Santos volta ao G4 após arrancar empate no Allianz

Em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos foi ao Allianz Parque, diante de um público de 40 mil pessoas, enfrentou o Palmeiras, na tentativa de manter o bom momento da equipe, além de diminuir a distância para os atuais líderes da competição.

Ainda sem Ricardo Oliveira, o técnico Dorival Júnior mandou a campo Vitor Bueno para fortalecer o meio campo contra o time da casa. Porém, durante o primeira etapa do jogo, os jogadores santistas pareciam um pouco nervosos,  só tiveram uma boa chance de gol com Vitor Bueno, após cobrança rápida de falta. Antes disso, logo no início da partida, o zagueiro Yerry Mina subiu livre na área para abrir o placar para os Palmeirenses. Neste lance, o zagueiro Luís Felipe e o meia Thiago Maia acabaram discutindo por conta da falha na marcação do jogador alviverde.

 

Na segunda etapa, o Santos chegou muito mais ao ataque.  Liderado por Lucas Lima e Victor Ferraz, os santistas criaram inúmeras chances de gol. Entretanto, quem balançou as redes foi Gabriel.  Aproveitando rebote, o camisa 10 do Santos limpou a marcação, chutou, e contou com o desvio em Vitor Hugo para empatar o clássico. No final da partida, após jogada pelo lado direito do ataque, o meia Thiago Maia teve a chance de virar a partida, mas acabou finalizando mal.

Com esse empate, o Santos mantém o tabu negativo: ainda não venceu o Palmeiras na casa do alviverde.  O resultado fez com que a equipe da Vila Belmiro fosse aos 23 pontos na 4° posição do Campeonato Brasileiro, com a mesma pontuação de Flamengo, Ponte Preta e Atlético Paranaense.

O zagueiro Luís Felipe comentou sobre a discussão com Thiago Maia durante a partida. “Foi uma cobrança normal, a gente quer ganhar, eles (Palmeiras) acabaram fazendo o bloqueio; eu avisei para ele (Thiago Maia) mudar a marcação, mas ele acabou não ouvindo”, disse o zagueiro do Peixe.

Autor do gol santista, Gabriel falou sobre sua sina de marcar gols nos rivais paulistas. “Gosto muito de jogar clássico, tenho amigos palmeirenses que ficarão meio tristes, mas estou feliz de marcar de novo”. Falou o camisa 10 do Peixe.

Na próxima rodada da competição, o Santos recebe a Ponte Preta na Vila Belmiro. Os dois times já se enfrentaram 112 vezes na história, sendo 62 vitórias santistas, 31 vitórias da Macaca e 19 empates. Na Vila Belmiro, o palco do próximo confronto, foram disputados 53 jogos, com 35 vitórias do Peixe, 9 empates e 9 vitórias da Ponte Preta. O último confronto entre as duas equipes aconteceu em 2015; a partida acabou empatada em 2 a 2.  Ricardo Oliveira e Geuvânio marcaram para o Santos; enquanto Renato Cajá e Felipe Azevedo descontaram para a Ponte Preta. O jogo acontecerá no próximo sábado, às 18h30, horário de Brasília.

Por Daniel Diomkinas para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Anúncios

Palmeiras vence rival e assume a vice liderança

Cesar-Greco_Ag-Palmeiras_Divulgação

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Em clássico e data que lembrava o dia do título do campeonato paulista palmeirense – 12 de junho de 1993, ano em que o time alviverde saiu da fila. Foi um dos ingredientes para a partida neste último domingo (12), em um clássico derby entre Palmeiras x Corinthians. Em um jogo mais estudado no primeiro tempo, o time mandante teve mais posse de bola e tentava manter sua posse de bola no ataque.

Já na segunda etapa, o Cuca acertou mais que o técnico Tite em suas substituições, a primeira com a entrada de Cleiton Xavier após o intervalo de jogo – o camisa 10 marcou um gol de cabeça após rebote no goleiro corinthiano com três minutos da segunda etapa.

Com apenas torcida única presente na Arena,  ouvia-se entusiasmada os cantos alviverdes em boa parte do segundo tempo. O time do Palmeiras em campo correspondia ao seu público com jogadas rápidas e boas finalizações – o que faltou foi o segundo gol palmeirense com boas defesas do goleiro Walter e finalizações na linha de fundo adversária.

O Corinthians também assustou o adversário com uma bola na trave que ao rebote sobrou nas mãos do goleiro Prass. Ao final do jogo, o Palmeiras conseguiu manter maior posse de bola, com uma marcação alta e toques rápidos entre meio o campo e na grande área adversária. Já nos acréscimos, o Corinthians buscava ainda o empate, e em uma jogada já parada pelo árbitro, o gol corinthiano foi marcado. Sendo invalidado no mesmo momento pela arbitragem de Rafael Klaus.

Ao final da partida, o Palmeiras venceu por 1 a 0 e assumiu a segunda posição do campeonato Brasileiro com 15 pontos, atrás do Internacional com 16 – quebrando a sequencia de quatro vitórias seguidas do rival que permanece com seus 13 pontos na quarta posição.

Por Arthur Dafs para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Clássico espanhol marca próxima fase da Liga dos Campeões

Foto: UEFA.com

Foto: UEFA.com

Na manhã desta sexta feira, 20, a UEFA sorteou os duelos das quartas de finais da Liga dos Campeões 2014/2015 e os duelos serão de tirar o folego na próxima fase da maior competição de clubes do mundo.

Os grandes destaques ficaram por conta de PSG x Barcelona, que duelaram no Grupo F da primeira fase e também se enfrentaram nas últimas edições da competição européia. O outro duelo ficou por conta do clássico espanhol Atlético de Madrid x Real Madrid, reeditando a final da competição passada onde o Real levou a melhor.

O Porto  vai enfrentar o poderoso Bayern de Munique enquanto a Juventus que eliminou o Borussia joga diante do Mônaco que eliminou o Arsenal da Inglaterra, que por sinal é uma das ligas mais fortes e não tem nenhum representante na Liga.

Os jogos de ida acontecem nos dias 14 e 15 de abril e as partidas de volta no dias 21 e 22 de abril. Confira os duelos:

PSG X Barcelona, 15/4 no Parc des Princes;

Atlético de Madrid  x Real Madrid, 14/4 no Vicente Calderón;

Porto x Bayern de Munique, 15/4 no Estádio do Dragão;

Juventus x Mônaco, 14/4 no Juventus Stadium.

Os duelos vão ser de tirar o folego. Não dá para perder.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Palmeiras vence, clássico termina empatado

A 4ª rodada do Campeonato Paulista 2015 teve o Palmeiras jogando em casa pela quarta vez consecutiva. Vale lembrar que na estreia, contra o Grêmio Osasco Audax, o time mandante era o Audax, que preferiu atuar na casa do Verdão, até para conseguir uma renda maior. A única vitória do alviverde na competição tinha sido exatamente contra o GO Audax, mas enfim a sequência de derrotas terminou com uma goleada sobre o Rio Claro, por 3 x 0.

Com uma formação mais ofensiva, o Palmeiras teve em Alan Patrick seu alicerce. O atleta que atuou em 2014 pelo Internacional conseguiu fazer um belo jogo, dando assistências para Cristaldo, no primeiro tempo, e Zé Roberto, no segundo. Quem fechou o placar foi Rafael Marques, que entrou ao longo do duelo, após cruzamento de Robinho, que atuou como volante na noite desta quarta.

Essa foi a segunda vitória do Verdão na competição e a equipe voltou a ser líder do Grupo 3, com 6 pontos. Vale destacar que a Portuguesa, com 5 pontos somados, tem um jogo a menos, contra o Corinthians, adiado para o final de março, por conta da Pré-Libertadores que o alvinegro disputou.

Santos 0 x 0 São Paulo

oto: Marcos Ribolli / globoesporte.com

oto: Marcos Ribolli / globoesporte.com

Se o Palmeiras conseguiu balançar as redes três vezes, o clássico Santos x São Paulo, na Vila Belmiro, terminou empatado em 0 x 0.

Ambos os times tiveram chances de marcar, mas os goleiros estavam em noite inspirada. Do lado do Santos, Vanderlei fez uma bela defesa no chutaço de Michel Bastos. Já do lado do São Paulo, Rogério Ceni mostrou o porquê decidiu continuar jogando. Primeiro o camisa 01 fez uma bela defesa em um chute de Geuvânio após o jogador do Peixe fazer uma fila na defesa Tricolor e bater de direita (seria um golaço). Depois, já no segundo tempo, Ceni fez dois milagres no mesmo lance, um em chute de Marquinhos Gabriel e outro em finalização de Renato. As duas defesas, aliás, que mantiveram o empate sem gols no placar.

Jogos da rodada:

Terça-feira

Capivariano 2 x 2 Mogi Mirim
Penapolense 0 x 1 São Bernardo

Quarta-feira

Bragantino 2 x 3 Red Bull Brasil
Audax 1 x 1 Linense
Botafogo 1 x 1 São Bento
Palmeiras 3 x 0 Rio Claro
Santos 0 x 0 São Paulo

Quinta-feira – hoje

XV de Piracicaba x Ituano – 19h30 – Barão de Serra Negra
Ponte Preta x Marília – Moisés Lucarelli

Adiado

Corinthians x Portuguesa – terça-feira – 24/03 – 19h30 – Arena Corinthians

A 5ª rodada do Paulistão também será bastante desmembrada, com quatro jogos no sábado, um no domingo e mais cinco na próximo quarta-feira. O detalhe é que todos os grandes jogam neste sábado.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Timão vence primeiro clássico no Allianz Parque

Foto:Luis Moura / Estadão /  esportes.yahoo.com

Foto:Luis Moura / Estadão / esportes.yahoo.com

Foi na raça, na vontade e no sufoco que o Corinthians conseguiu se manter 100% no Campeonato Paulista 2015, conquistando a primeira vitória em um dérbi no Allianz Parque. O alvinegro jogou com alguns desfalques, que foram poupados para a partida de volta da Pré-Libertadores contra o Once Caldas, mas isso não foi problema para superar o Verdão por 1 x 0, com gol de Danilo, substituto do poupado Renato Augusto.

Sobre o jogo, o Corinthians jogou muito bem e o Palmeiras, que teve seu time semelhante ao que jogou e venceu na primeira rodada, teve uma atuação bem melhor em comparação ao duelo contra a Ponte Preta, mas a falta de entrosamento ainda pesa bastante na equipe.

O primeiro tempo foi lá e cá, com chances para as duas equipes, principalmente para o Timão, que teve um gol bem anulado de Guerrero e acertou uma bola na trave com Bruno Henrique. De tanto pressionar, o time preto e branco conseguiu abrir o placar com Danilo, que recebeu um passe do ligeiro Petros após uma enorme bobeira do zagueiro Vitor Hugo, recém-chegado do América-MG.

Daí em diante a partida tinha tudo para ficar sobre controle do Timão, mas, no início da segunda etapa, Cássio foi expulso e o comando do duelo mudou de lado. Sobre a expulsão, foi injusta. O camisa 12 parece realmente não ter visto a bola reposta pelo gandula e foi pegar uma outra redonda para colocá-la em jogo, mas o árbitro Raphael Claus entendeu como enrolação e deu o segundo amarelo ao goleiro por esse mesmo motivo.

Com um a menos, o Corinthians começou a apostar nos contra-ataques e o Verdão na pressão. Em um contra-ataque veloz, o colombiano Mendoza quase fez o segundo gol dos visitantes, mas ele parou em uma linda defesa de Fernando Prass. Do outro lado, Walter também demonstrou estar em forma, fazendo uma defesaça em um chute do lateral-direito Lucas, que estava dentro da área, bem perto do goleiro. No último lance do jogo, Vitor Hugo teve a chance de se redimir, mas a bola foi alta demais para o zagueiro.

A derrota deixou alguns torcedores alviverdes transtornados, mas vale lembrar que isso é o começo de um trabalho de renovação e demora um tempo, principalmente para entrosar.

Resultados da 3ª rodada do Paulistão 2015:

Sábado

São Bernardo 1 x 1 Capivariano
Penapolense 0 x 0 Ituano
São Bento 3 x 0 Marília
São Paulo 2 x 0 XV de Piracicaba
Mogi Mirim 2 x 1 Bragantino
Rio Claro 3 x 0 Linense

Domingo

Palmeiras 0 x 1 Corinthians
Santos 2 x 1 Red Bull Brasil
Botafogo-SP 1 x 1 Ponte Preta
Audax 1 x 1 Portuguesa

A próxima rodada do Paulistão acontecerá neste meio de semana, com nove partidas. O jogo Corinthians x Portuguesa foi adiado por conta do time alvinegro disputar a Pré-Libertadores contra o Once Caldas nesta quarta-feira.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Clippers vencem clássico diante do Lakers

Foto: en.wikipedia.org

Foto: en.wikipedia.org

A NBA teve clássico na noite desta quarta feira, os primos de Los Angeles se enfrentaram, Clippeers  e Lakers que vivem situações opostas a algumas temporadas deixaram bem claro que a supremacia no duelo continua sendo dos Clippers como vem acontecem ultimamente.

A partida começou e foi nervosa e toda a sua totalidade. O primeiro quarto começou equilibrado mas os donos da casa, Clippers, venceu por 34 x 24 abrindo 10 pontos de vantagem. O segundo quarto começou da mesma forma que terminou o primeiro, com os Clippers dominando os Lakers e para ajudar, Bryant não estava em uma noite nada inspirada. O placar da segunda parte do jogo ficou em 36 x 24 a favor dos Clippers, levando assim 22 pontos de vantagem para o intervalo.

O descanso fez bem, para os Clippers que foram soberanos também no terceiro quarto onde sem dó nem piedade marcaram 29 x 15, elevando a vantagem de 22 para 36 pontos no placar.

Com uma diferença confortável, os donos da casa relaxaram no quarto quarto e os Lakers aproveitaram para reduzir o placar com um placar de 26 x 15 na parte final. O resultado do jogo ficou em 114 x 89 a favor dos Clippers que tiveram em Griffin #32 seu cestinha com 27 pontos, no lado dos Lakers o destaque ficou por conta de Clarkson #6 com 14 pontos.

Confira os resultados da NBA desta quarta feira:

Charlotte Hornets 98 x 94 New Orleans Pelicans

Cleveland Cavaliers 93 105 Houston Rockets 

Philadelphia 76ers 77 x 97 Milwaukee Bucks 

Washington Wizards 101 x 91 New York Kicks

Atlanta Hawks 96 x 86 Memphis Grizzlies

Brooklyn Nets 81 x 89 Boston Celtics 

Chicago Bulls 77 x 97 Utah Jazz 

Dallas Mavericks 95 x 108 Detroit Pistons 

Denver Nuggets 93 x 90 Orlando Magic

Minnesota Timberwolves 111 x  113 Phoenix Suns 

Sacramento Kings 104 x 83 Oklahoma City Thunder

Golden State Warriors 117 x 102 Indiana Pacers

Los Angeles Clippers 114 x 89 Los Angeles Lakers

Apenas três partidas movimentam a NBA nesta quinta feira, 8, com destaque para o duelo entre Heat x Blazers.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Com cesta no final, Flamengo vence Brasília no NBB 7

Imagem: wikipedia.com

Imagem: wikipedia.com

Da mesma forma que no  futebol, no basquete existem os clássicos, e o duelo entre Flamengo e Brasília é uma deles. Na noite desta terça feira, a partida aconteceu no Rio de Janeiro e apoiado por sua torcida o Flamengo começou mal a partida, tanto que os visitantes chegaram a abrir nove pontos de vantagem no inicio da partida, mas com boas investidas o Flamengo diminuiu o prejuízo e o primeiro quarto terminou com o placar de 21 x 19 para o Brasília.

O segundo quarto foi totalmente diferente, os cariocas começaram mandando na quadra e com boas jogadas de Machado o time da casa venceu o segundo quarto por 19 x 14 e foi para o intervalo com o placar de 38 x 35 a seu favor.

Foto: Gilvan de Souza /  Flamengo / lnb.com.br

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / lnb.com.br

O descanso fez bem ao Flamengo que em poucos instantes do terceiro quarto ampliou a sua vantagem para 10 pontos, mas a equipe do Brasília não desistiu e conseguiu novamente encostar no jogo, a essa altura a partida estava em 48  x 47 para o clube carioca que conseguiu fechar o terceiro quarto com o placar de 58 x 52, com parcial de 20 x 17.

O quarto quarto começou e no basquete não tem nada decidido ainda mais em clássico, o Brasília voltou forte e equilibrou o jogo e empatou a partida em 60 x 60 e ai foi troca de ataques. A partida foi chegando ao seu desfecho final e com dois minutos para o término da mesma o placar marcava 74 x 74, e as equipes, muito nervosas, passaram a desperdiçar ataques quando a cerca de seis segundo para o término da partida, Laprovittola do Flamengo cometeu falta de ataque e o Brasília foi executar a saída de bola quando Cipolini se antecipou ao jogados brasiliense, roubou a bola e partiu para a infiltração sozinho e deu números finais ao jogo, Flamengo 76 x 74 Brasília.

Os cestinhas da partida foram Fred #9 do Brasília e Marcelinho Machado #4 do Flamengo, ambos com 17 pontos cada.

Confira os resultados do NBB 7:

sexta feira, 12:

São José 71 x 94 Flamengo

Basquete Cearense 67 x 85 Limeira

Brasília 73 x 85 Rio Claro

Mogi das Cruzes 81 x 70 Macaé Basquete

terça feira, 16:

Paulistano 89 x 71 São José

Liga Sorocabana 85 x 87 Mogi das Cruzes

Macaé Basquete 78 x 77 Basquete Cearense

Flamengo 76 x 74 Brasília

A 11° rodada do NBB 7 continua nesta quarta feira com mais quatro jogos, confira os duelos:

Minas x Limeira

Bauru x Pinheiros

Uberlândia x Rio Claro

Franca x Palmeiras

O Limeira é o líder da competição e vamos ver se a equipe do interior paulista vai conquistar mais uma vitória fora de casa diante do Minas.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Timão vence Verdão no primeiro clássico da Arena Corinthians

O domingo foi perfeito para a torcida corintiana, que viu o seu time vencer o clássico contra o maior rival por 2 x 0, em sua nova Arena, com gols de Guerrero e Petros.

O primeiro tempo do confronto foi frio, como realmente estava em Itaquera, com três boas chances de gol para o Corinthians. A primeira delas com Ralf, que aparece cada dia melhor na parte dianteira, mas o volante finalizou no meio do gol. Depois quem deu perigo, aos 40 minutos, foi Guerrero que pegou uma sobra e arriscou, testando bem o goleiro Fabio. Na sequência do chute, a jogada virou escanteio, que foi cobrado rapidamente e Gil, de cabeça, acertou a trave. Era um sinal do que viria na segunda etapa.

 

Se a primeira etapa foi fria, o segundo tempo começou quente, com o Corinthians no ataque. O volante Elias, melhor jogador da partida, recebeu a bola no meio e carregou até tocar para Guerrero, livre, em posição legal, balançar a rede na Arena.

E o camisa 7 do Timão não parou de aparecer. Depois de testar o goleiro Fábio de longe, ele fez uma jogada pelo meio, teve a chance de arriscar, mas esperou, tocando para Petros, que ajeitou e chutou, a bola bateu na trave, no braço do goleiro Fabio e morreu no fundo da rede, 2 x 0. Isso já nos acréscimos.

Foto crédito: Marcos Ribolli/globoesporte.com

Foto crédito: Marcos Ribolli/globoesporte.com

O resultado foi bom para o Corinthians, que segue a caça ao Cruzeiro. Em caso de empate ou derrota, a situação do Timão na briga pelo título estaria complicada. Já o Verdão está em uma situação péssima, porque não vence há 6 jogos no Brasileirão. Mesmo assim, ninguém culpa o técnico recém-chegado Ricardo Gareca. Aliás, todos confiam em seu trabalho.

Resultados da rodada:

Sábado

(1°) Cruzeiro 5 x 0 Figueirense (20°)
(6°) Santos 3 x 0 Chapecoense (15°)
(14°) Criciúma 1 x 3 Vitória (16°)
(19°) Bahia 0 x 1 Internacional (4°)

Domingo

(2°) Corinthians 2 x 0 Palmeiras (12°)
(7°) Goiás 2 x 1 São Paulo (8°)
(9°) Atlético-PR 0 x 3 Fluminense (3°)
(5°) Sport 2 x 1 Atlético-MG (11°)
(18°) Flamengo 1 x 0 Botafogo (13°)
(10°) Grêmio 2 x 3 Coritiba (17°)

Depois da vitória, o Corinthians terá uma semana cheia para treinar, visando corrigir o que errou e melhorar o que acertou.Já o Palmeiras fará uma participação da Copa Euroamericana, enfrentando a Fiorentina, no Pacaembu, quarta-feira, às 21h50.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasileirão: Majestoso termina empatado em 1 x 1

Imagem crédito: eusouflamengo.com

Imagem crédito: eusouflamengo.com

A rodada foi cheia de clássicos. Dos 10 jogos, 4 eram clássicos estaduais. Na Bahia o Ba-Vi (Bahia x Vitória), no Rio de Janeiro o Fla-Flu (Flamengo x Fluminense), em Minas Gerais Atlético Mineiro x Cruzeiro e em São Paulo o Majestoso, Tricolor x Timão.

São Paulo e Corinthians jogaram na Arena Barueri. Isso porque a banda inglesa One Direction fez dois shows no Morumbi. Com isso o time teve de jogar fora de sua casa e optou por não atuar no Pacaembu, mas no lugar onde Rogério Ceni fez seu 100º gol.

Aliás, esse foi um dos grandes protagonistas da primeira etapa. O goleiro fez uma defesaça à queima roupa após um chute do

Foto crédito: Marcos Ribolli (globoesporte.com)

Foto crédito: Marcos Ribolli (globoesporte.com)

peruano Paolo Guerrero. Uma defesa espetacular, mostrando que sua carreira ainda não acabou. Termina no final do ano, é verdade, mas até lá os são paulinos podem estar tranquilos.

Sobre a primeira etapa, posso falar que foi muito fraca, até mesmo horrível. Jogo tenso, como clássico, mas muitos erros de passe, pouca efetividade, objetividade e chute a gol. Para se ter uma ideia, o primeiro chute do Corinthians ao gol foi apenas aos 37 minutos, muito pouco para um time que conquistou a Libertadores há menos de dois anos.

Os times sentiam falta de seus desfalques, Pato pelo São Paulo e Jadson pelo Corinthians. Isso aconteceu por conta de um acordo entre as equipes, pela transferência que envolveu os dois jogadores e os dois clubes.

Na segunda etapa o jogo esquentou um pouco, e, aos 3 minutos, o Timão abriu o placar com Fagner, que fez seu primeiro gol com a camisa do Corinthians, 1 x 0.

O jogo ficou cada vez mais pegado, mas parecia esfriar. Para variar, Mano Menezes recuou sua equipe e o pior estava claro que viria. Em um passe de gênio de Paulo Henrique Ganso, Luis Fabiano aproveitou a indecisão e a bobeira de Cléber para dar um carrinho e empatar, 1 x 1.

Daí em diante o objetivo era não tomar gol e, quem sabe, fazer em um contra-ataque. Com isso, o placar terminou 1 x 1. Resultado ruim para ambas as equipes, mas menos pior para o Tricolor, que estava perdendo.

Resultados da rodada: 

(9º) Palmeiras 2 x 0 Goiás (8º)

(1º) Internacional 2 x 1 Atlético-PR (14º)

(13º) Botafogo 6 x 0 Criciúma (17º)

(10º) São Paulo 1 x 1 Corinthians (3º)

(15º) Atlético-MG 2 x 1 Cruzeiro (5º)

(19º) Chapecoense 1 x 2 Grêmio (7º)

(2º) Fluminense 2 x 0 Flamengo (16º)

(18º) Coritiba 0 x 1 Sport (6º)

(4º) Bahia 1 x 1 Vitória (12º)

(20º) Figueirense 0 x 2 Santos (11º)

A próxima rodada tem uma partida no meio de semana, Goiás x Botafogo e nove no final de semana, com destaque para Corinthians x Figueirense, que será o jogo de estreia da Arena de Itaquera.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Paulistão: Tricolor marca cinco e vence clássico no Pacaembu

Imagem: esportejundiai.com

Imagem: esportejundiai.com

O clássico entre Corinthians e São Paulo válido pela 13° rodada começou bem agitado, ambas as equipes abertas e indo para cima do adversário, tanto que logo com quatro minutos de jogo já tinha três finalizações, e quem abriu o placar foi o Corinthians. Cruzamento da esquerda rasteiro e Antônio Carlos cortou para o lado errado e colou contra a própria meta, gol contra, 1 x 0 para o Timão.

Após o gol o time do Parque São Jorge  recuou e chamou o São Paulo para cima que tentava de um lado para lá, para cá, até a hora que PH Ganso acertou um chutaço de fora da área. Golaço do São Paulo, 1 x 1 aos 38 minutos da etapa inicial. O Tricolor foi para cima mas final do primeiro tempo.

No inicio da segunda etapa o Tricolor começou a todo vapor  e após grande jogada de Douglas, Pabon cruzou e Luis Fabiano, completou, a virada do São Paulo, 2 x 1 aos cinco da etapa complementar. A partir da virada o Timão foi para cima e em pouco lances começou a ameaçar o São Paulo e Guerrero em lance pela esquerda chutou ou cruzou, difícil saber, mas o fato é que novamente Antonio Carlos desviou e colocou para dentro da própria meta, 2 x 2 no clássico aso 15 do segundo tempo.

O jogo foi ganhando emoção e ambas as equipes foram para cima, mas com o Corinthians levando um pouco mais de perigo, mas quem marcou o terceiro foi o Tricolor.

Oswaldo cruzou com perfeição e Rodrigo Caio de cabeça aos 32 minutos da etapa final marcou 3 x 2. Após o gol o Timão tentou mas o São Paulo estava mais efetivo, tocando a bola e cadenciando o jogo. O Corinthians tentava, por um lado, pelo outro mas não conseguia.

O Corinthians começou a ficar nervoso  fazendo faltas bestas não conseguia passar a bola para o ataque e Paolo Guerrero que entrou no segundo tempo saiu lesionado a deixou a equipe alvi-negra com um jogador a mesmo, porque a equipe de Mano Menezes já havia feito as três substituições.

Final de jogo 3 x 2 para o São Paulo e a equipe do Morumbi volta a vencer um clássico depois de 12 jogos se exito. Agora o Corinthians depende dos resultados adversários  para continuar sonhando com a classificação na competição.

Confira os resultados da 13° rodada:

Botafogo 1 x 0 Comercial

Ituano 1 x 1 Atlético Sorocaba

Ponte Preta 2 x 1 Rio Claro

Corinthians 2 x 3  São Paulo 

São Bernardo 1 x 1 Mogi Mirim

Paulista 1 x 3  Palmeiras

Santos 4 x 1 Oeste

A rodada termina da terça feira, dia 11 com mais três partidas:

XV de Piracicaba x Linense, às 19:30 em Piracicaba;

Osasco Audax x Penapolense, ás 19:30 em Osasco;

Portuguesa x Bragantino, às 19:30 em São Paulo.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan