Bianchi tinha contrato com a Sauber

Foto: telegraph.co.uk

Foto: telegraph.co.uk

No último dia 5 de outubro, Jules Bianchi sofreu um sério acidente durante a realização do GP do Japão de F1, quando a sua Marussia colidiu contra um trator de serviço. O piloto francês entrou em coma, estado que permanece até os dias atuais em um hospital na França, onde segue em tratamento.

Seu pai, Philippe Bianchi quebrou o silêncio e falou ao jornal francês Nice-Martin. Ele disse que o filho esta em condições estáveis e e fala de uma tortura diária pela qual o jovem de 25 anos passa. Ainda firmou que o filho faz uma maratona todos os dias. Bianchi tem todas as funções corporais sendo realizadas sem a ajuda de aparelhos, mas o quando sairá da condição do coma é impossível dizer.

Mas de acordo com o empresário Colin Kolles que em entrevista a TV Servus, Bianchi teria assinado um contrato com a equipe Sauber para disputar a temporada de 2015 poucas horas antes de disputar o GP do Japão naquele mesmo dia. O empresário falou ainda mais, que a equipe suíça tinha contrato com diversos pilotos, além de Bianchi tinha Van der Garde, Sutil e Gutierrez sem contar que assinaria no mês seguinte com Nasr e Ericsson, atuais titulares da equipe.

Esperamos receber boas noticias sobre Jules Bianchi em breve. A próxima etapa da F1 acontece no próximo final de semana no Bahrein.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Anúncios

Super Liga Feminina tem quartas definidas

Foto: Ricardo Bufolin / Pinheiros / superliga.cbv.com.br

Foto: Ricardo Bufolin / Pinheiros / superliga.cbv.com.br

Assim como a Superliga Masculina, a competição feminina chega em sua reta final, no mata-mata, com início na próxima sexta-feira.

O Rio de Janeiro, time de melhor campanha na primeira fase, abre as quartas visitando o São Caetano, na sexta-feira, às 21h30.

O sábado será o dia mais agitado, com dois jogos, um envolvendo apenas times mineiros e outro apenas com equipes paulistas. O início da tarde, mais precisamente com início às 13h, será a vez do Praia Clube enfrentar o Minas Tênis Clube e às 15h30 o Osasco mede forças com o Pinheiros.

Já domingo é dia de Sesi e Brasília encerrarem a primeira rodada com o duelo às 12h30.

Confira os jogos das quartas de final:

Primeira rodada

20/03 (sexta-feira) – São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x Rexona-Ades (RJ)
Local/Horário: Lauro Gomes, em São Caetano (SP) – 21h30

21/03 (sábado) – Dentil/Praia Clube (MG) x Camponesa/Minas (MG)
Local/Horário: Praia Clube, em Uberlândia (MG) – 13h

21/03 (sábado) – Molico/Nestlé (SP) x Pinheiros (SP)
Local/Horário: José Liberatti, em Osasco (SP) – 15h30

22/03 (domingo) – Sesi (SP) x Brasília Vôlei (DF)
Local/Horário: Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – 12h30

Segunda rodada

23.03 (segunda-feira) – Rexona-Ades (RJ) x São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP)
Local/Horário: Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) – 18h

24.03 (terça-feira) – Camponesa/Minas (MG) x Dentil/Praia Clube (MG)
Local/Horário: Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – 18h

24.03 terça-feira) – Pinheiros (SP) x Molico/Nestlé (SP)
Local/Horário: Henrique Villaboim, em São Paulo (SP) – 20h30

25.03 (quarta-feira) – Brasília Vôlei (DF) x Sesi-SP
Local/Horário: Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) – 21h30

Terceira rodada (se necessária)

27.03 (sexta-feira) – Rexona-Ades (RJ) x São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP)
Local/Horário: Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) – 19h

27.03 (sexta-feira) – Dentil/Praia Clube (MG) x Camponesa/Minas (MG)
Local/Horário: Praia Clube, em Uberlândia (MG) – 21h30

28.03 (sábado) – Molico/Nestlé (SP) x Pinheiros (SP)
Local/Horário: José Liberatti, em Osasco (SP) – 16h

28.03 (sábado) – Sesi-SP x Brasília Vôlei (DF)
Local/Horário: Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – 16h

Nesta fase da competição as equipes jogam obrigatoriamente duas vezes e caso cada time vença um duelo a terceira, e decisiva, partida será necessária.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Bianchi segue inconsciente

Foto: f1team.leiaja.com

Foto: f1team.leiaja.com

Enquanto a Manor/Marussia segue fazendo de tudo para estar no grid da F1 em 2015, o francês Jules Bianchi segue com seus estado inalterado.

Com poucas informações, o ex-piloto da Marussia que se acidentou durante a disputa do GP do Japão de 2014 foi transferido do país oriental para  Centro Hospital Universitário de Nice, na França onde os seus pais mantem o maior sigilo possível.

Bianchi está fora do coma e respira sem a ajuda de aparelhos, mas esta inconsciente. O trabalho dos médicos é para que o corpo do francês não atrofie. Somente a partir do sexto mês após o acidente os médicos vão poder dizer realmente quais a chances de Bianchi se recuperar.

Estamos na torcida pela recuperação. Go #17.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan 

João Gomes Jr é suspenso por doping, Brasil fica com as medalhas

Foto: Satiro Sodre / CBDA

Foto: Satiro Sodre / CBDA

O nadador brasileiro João Gomes Jr. foi punido pela FINA (Federação Internacional de Natação), nesta terça-feira, após testar positivo para a substância diurética hydrochlorothiazide em exame feito no Mundial de Doha, no Catar, em dezembro de 2014.

O atleta levou um gancho de seis meses retroativos, portanto os mesmos já estão valendo desde 4 de dezembro. Portanto, ele poderá voltar às piscinas no dia 03 de junho deste ano.

A punição para o nadador era praticamente inevitável, mas a parte positiva da história é que o Brasil não perdeu três de suas dez medalhas conquistadas na competição catari. João participou das eliminatórias dos revezamentos 4x50m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto (o Brasil levou ouro em todas), o que poderia configurar a perda de medalhas ao país pelo fato de ele ter ajudado as equipes a alcançarem as retas decisivas, mas a FINA entendeu que uma punição apenas para o atleta já estaria de bom tamanho.

Bom para o Brasil, que confirmou o seu título do Mundial de Doha, alcançado com dez medalhas, sendo sete de ouro, uma de prata e duas de bronze.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Brasil pode perder medalhas do Mundial de Natação

Em dezembro de 2014, o desempenho do Brasil no Mundial de Natação de piscina curta que foi disputado no Catar chamou a atenção de todos. O país foi o primeiro colocado na competição  conquistando sete medalhas de ouro em um total de 10.

Foto: bestswimming.com.br

Foto: bestswimming.com.br

Mas neste segunda feira, 19, foi divulgado que o nadador brasileiro João Gomes Júnior, atestou positivo para um diurético que é proibido pois o mesmo  pode mascarar a utilização de outras substâncias. Se for comprovado mesmo o doping do nadador brasileiro, o país pode perder três medalhas de ouro nas quais Gomes fez parte dos revezamentos 4x50m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto, além do atleta poder pegar até quatro anos de suspensão.

O doping precisa ser confirmado, mas o fato é que se for mesmo, o Brasil perderá o título do Mundial de Natação do Catar e ficará com a terceira posição e a natação brasileira estará abalada para a disputa do Pan-Americano em Toronto no Canadá este ano e as Olimpíadas do Rio em 2016.

Esperamos que a FINA, órgão regulador dos esportes aquáticos no mundo, divulgue o mais breve possível o seu parecer sobre o caso do brasileiro, uma vez que a entidade trata o caso em sigilo.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

CR7 conquista a Bola de Ouro pela terceira vez

Foto: Reuters / globoesporte.com

Foto: Reuters / globoesporte.com

O dia 12 de janeiro era muito esperado por conta da divulgação dos premiados da FIFA, referente ao ano de 2014. No prêmio mais importante da noite, Cristiano Ronaldo, com cerca de 37,66% dos votos, levou a sua terceira taça ao vencer o argentino Lionel Messi, que é o maior vencedor, contando com quatro taças, e o goleiro alemão Manuel Neuer.

O português teve um ano inesquecível, que só não foi melhor porque a seleção portuguesa parou na primeira fase da Copa do Mundo 2014. Por outro lado, no clube o ano de CR7 foi quase perfeito. Ronaldo foi campeão da Copa do Rei, da Supercopa da Europa, da Liga dos Campeões da Europa e do Mundial de Clubes, além de se consagrar como o maior artilheiro da Liga em apenas uma edição, ao fazer 17 gols e o maior goleador da seleção lusitana, com 52 tentos. Os bons números do atleta não param por aí. Nos 60 jogos de 2014, o camisa 7 marcou 61 gols e deu 22 assistências.

Com a taça em seu domínio, Cristiano se juntou a um restrito grupo de tricampeões do prêmio de melhor do mundo, que conta com nomes como Johan Cruyff, Michel Platini e Marco van Basten, pela antiga Bola de Ouro (quando era apenas para europeus e promovida somente pela revista “France Football”), e Ronaldo “Fenômeno” e Zinedine Zidane (quando a FIFA assumiu a frente do prêmio).

Depois de pegar o troféu, CR7 fez um discurso bem mais relaxado do que no ano anterior, dizendo que pretende alcançar Messi no prêmio já na próxima temporada.

Outras categorias tiveram sua premiação, além do melhor atleta do mundo no masculino. Confira os premiados:

Melhor jogadora: Nadine Kessler (Alemanha) – superou a brasileira Marta, que ficou com a segunda posição
Prêmio Puskas (gol mais bonito): James Rodríguez (Colômbia 2 x 0 Uruguai – oitavas de final da Copa do Mundo 2014)
Melhor técnico (futebol masculino): Joachim Löw
Melhor técnico (futebol feminino): Ralf Kellermann
Prêmio presidencial (personalidade do ano): Hiroshi Kagawa (ex-jogador de futebol e jornalista esportivo)
Prêmio Fair Play: Voluntários da Copa do Mundo do Brasil 2014

Além dos prêmio individuais, a FIFA divulgou o time do ano, segundo a votação. A seleção, formada no 4-3-3, tem Neuer; Sérgio Ramos, David Luiz, Thiago Silva e Lahm; Iniesta, Kroos e Di Maria; Messi, Robben e Cristiano Ronaldo. Um time realmente muito bom, mas nomes como Hummel, James Rodríguez e Müller ficaram de fora, sendo que, facilmente, eles poderiam estar nesta seleção, porque, além de ótimos jogadores, eles tiveram um ano de 2014 muito bom, principalmente na Copa.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Molico Osasco é campeão do Top Vôlei

Foto: João Pires / Fotojump / globoesporte.com

Foto: João Pires / Fotojump / globoesporte.com

O Molico/Osasco garantiu o bicampeonato do Top Volley, em Basiléia, na Suíça, ao vencer o Volero Zurich por 3 sets a 2, em parciais de 25/22, 19/25, 26/24, 18/25 e 15/11.

O começo do confronto mostrou qual seria a dinâmica da partida, o equilíbrio. Mesmo com o apoio da torcida todo para as suíças, as brasileiras conseguiram vencer a primeira parcial nos detalhes, 25/22.

Na sequência, o time de Luizomar de Moura começou a errar muito, principalmente no saque, fundamento o qual a equipe teve de aliviar um pouco para evitar os erros. Com um bom passe, o Volero Zurich começou a ser mais agressivo e venceu por 25/19.

A terceira parcial foi a mais equilibrada, mas acabou nivelada por baixo, porque as equipes erraram muito. Bom para o Osasco, que errou menos e venceu por 26/24. Vendo o placar desfavorável, o time suíço teve de jogar sua vida na competição e acabou vitorioso no quarto set sem dar chances às brasileiras, 25/18.

O tie-brake prometia ser uma batalha de gigantes e, falando de gigante, o Molico tem a central Thaisa, que conduziu a equipe a uma vitória por 15/11 e ao bicampeonato do torneio suíço.

A campanha das osasquenses na competição teve três vitórias e uma derrota, justamente para o Volero Zurich, na primeira partida da disputa, mas o troco foi bem dado, na decisão, com direito a troféu levantado.

Parabéns ao Osasco, que se esforçou muito neste final de ano, separando-se da família e dos amigos na época de Natal e Ano Novo.

Depois da folga nos próximos dias, o Molico voltará a focar na Superliga. A equipe voltará à competição nacional no dia 6 de janeiro contra o Maranhão, no ginásio José Liberatti, em Osasco. Vale destacar que as osasquenses são as terceiras colocadas na disputa com 29 pontos.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Real Madrid é campeão Mundial

Imagem: americadosulfutebol.blogspot.com

Imagem: americadosulfutebol.blogspot.com

No último sábado o Real Madrid sagrou campeão mundial de clubes 2015 ao derrotar o San Lorenzo da Argentina por 2 x 0. A partida não teve grandes problemas para os espanhóis que apesar de todas as estrelas encontraram algumas dificuldades no inicio da partida.

 

Aos 36 minutos da etapa inicial Sérgio Ramos de cabeça abriu o placar, e começou a concretizar o que todos esperavam, o segundo gol veio aos seis minutos da segunda etapa do Bale que contou com a grande ajuda do goleiro da equipe argentina.

Alguns ainda esperavam um placar mais elástico, fato que não ocorreu, e vale lembrar que o goleiro Casillas fez algumas boas intervenções no final da partida evitando o gol do time sul americano.

 

Com o título deste final de semana, o Real Madrid chegou ao seu quarto mundial de clubes, o primeiro desde quando o torneio começou a ser organizado pela FIFA.

Terceiro Lugar

A disputa do terceiro lugar foi bem equilibrada e o empate em 1 x 1 no tempo normal da partida entre Cruz Azul e Auckland City mostrou isso. A partida teve oportunidades para ambos os lados mas o duelo acabou indo para as penalidades e o time da Oceania levou a melhor, venceu por 4 x 2 e ficou com o terceiro posto na competição.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Gabriel Medina é campeão mundial de Surf

Foto: Kirstin Scholtz / ASP / globoesporte.com

Foto: Kirstin Scholtz / ASP / globoesporte.com

Esta sexta-feira foi totalmente atípica, afinal os brasileiros estavam de olho em um esporte que não é tão visado no país, o surf, que tinha sua última etapa em Pipeline, no Havaí. O motivo era especial, Gabriel Medina, de apenas 20 anos, estava disputando o título mundial do esporte, dependendo apenas de si para levantar a taça e conseguiu o objetivo. Aliás, teria conseguido apenas com sua participação, mas o compatriota Alejo Muniz deu uma bela força e conseguiu tirar da disputa Mick Fanning e Kelly Slater (que duelou com Alejo sabendo de sua eliminação).

Enfim, valendo

Foto: Pedro Gomes Photography / globoesporte.com

Foto: Pedro Gomes Photography / globoesporte.com

Após quatro dias de expectativas, a ASP confirmou que a sexta-feira seria de competição e o dia foi de Medina. O brasileiro venceu o havaiano Dusty Payne na terceira fase e depois passou pelo australiano Josh Kerr e pelo compatriota Filipe Toledo na quarta parte, em que apenas um atleta passa direto para as quartas, no caso, Gabriel Medina, que descansou na quinta bateria.

Quando Medina começou a nadar no mar para a disputa das quartas, Alejo venceu Fanning e confirmou o título inédito ao brasileiro. Por esse motivo, o garoto de 20 anos saiu da água, cumprimentou família, amigos, vibrou, deu entrevistas e voltou para a água, afinal a disputa com Filipinho ainda estava rolando. O mar estava fraco e, por isso, Toledo não conseguiu pegar boas ondas, facilitando para Medina, que ficou cerca de dez minutos, virou o placar e foi para semi, fase em que venceu novamente o australiano Josh Kerr.

A vaga na decisão estava garantida e Medina curtia muito o momento, tanto que fez uma manobra perfeita, garantido a única nota 10 da etapa. Mas o australiano Julian Wilson não estava de brincadeira, queria vencer e também conseguiu uma boa nota. Nos últimos segundos, duas ótimas ondas vieram e o australiano conseguiu um 9,70, contra 9,20 do brasileiro, o que deu a vitória em Pipeline para Wilson pelo placar de 19,63 x 19,20. O dia foi quase perfeito, mas o segundo lugar não estragou a festa de Gabriel Medina, que agora é o cara a ser batido na WCT, a elite do surf mundial.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

San Lorenzo sofre mais vai á final

Imagem: americadosulfutebol.blogspot.com

Imagem: americadosulfutebol.blogspot.com

O papa Francisco completou 78 anos nesta quarta-feira com certo sofrimento por conta de sua equipe de coração, o San Lorenzo, que venceu o Auckland City por 2 x 1, apenas na prorrogação, e se classificou para a grande decisão do Mundial de Clubes 2014.

A partida começou bastante truncada, como não era imaginado, afinal de um lado estava o campeão da América do Sul e do outro um time semiprofissional. A rede balançou apenas no último lance do primeiro tempo, quando Barrientos mandou com força e superou o goleiro rival.

A segunda etapa começou do mesmo modo, equilibrada e os neozelandeses chegaram ao empate com Berlanga. Tudo poderia terminar em tragédia para os argentinos, mas a decisão foi para a prorrogação e, logo aos 2 minutos, Matos tranquilizou o papa, fazendo o segundo tento do San Lorenzo.

 

O Auckland já não tinha mais forças para reagir e o placar encerrou com 2 x 1 a favor dos argentinos, que enfrentarão nada mais, nada menos, do que o Real Madrid na grande decisão, que será disputada sábado, às 17h30, em Marrakesh.

Pouco antes, às 14h30, Auckland City e Cruz Azul disputam o 3º lugar.

Argelinos garantem o 5º lugar

Sétif, da Argélia, e Sydney Wanderers, da Austrália, fizeram um dos confrontos mais equilibrados da competição, na disputa pelo quinto lugar, que terminou em 2 x 2. Com isso, o confronto foi definido nas penalidades e os argelinos saíram vitoriosos por 7 x 6.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan