esperado. “O nosso primeiro tempo foi muito abaixo, muito desarme, pouca finalização, entramos com a atenção bem baixa. Nos últimos jogos criamos várias oportunidades, e hoje não conseguimos render o esperado. Tentamos motivar, mas o primeiro tempo foi muito abaixo”.

Com três derrotas seguidas e apenas um ponto conquistado nas última cinco rodadas, o Corinthians pode chegar a lanterna da competição contando apenas os jogos do segundo turno. Para que isso aconteça basta que o Santa Cruz vence o Palmeiras na próxima segunda feira, (3).

Para a próxima partida na quarta feira, (5), diante do Atlético-MG, na Arena Corinthians, o time paulista contará com as voltas de Rodriguinho e Giovanni Augusto que cumpriram suspensão mas não terá Romero que levou o terceiro amarelo.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Anúncios

SANTOS VACILA E PERDE NA ILHA DO RETIRO

Em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Peixe foi até a Ilha do Retiro, encarar o Sport e acabou saindo derrotado por 1 a 0. A partida foi bastante aberta e ambas as equipes tiveram chances para marcar. O atacante Rogério aos 10 minutos da primeira etapa fez o gol que garantiu os três pontos ao Sport e acabou com a série de três vitórias seguidas do Peixe.

O resultado ruim, deixa o Santos na 4ª colocação com 45 pontos. Agora, porém, a diferença para o Fluminense, 5º colocado, caiu para apenas dois pontos.

O técnico Dorival Júnior elogiou a postura da equipe santista. “Tivemos um jogo desgastante e hoje, mesmo com todas as dificuldades, tentamos o gol a todo custo. A equipe não se omitiu”.

O comandante do Peixe ainda falou da maratona de jogos no ano. “Jogar numa quarta e estar em campo novamente em dois dias e meio, fica impossível alcançar um rendimento de alto nível”.

O treinador preferiu não comentar as atuações da arbitragem com medo de uma punição vinda do STJD. Vale lembrar que Dorival foi suspenso por conta de reclamações ao árbitro Rodrigo Batista Raposo na partida entre Internacional x Santos. “Não, não quero falar de arbitragem. Está terrível, você fala uma coisa e é penalizado. Vamos continuar vendo isso, erros e acertos. Muitos erros decisivos, que influenciam resultados. Mas prefiro ficar por aí.” Disse o treinador santista em entrevista coletiva.

O meio campista Lucas Lima também falou sobre o rendimento da equipe contra o Sport. “Tivemos muitas chances, entramos abaixo do normal. Lutamos, mesmo com a expulsão, continuamos tentando. Estamos no G-4, temos muito a conquistar ainda”. Falou o atleta na saída do gramado.

Agora o Peixe volta suas atenções para a partida deste meio de semana pelas quartas de final da Copa do Brasil, onde o Santos enfrentará o Internacional. Para o jogo o técnico Dorival Júnior pode ter dois desfalques, Vítor Bueno que saiu machucado no duelo diante do Sport e o zagueiro Gustavo Henrique que sofreu uma entorse no joelho. Vecchio e David Braz devem ser os substitutos imediatos. A partida acontece nesta quarta feira (28) as 19h30 na Vila Belmiro.

Por Daniel Diomkinas para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

CORINTHIANS PERDE PARA FLUMINENSE EM DIA DE PIOR PÚBLICO DA ARENA

Para alguns revanche, para outros mais um jogo entre paulistas e cariocas. A partida deste domingo, (25), entre Corinthians x Fluminense teve ares bem diferentes dos costumeiros para o duelo.

Depois da partida da Copa do Brasil que culminou com a eliminação da equipe carioca da competição nacional, o duelo na Arena Corinthians ficou com cheiro de revanche e foi bem por esse caminho que o Fluminense conquistou a vitória no último lance da partida. Cobrança de falta da direita e depois do bate rebate dentro da área, a bola sobrou para Cícero colocar no fundo da rede, Flu 1 x 0, aos 49 minutos da segunda etapa.

Não podemos deixar de falar que da mesma forma que no duelo da Copa do Brasil, os  vistantes foram superiores, criaram boas oportunidades, mas acabaram esbarrando na falta de pontaria ou nas defesas do goleiro Walter.

Dentro das possibilidades, Marlone, Rodriguinho, Fagner em cobrança de falta e Romero em uma tentativa de bicicleta também fizeram o bom goleiro Julio César trabalhar, mas nada que pudesse realmente tirar o sono da pouca mais feliz torcida carioca em São Paulo.

Com o resultado o Fluminense chega a quinta colocação no Brasileiro com 43 pontos enquanto o Corinthians agora é o sétimo com 41.

O duelo também marcou um recorde negativo, o pior publico da história da Arena Corinthians. Ao todo 18.838 torcedores estiveram presentes para assistir a partida, lembrando que o setor norte do estádio estava interditado em virtude de uma punição do STJD após os confrontos entre a torcida organizada corinthiana e a polícia militar.

O time do Parque São Jorge volta a campo na próxima quarta feira, (28), diante do Cruzeiro, em partida válida pelas quartas de finais da Copa do Brasil.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Ponte Preta faz grande primeiro tempo e derrota Santos em Campinas

Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.globo.com

Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.globo.com

No duelo entre os alvi-negros em Campinas quem se deu melhor foi a Ponte Preta que começou a partida pressionando o Santos de todas as formas possíveis. O goleiro do Peixe, Vanderlei foi bem exigido no inicio da partida.

Renato Cajá, Biro Biro e Rildo criaram oportunidades, mas somente aos 29 minutos após belo cruzamento da direita, de Cajá, Biro Biro dominou no costado da defesa e sem marcação chutou para anotar Ponte Preta 1 x 0. O Peixe teve a oportunidade de empatar mas Gabriel acabou desperdiçando a oportunidade e no minutos seguinte, novamente Renato Cajá levantou bola na área santista, Bruno Silva apareceu sozinho para finalizar, na primeira o goleiro Vanderlei defendeu, mas não segurou a bola e o próprio Bruno Silva empurrou para as redes, Ponte Preta 2 x 0 aos 36 minutos na primeira etapa.

Logo no inicio do segundo tempo o Santos descontou com Gabriel que aproveitou cruzamento vindo da esquerda em rebote dado pelo goleiro João Carlos que fez uma grande defesa no lance anterior na cabeçada de Ricardo Oliveira, Ponte Preta 2 x 1 Santos com menos de um minuto da segunda etapa.

Mas não demorou muito para a Macaca mostrar que mandava na partida e aos cinco minutos, Rildo recebeu a bola na entrada da área, dominou e teve tempo de olhar e escolher o canto para finalizar e fazer Ponte Preta 3 x 1.

Com esse resultado a Ponte Preta dá um passo importante para a classificação a próxima fase do Paulistão 2015 uma vez que a Macaca chega aos aos 24 pontos em 12 partidas e esta em segundo lugar no grupo B atrás do Corinthians, já o Santos é líder absoluto do grupo D com 29 pontos em 12 jogos e esta mais do que classificado.

Confira os resultados da 12° rodada do estadual paulista:

terça feira, 24:

Botafogo 0 x 0 Ituano (12° rodada)

Rio Claro 1 x 1 XV de Piracicaba (12° rodada)

quarta feira, 25:

Marília 0 x 2 Red Bull Brasil

Audax 3 x 0 Capivariano

Linense 1 x 0 Mogi Mirim

Palmeiras 3 x 0 São Paulo

quinta feira, 26:

São Bento 0 x 0 Bragantino

Corinthians 5 x 3 Penapolense

Ponte Preta 3 x 1 Santos

Portuguesa x São Bernardo, adiado para o dia 31/3.

A próxima rodada do estadual já começa no próximo sábado e com as equipes grandes do estado praticamente classificadas a pergunta que fica é, quem serão os seus adversários na próxima fase do Paulistão 2015?

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Bellucci perde e Brasil disputará repescagem da Davis

Foto: Cristiano Andujar / CBT / globoesporte.com

Foto: Cristiano Andujar / CBT / globoesporte.com

Não deu. Depois de muita luta o Brasil está eliminado do grupo mundial da Copa Davis 2015. A derrota de Thomaz Bellucci para Federico Dolbonis por 3 sets a 1, em parciais de  6/3, 4/6, 6/2 e 7/5, colocou o Brasil novamente na repescagem da competição, assim como aconteceu em 2014.

A quinta e decisiva partida aconteceu em dois dias. O início foi no domingo, após o jogo de Leonardo Mayer e João Souza. Como o duelo anterior foi muito longo (6h42), o sol já estava praticamente se pondo quando Delbonis e Bellucci entraram em quadra, por isso eles conseguiram jogar apenas um set. Apagado, o brasileiro deixou o argentino dominá-lo e vencê-lo por 6/3.

O reinício do duelo nesta segunda-feira dava esperança ao Brasil. Mais confiante, Thomaz conseguiu confirmar todos os seus saques e quebrar um do argentino, vencendo a segunda parcial por 6/4.

O primeiro game do segundo set foi o ponto crucial do jogo. Bellucci teve dois pontos de quebra, o que daria muita confiança, mas deixou Delbonis sair da desvantagem e confirmar seu game. A desconfiança do brasileiro voltou e ele teve seu saque quebrado na sequência. Dai em diante o argentino dominou a parcial e não teve de suar muito para fechar em 6/2.

No terceiro set o brasileiro até deu certa esperança ao país quando quebrou o saque do hermano no 5° game, fazendo 3 x 2. Thomaz parecia não acreditar no feito e apagou, tendo seu saque quebrado também. O jogo estava empatado, de igual para igual, até que no 12º game Delbonis acertou um winner de forehand para quebrar o saque de Bellucci, vencer o jogo por 3 sets a 1 e fechar o duelo contra o Brasil em 3 x 2.

Na próxima fase a Argentina enfrentará a Sérvia, de Novak Djokovic. Do outro lado, restou ao Brasil disputar novamente a repescagem do torneio. O problema é que neste ano muitas equipes fortes caíram do grupo mundial para tentar se salvar na repescagem e isso pode dificultar demais a vida dos brasileiros. Os outros eliminados foram Alemanha, Estados Unidos, República Tcheca, Itália, Croácia, Suíça e Japão.

É fato que o Brasil terá grandes dificuldades para voltar à Davis em 2016, mas quem sabe o país não repita o feito de 2014 e vença uma forte equipe como a da Espanha. Não custa sonhar. Esperamos ter sorte no sorteio e principalmente que os duelos aconteçam no nosso país.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Palmeiras perde para Ponte Preta no Paulistão 2015

Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.globo.com

Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.globo.com

Na noite desta quinta feria, o Palmeiras recebeu a Ponte Preta no Allianz Parque e com um time bem menos criativo do que contra o Red Bull Brasil, acabou derrotado pela equipe campineira por 1 x 0.

A partida começou bem para abas as equipe e o Verdão até chegou a abrir o placar, mas o tento foi anulado pela arbitragem após a marcação de falta dentro da pequena área, onde o jogador Leandro Pereira do Palmeiras desloca o jogador da Ponte.

A partida ganhou emoção e ambas as equipes tiveram oportunidades de abrir  o placar, mas foi a Macaca que conseguiu inaugurar o marcador. Roni fez boa jogada pela direita e finalizou, Prass defendeu e a bola sobrou para Wanderson que sem goleiro abriu o placar, Ponte Preta 1 x 0.

A equipe visitante teve oportunidade de ampliar, Roni dentro da pequena área acertou o travessão, mas a bola não entrou. Alan Patrick e Dudu tiveram oportunidades de empatar a partida, mas o jogo ficou no 1 x 0 para a Ponte Preta.

Confira os resultados da segunda rodada do Paulistão 2015:

São Bernardo 2 x 1 XV de Piracicaba

Botafogo-SP 1 x 1 Audax-SP

Ituano 1 x 0 Bragantino

Portuguesa 2 x 2 São Bento

São Paulo 4 x 2 Capivariano

Marília 1 x 2 Rio Claro

Red Bull Brasil 1 x 1 Penapolense

Mogi Mirim 0 x 0 Santos

Palmeiras 0 x 1 Ponte Preta

Em razão de estar disputando a primeira fase da Libertadores da América 2015,  o jogo do Corinthians que seria diante do Linense no interior paulista foi adiado para o dia 26 de fevereiro às 21 horas em Lins.

O Paulistão volta a campo neste final de semana com a rodada completa e destaque para o clássico entre Palmeiras x Corinthians que acontece no domingo, às 17 horas.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Brasil perde e se complica no Mundial de Handebol

Foto: Thierry Gozzer / globoesporte.com

Foto: Thierry Gozzer / globoesporte.com

A Seleção Brasileira de handebol perdeu sua terceira partida no Mundial. O detalhe é que mais uma vez os brasileiros fizeram um bom jogo, mas deixaram a vitória contra a Eslovênia escapar nos destalhes. Já os europeus não perdoaram e fizeram 35 x 32.

O início do duelo teve o Brasil na frente, mas logo os europeus empataram em 4 x 4 e viraram na sequência.

A situação dos brasileiros estava complicada, mas no final do primeiro tempo a equipe de Jordi Ribera conseguiu o empate por 18 x 18. Ainda nos últimos segundos os eslovenos marcaram mais um tento e saíram para o intervalo com a vitória por 19 x 18.

A dinâmica da segunda etapa foi basicamente a mesma. Os europeus conseguiram ampliar a vantagem para quatro gols (28 x 24), faltando vinte minutos para o fim do duelo, mas os brasileiros novamente chegaram junto. E mais, dessa vez ultrapassaram os rivais no placar, fazendo 29 x 28. Porém, depois de assumir a liderança, o time verde e amarelo voltou a errar e se complicou novamente, perdendo por 35 x 32.

O grande destaque do duelo foi o ponta direita da Eslovênia, Dragan Gajic, autor de 12 gols no duelo, que levaram o atleta a artilharia da competição com 39 tentos. Pelo lado do Brasil o artilheiro foi novamente Borges, desta vez com sete gols.

Jogos do Brasil na Primeira Fase:

Catar 28 x 23 Brasil – 15/01 – 15h30 – Lusail Hall
Espanha 29 x 27 Brasil – 17/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil 34 x 29 Bielorrúsia – 19/01 – 12h – Lusail Hall
Eslovênia 35 x 32 Brasil – 21/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil x Chile – 23/01 – 12h – Lusail Hall

O time de Ribera ainda está no quarto lugar do Grupo A, mas entrará em quadra na sexta-feira precisando vencer o Chile. A equipe brasileira tem até a chance de se classificar com um empate em caso de derrota da Bielorrússia para o Catar, mas claro que não vale arriscar tal situação. O time segue jogando bem, agora tem que transformar as boas atuações em vitórias.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasil perde a segunda no Mundial de Handebol

Foto: EFE / globoesporte.com

Foto: EFE / globoesporte.com

A Seleção Brasileira de handebol perdeu sua segunda partida do Mundial do Catar, dessa vez para a Espanha e pelo placar de 29 x 27. Apesar disso, a equipe de Jordi Ribera continua dependendo apenas de si para seguir viva na disputa, basta vencer os três jogos restantes da primeira fase, contra Bielorrússia, Eslovênia e Chile.

Sobre a partida contra os espanhois, o time brasileiro jogou bem melhor do que no primeiro jogo e custou a entregar as pontas para os atuais campeões. Aliás, o Brasil esteve à frente no placar no segundo tempo, o que não conseguiu fazer contra os cataris. O destaque do time verde e amarelo foi o goleiro Bombom, que pegou muito no duelo, mas não conseguiu parar todos os arremessos de Joan Cañellas, que estava com a pontaria em dia e marcou nove gols.

O fato é que o pior já passou. Os dois compromissos mais complicados na chave já passaram. Esperamos que a equipe brasileira continue com a mesma atitude que teve contra a Espanha, agressiva, buscando a vitória. Se estiver assim, as chances de fazer a melhor campanha da história, ultrapassando o 13º lugar obtido em 2013, são grandes.

Jogos do Brasil na Primeira Fase:

Catar 28 x 23 Brasil – 15/01 – 15h30 – Lusail Hall
Espanha 29 x 27 Brasil – 17/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil x Bielorrúsia – 19/01 – 12h – Lusail Hall
Brasil x Eslovênia – 21/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil x Chile – 23/01 – 12h – Lusail Hall

A próxima partida da Seleção será nesta segunda-feira, contra a Bielorrússia. Será um verdadeiro clima de final, porque o Brasil precisa vencer, independente do placar.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasil sente pressão e perde para Uruguai no Sub-20

Foto: EFE / globoesporte.com

Foto: EFE / globoesporte.com

A Seleção Brasileira de futebol conheceu sua primeira derrota no Sul-Americano Sub-20. A equipe comandada por Alexandre Gallo perdeu para os uruguaios, donos da casa, por 2 x 0 e acabou caindo para o terceiro lugar do Grupo B. Apesar de faltarem mais dois jogos para o fim da fase, o Brasil ainda estaria se classificando, o que é o mais importante.

Sobre o duelo, os brasileiros não conseguiram encaixar seu jogo e acabaram fazendo uma atuação bem abaixo do que no primeiro confronto, diante do Chile. O time verde e amarelo teve poucas chances no duelo, a melhor delas com Kennedy, que, já no final do segundo tempo, bateu de antes do meio de campo e o goleiro uruguaio deu um tapa para a linha de fundo, salvando sua seleção.

Do outro lado, os uruguaios pressionavam bastante e contavam com seus torcedores, que compareceram e fizeram muito barulho. Os dois gols dos rivais saíram em cobranças de falta, o primeiro aos 27 do primeiro tempo com Pereiro e o segundo aos 14 do segundo com Arambarri.

Apesar do resultado negativo, o Brasil ainda tem boas chances de classificação, basta fazer sua parte, vencendo a Venezuela na segunda-feira e a Colômbia na sexta-feira. A quarta-feira também será dia de rodada, mas os brasileiros descansarão, afinal a chave tem cinco times e um fica fora a cada rodada.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasil perde na estréia do Mundial de Handebol

Foto: Thierry Gozzer  / globoesporte.com

Foto: Thierry Gozzer / globoesporte.com

A seleção do Catar era uma verdadeira incógnita no Mundial. Os mandantes têm um time repleto de estrangeiro, portanto ninguém sabia ao certo como eles entrariam em campo, o fato é que eles surpreenderam.

Os cataris saíram na frente e mostraram que o duelo seria tenso para os brasileiros, que pareciam afobados. Faltando dez minutos para o fim da primeira parcial a diferença entre as equipes era grande, 13 x 6 para os mandantes, que aproveitavam suas oportunidades e viam o Brasil continuar nervoso, mas a equipe de Jordi Ribera diminuiu a diferença para apenas dois gols, que foram ampliados para três antes do término da primeira etapa, 15 x 12.

O segundo tempo começou e os brasileiros não pararam de errar. A maior dificuldade era penetrar na defesa adversária, principalmente quando o time forçava uma bola com o pivô e perdia a chance de ataque. Do outro lado o Catar aproveitava as chances e acabou ampliando para 21 x 16. Uma reação até parecia difícil, mas a equipe brasileira acordou, foi para cima dos rivais e diminuiu a desvantagem para apenas um gol, 21 x 20, mas aí os erros voltaram a diferença final foi de cinco gols para os donos da casa, 28 x 23.

Os artilheiros do duelo foram Mahmoud Hassab Alla, do Catar, e Chiuffa, do Brasil, ambos com seis gols. Mesmo assim o destaque do duelo foi o goleiro Danijel Saric, nascido na Bósnia, que pegou tudo e mais um pouco, dificultando todo o trabalho do time verde e amarelo e fazendo com que o montenegrino Goran Stojanovic nem precisasse entrar para defender as redes cataris.

Jogos do Brasil na Primeira Fase:

Catar 28 x 23 Brasil – 15/01 – 15h30 – Lusail Hall
Brasil x Espanha – 17/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil x Bielorrúsia – 19/01 – 12h – Lusail Hall
Brasil x Eslovênia – 21/01 – 12h – Duhail Sports Hall
Brasil x Chile – 23/01 – 12h – Lusail Hall

Todas as outras equipes estrearão amanhã no Mundial, com destaque para a Espanha, que enfrentará a Bielorrússia, inciando a tentativa de conquista do bicampeonato consecutivo do torneio.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan