Com Massa em 2°, Hamilton vence e conquista o bicampeonato da Fórmula 1.

Foto: O Globo / twitter.com/oglobo

Foto: O Globo / twitter.com/oglobo

Decisão! GP de Abu Dhabi, definição do campeão mundial da temporada 2014 de Fórmula 1. Rosberg na pole, Hamilton em segundo e logo na largada o alemão demorou um pouco para tracionar e o inglês assumiu a liderança antes da primeira curva. Massa #19 também largou bem e assumiu a terceira posição e seu companheiro de equipe, Bottas #77, acabou por perder algumas posições e foi parar em oitavo lugar.

Logo nas primeiras voltas os carros começaram a se assentar na pista e logo na sexta volta começaram os pits com Fernando Alonso, enquanto isso Raikkonen visivelmente mais lento perdeu várias posições na pista. Na 10° volta, Lewis Hamilton #44 foi para sua parada nos boxes e sem problemas trocou os pneus e voltou para a pista, logo atrás Bottas da Williams também fez a sua parada.

Na volta seguinte, Rosberg #6 foi fazer a sua troca de pneus, e da mesma forma que o companheiro e adversário voltou para a pista sem problemas e desta forma o líder temporário da  corrida era o brasileiro Felipe Massa #19 que mesmo sem trocar os pneus estava andando no mesmo tempo que Hamilton. Massa fez a sua parada na 14° volta.

Foto: Getty Images / grandepremio.uol.com.br

Foto: Getty Images / grandepremio.uol.com.br

Na 16° volta o russo Kvyat abandonou a  disputa depois de perder o controle do seu carro sozinho. A essa altura Hamilton era o líder com Rosberg em segundo, Massa em terceiro, Ricciardo em quarto, Bottas em quinto. Apenas da 22° voltas que os últimos carros, Magnussen da McLaren e Vettel da RBR fizeram a sua troca de pneus, depois deles apenas Ricciardo não havia parado.

Na 24° volta a ultrapassagem de Bottas sobre Ricciardo mostrou que o carro da RBR não estava mais suportando as condições da pista e a essa altura, Hamilton em primeiro, Rosberg em segundo e Massa em terceiro, mas o alemão da Mercedes falou pelo rádio que seu carro começou a perder rendimento e com isso o brasileiro da Williams começou a se aproximar.

Entre a 24° e 26° volta Massa tirou mais de três segundos de diferença de Rosberg, e na 27° volta Felipe Massa conseguiu realizar a ultrapassagem sobre o piloto da Mercedes que reclamava demais com a equipe pelo rádio, a essa altura Hamilton liderava, Massa em segundo, Rosberg em terceiro e apenas da 28° volta que Ricciardo fez a sua troca de pneus.

Foto: AP /  grandepremio.uol.com.br

Foto: AP / grandepremio.uol.com.br

Ainda na 28 volta, Maldonado da Lotus abandonou o seu carro com um principio de incêndio. Na metade do pelotão, Alonso e Button protagonizaram uma grande disputa entre Ferrari e McLaren. Enquanto isso Massa andando em um ritmo muito melhor que as Mercedes, seguia tirando a diferença para Hamilton e logo atrás do brasileiro, quase dez segundos, seguia Nico Rosberg.

Na 31 volta, Hamilton fez a sua segunda parada, com isso Massa assumiu a liderança e o inglês voltou lado a lado com Rosberg. Na 33 volta, Massa em primeiro, Hamilton em segundo, Bottas em terceiro, Rosberg em quarto e as Ferrari de Alonso e Raikkonen brigando pela 10 posição, que fase da equipe italiana.

As paradas recomeçaram na 35 volta, com Rosberg e Bottas. Hamilton que parou antes dos dois e seguia em segundo lugar. Massa seguia na liderança.

As voltas foram se passando enquanto isso Bottas seguia na perseguição de Ricciardo que estava em terceiro lugar. Atrás deles Pérez da Force Índia em quinto, Vettel em sexto, Button em sétimo, Rosberg em oitavo, Alonos em nono e Vergne em décimo lugar.

Na 44° volta, Felipe Massa fez a sua segunda parada e voltou atrás de Hamilton cerca de 11,5 segundos. Na 46° volta, Hulkenberg da Force Índia não teve problemas para ultrapassar Rosberg que a essa altura caiu para oitava colocação.  A 49° volta foi completada do Hamilton em primeiro levando 6.2 de vantagem sobre o brasileiro da Williams. Na volta seguinte Rosberg foi ultrapassado por Vettel, mas a Mercedes do alemão andava cada vez mais lento na pista, as chances de título de Nico Rosberg estavam acabando, curva após curva, volta após volta.

Foto: AP / grandepremio.uol.com.br

Foto: AP / grandepremio.uol.com.br

Na 53° volta, Massa seguia a busca de Hamilton e a essa altura a diferença que era de mais de 10 segundos era de 3.5 segundos. Na 54° volta Hamilton e Massa deram uma volta sobre Nico Rosberg que a essa altura ocupava apenas a 13° colocação.

Na 55° volta, Massa já sem pneus ficou a 2.5 segundos do líder. O final da corrida ficou assim: Hamilton em primeiro, Felipe Massa em segundo e Valtterri Bottas em terceiro, Nico Rosberg terminou em 14° lugar. Confira  a classificação final do GP de Abu Dhabi:

Foto: f1.com / globoesporte.globo.com

Foto: f1.com / globoesporte.globo.com

1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2: Felipe Massa (BRA/Williams)
3: Valtteri Bottas (FIN/Williams)
4: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
5: Jenson Button (ING/McLaren)
6: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
7: Sergio Perez (MEX/Force India)
8: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)
9: Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
10: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
11: Kevin Magnussen (DIN/McLaren)
12: Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)
13: Romain Grosjean (FRA/Lotus)
14: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
15: Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)
16: Adrian Sutil (ALE/Sauber)
17: Will Stevens (ING/Caterham)

Não completaram
Kamui Kobayashi (JAP/Caterham)
Pastor Maldonado (VENLotus)
Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

Campeonato

Lewis Hamilton conquistou a vitória em Abu Dhabi, a 11° conquista na temporada e levou o bicampeonato na categoria, 2008 e agora em 2014, além do mais o inglês soma 33 triunfos e já é o quinto maior vencedor da história da F1. Hamilton volta a levar a equipe Mercedes ao título da categoria fato que não ocorria deste os tempo de Fangio.

Foto: twitter.com/redbullracing

Foto: twitter.com/redbullracing

O piloto inglês somou 384 pontos contra 317 de Rosberg. Confira a classificação final da temporada 2014 da Fórmula 1:

1° Lewis Hamilton 384 pontos;

Nico Rosberg 317 pontos;

Daniel Ricciardo 238 pontos;

Valtteri Bottas 186 pontos;

Sebastian Vettel 167 pontos;

Fernando Alonso 161 pontos;

7° Felipe Massa 134 pontos;

Jenson Button 126 pontos;

NIco Hulkenberg 96 pontos;

10° Sergio Perez 59 pontos.

Foto: wp.clicrbs.com.br

Foto: wp.clicrbs.com.br

Construtores

1° Mercedes 701 pontos;

Red Bull Racing 405 pontos;

Williams-Mercedes 320 pontos;

Ferrari 216 pontos;

McLaren-Mercedes 181 pontos;

Force Índia-Mercedes 155 pontos;

STR-Renault 30 pontos;

8° Lotus-Renault 10 pontos;

Marussia-Feraari 2 pontos;

10° Sauber-Ferrari 0 ponto;

11° Caterham-Renault 0 ponto.

As expectativas para a temporada 2015 são enormes, Vettel vai para a Ferrari, Alonso, deve ser piloto da McLaren, a Sauber mudará seus dois pilotos e terá a dupla formanda por Marcus Ericsson e Felipe Nasr.

A categoria volta as pistas no dias 13, 14 e 15 de março, no GP da Austrália.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Anúncios

Duda é bicampeão mundial

Mauro Vinícius da Silva, o “Duda”, sagrou-se bicampeão mundial no salto em distância neste final de semana em Sopot na Polônia. O brasileiro teve como melhor salto a marca de 8.28 metros e igualou  a marca conquistada na Turquia em 2012.

Foto crédito: Kai Pfaffenbach l Reuters/ atarde.uol.com.br

Foto crédito: Kai Pfaffenbach l Reuters/ atarde.uol.com.br

O brasileiro conseguiu a marca apenas no último salto, pois cada atleta tem seis chances de realizar um bom salto e o chinês Jinzhe Li vinha liderando desde a primeira tentativa.

Duda falou sobre o que aconteceu com ele e sobre a felicidade de conquistar o título, “Eu poderia falar mil coisas, mas Deus sempre é justo. Tive problemas com lesões. Trabalhei em excesso e as lesões vieram, mas não existem campeões sem treinos e dedicação. Na hora da competição, a gente tem que ter muita calma porque sem ela vem lesões, erros e muitas outras coisas, menos o resultado. Então eu tinha que, pelo menos, igualar o meu melhor. E eu consegui. Hoje sou a pessoa mais feliz do mundo porque consegui igualar minha marca de Istambul” .

Mauro Duda em primeiro, o chinês Jinzhe Li ficou em segundo com o salto de 8.23 metros e o sueco Michel Tornéus ficou em terceiro ao saltar 8.21.

Parabéns Duda por representar também o nosso país.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Corinthians Bicampeão

Não é reprise não, o Timão sagrou-se bicampeão do Torneio Touchdown de Futebol Americano.

O Corinthians Steamrollers venceu o Vasco da Gama Patriotas por 30 x 12, e detalhe é bicampeão consecutivo e invicto, a equipe não perde desde Maio de 2011.

O Timão, invicto, não deu chances para mo Vasco.

O Timão, invicto, não deu chances para mo Vasco.

foto fonte: globoesporte.globo.com.br

O Timão tomou a iniciativa desde o começo da partida e este sempre a frente do placar, Passarela, Marcelinho, Frost e Alexandre Frota foram os destaques da partida

Frota liderou o Timão em mais uma conquista.

Frota liderou o Timão em mais uma conquista.

foto fonte: Igor Alexander/ esportes.terra.com. br

É isso ai, Vai Corinthians!!!

por: Matheus Furlan

Salve o Corinthians, Bicampeão Mundial

É Campeão, Bicampeão, o Corinthians sagrou-se neste domingo bicampeão mundial de clubes ao derrotor o Chelsea na final por 1×0.

Ramires e Ralf, lados opostos, jogadores de selção brasileira

Ramires e Ralf, lados opostos, jogadores de selção brasileira.

foto fonte: lancenet.com.br

Foi um jogo muito disputado, forte na marcação, e com chances de gols para ambas as partes, muito mais claras pelo lado inglês  do que pelo lado dos brasileiros, o que obrigou o goleiro do Timão, Cássio, a fazer grandes e belas defesas, e a primera logo aos 9 minutos de partidas após confusão na área corinthiana, Cahill, chutou após corte errado de Chicão, mas o arqueiro alvi-negro defendeu, não sei como, mas defendeu.

Começava ai a sua glória do dia. O Chelsea era mais perigoso que  o Corinthians, e partiu para cima e tentava, mas como uma defese bem postada, e com Jorge Henrique que entrou no lugar do Douglas, correndo por três os brasileiros fechavam os espaços.

O tempo foi passando, o jogo deu uma diminuida e o Corinthians começou a aperecer, Jorge Henrique, Paulinho tentaram de longe, e Emerson duas vezes, a segundo eu quase quebrei a televisão no grito, por ele ter errado o gol após a jogada do Guerrero, e o Chelsea chegando com Fernando Torres e fazendo a defesa mais bonita da final, após o chute de Moses, o goleiro pulou e de mão trocada tocou na bola o suficiente para ela sair pela linha de fundo.

Moses arma para o chute, belíssima defesa de Cássio

Moses arma para o chute, belíssima defesa de Cássio.

foto fonte: forum.lolesporte.com

E verdade a Chesea, tinha mais posse de bola, chutava mais, atacava mais, porém o Corinthians era mais seguro na defesa afastando tudo que chegava perto da sua área. Mas o que esperavamos para o segundo tempo, tudo igual, o Chelsea atacando e o Timão tentando sair nos contra ataques.

Segundo Tempo

A segunda parte do jogo começou que nem foi o primeiro tempo, o chelsea foi para cima  e logo de cara Mata chutou de fora da área e ele, Cássio, fez novamente um grande defesa.

Aí vocês érguntam porque o Corinthians ganhou então, se apenas o Chelsea chegava, chuta, bem a partir dos 15 minutos da etapa final, os brasileiros comecaram a melhorar e colocar seu estilo de jogo, aquele que acostumamos a ver  em prática. Passar a  bola com mais calma, olhar e ter certeza do que esta fazendo, marcar no espaço e dar o bote na bola e certo, e logo o Corinthinas começou a aumentar aposse de bola, e foi para cima, com escanteios seguidos, e mantendo o Chelsea sobre pressão.

Até que aos 23 minutos do segundo tempo, Paulinho passou de letra para Jorge Henrique, de devolveu de cabeça para o volante, que entrou na área  driblou o seu marcador, porém a bola foi a frente demais, Danilo veio da direção contraria e deu um novo corte no zagueiro e chutou, a bola bateu no ótimo goleiro Peter Cech e  subiu, e ai ela sobrou limpa para Paolo Guerreo, cabecear e marcar, detelhe não havia impedimento não, como alguns com mente pequena falaram, pois o goleiro já náo estava entre o atacante  e o gol, bem como diz a regraoficial do futebol, para  classificar o impedimento deve haver menos de dois jogadores entre a bola e a linha de fundo do campo, acontece que na hora do lance , estavam entre a bola e a linha de fundo nada menos três jogadores do Chelsea, Ramires, David luiz e A. Cole, e a regra não fala nada de tem que ser o goleiro que tem que estar atrás da linha da bola, então vocês cornetas de plantão, estudem e depois questionem.

Guerrero comemora o gol corinthiano.

Guerrero comemora o gol corinthiano.

foto fonte: classiaqui.com.br

A partir daí o Timão foi mais fotrte, mostrou que tinha força, e começou a jogar bem e muito superior ao Chelsea, que esse sim ficou nervoso, abatido e sentiu o gol corinthiano.

Após o gol, o técnico do Chelsea colocou Oscar em campo, que para mim tem que ser títula na  equipe, porém entrou e logo fez um lancamento nas costas do Fabio Santos e quase saiu o gol dos ingleses, ai começou o sufoco, era o Chelsea para atacar e o Corinthians com uma frieza, de tocar a bola curto, que dava medo, até demais, Danilo, Fabio Santos, Emerson, pela esquerda, com um sangue frio para sair com a bola domínada para o ataque, que dava medo.

O tempo foi passando, e após em cruzamento a soba sobrou para Fernando Torres, que chutou e mais uma vez, Cássio esticou a perna e salvou o Timão. A essa altura, já tinha virado desespero, o Chelsea ia para cima do jeito que dava, mas não marcava, e os brasilerios apenas marcando e correndo, e muito.

Torres reclama com goleiro após o mesmo sair e trombar com ele.

Torres reclama com goleiro após o mesmo sair e trombar com ele.

foto fonte: placar.abril.com.br

O jogo estava no seus minutos finais, e na única bola que Cássio não achou, Torres cabeciou, para o gol e marcou porém estava impedido, e tava mesmo, não adinata falar de apito amigo e nem que ganhou roubado, foi impedimento claro e bem marcado pelo assistênte da partida.

Como corinthiano gosta de tudo no sofrimento, (eu não sei o porque), no útimo lance do jogo, a bola na área corinthiana, Cássio sai mal, e na linha de fundo a bola caprichosamente bate no pé da trave  e sai pela linha de fundo, final de partida, Corinthians Bicampeão da Copa do Mundo de Clubes da Fifa.

Jogadores do Corinthians comemoram o conquista do mundial.

Jogadores do Corinthians comemoram o conquista do mundial.

foto fonte: gazetaesportiva.net

O MELHOR DO MUNDIAL: CÁSSIO

Goleiro Cássio eleito o melhor jogador do mundial de clubes de 2012.

Goleiro Cássio eleito o melhor jogador do mundial de clubes de 2012.

foto fonte: cadernopopular.blogspot.com

A Fifa premia os melhores jogadores do Torneio, e desta vez, não tinha como ser outro, Cássio goleiro do Corinthians foi esse jogador.

Após pelo menos 5 grandes defesas durante o jogo, fora as intervenções feitas, ele foi o destaque da partida e levou o prêmio de melhor do torneio, luva de ouro, e ainda ganhou um carro zero, sem contar com o título conquistado.

David Luiz 2°, Cássio 1° e Guerrero 3°, os melhores do mundial seguno a Fifa.

David Luiz 2°, Cássio 1° e Guerrero 3°, os melhores do mundial segundo a Fifa.

foto fonte: jornaldeluzilandia.com.br

Goleador

O peruano Guerrero marcou os dois gols do Corinthians no Mundial, a atacante que chegou no Timão no  meio a temporada contava com a desconfiaça dos torcedores corinthianos, mas conforme foi passado o tempo e marcando os  gols, Guerrero foi acreditando e fazendo que acreditessem nele, conquistou a condição de títular, e  mostrou que tem faro de gol.

Marcou os dois gols do Timão no Mundial e foi eleito o terceiro melhor jogador do Torneio.

Artilheiro, goleador, já esta na galeira de ídolos do Timão

Artilheiro, goleador, já esta na galeira de ídolos do Timão.

foto fonte: espn.estadao.com.br

“É incrível, é um bando de loucos mesmo. Isso tudo é para eles. É incrível ver o estádio aqui cheio de corintianos”, “O time jogou pra c…”., palavras e emoção de Guerrero.

Agradecimentos

A maior vitória foi do grupo, mas não teve um que não agradeçeu ao goleiro Cássio, dentre eles Paulo André: “Eu só agradeci ao Cássio, não fiz nada além disso. No vestiário, foi a mesma coisa. Ele foi fundamental”,  “Eu corri um pouquinho também, mas, depois da defesa no chute do Fernando Torres, fui lá e falei: ‘Obrigado, obrigado’. Foi excepcional.”, mas não foi apenas o zagueiro que falou sobre o companheiro Cássio, “Sem dúvida, foram defesas espetaculares. Vai ficar para a história realmente. É um jogador que tem uma tranquilidade incrível, foi o diferencial da equipe”, disse Douglas, sacado do time para a entrada do fundalental Jorge Henrique.

Não se interessam pelo Mundial?

Bem, a algumas semanas, alguns ingleses falaram que o Mundial não era importante e que  a disputa no Japão não era valioza, mas veja bem, um torneio que reune apenas os campeões, não merece atenção, tudo bem, então, porque dessas caras feias após a derrota?

Que cara de poucos amigos, não acham?

Que cara de poucos amigos, não acham?

foto fonte: esporte.uol.com.br

Corinthians Campeão (Bicampeão)

O Corinthians é Bicampeão Mundial, e nãom tem como tirar isso dele,não adianta falar que 2000 foi forajado, ou não valeu. É nosso e vállido e ninguemm tasca.

Bicampeão 2000,2012

Bicampeão 2000,2012.

foto fonte: fotoarena.com.br

Falou demais?

Sabe auqelas horas que você fala o que não deve? Bem, Lucas Piazon jovem garoto do Chelsea falou demais ontem após a derrota do seu time para Corinthians.

Faltou caráter, amor à camisa. Ninguém quis jogar bola. Isso é coisa da cabeça dele, não posso criticar. Pelo menos o Oscar tentou. Não vou especificar, mas o time entrou sem vontade. Não pode entrar em uma final sem vontade de jogar, isso é inadmissível. Faltou muita coisa para a gente, e principalmente, a vontade de ser campeão. Acho que o Ramires, o David Luiz, só os brasileiro foram os únicos que se empenharam ao máximo, deram a raça, e por isso estão tristes. Acho que ele arrumou para a cabeç após dizer isso.

Lucas Piazon, falou demais.

Lucas Piazon, falou demais.

foto fonte: lancenet.com.br

Parabéns Sport Club Corinthians Paulista, Bicampeão do Copa do Mundo de Clubes da Fifa

Salve o Corinthians!

Salve o Corinthians!

foto fonte: planetaesporte.correio.com.br

Sei que eu não deveria mas: VAI CORINTHIANS!!!

por: Matheus Furlan