TOUCHDOWN PARA OS LUSA LIONS

lusa-lions

Foto: Reprodução / Facebook Lusa Lions

Na última quarta-feira (5), o colunista Ricardo Veras (Veras Lusa) conversou exclusivamente com o atleta Miguel Andreone, do Lusa Lions  – time de futebol americano da Portuguesa. O jogador da Lusa comentou sobre o jovem time da Lusa, a ascensão do elenco e o bom público sempre presente no estádio  Oswaldo Teixeira Duarte.

Andreone começou a jogar futebol americano aos 17 anos em 2007, alguns anos depois ingressou no time Guarulhos Lions, de lá para cá, a sua paixão pela prática deste esporte só aumentava, além do elenco que ano a ano ficava cada mais forte e competitivo, tanto que em 2014, o Lions se uniu a Portuguesa, tornando se o forte time paulista Lusa Lions.

Título

Os Lions já contam em sua curta história a conquista recente de um título paulista – São Paulo Football League, troféu erguido sobre o São Paulo Storm, além da marcante comemoração do título, Miguel conta a emoção e a festa do público presente,

“ Na final eram cerca de três mil torcedores que prestigiaram a nossa conquista do título estadual, foi uma festa  emocionante que ocorreu naquele jogo, no Canindé”, contou.

Andreone comentou sobre a média de idade dos jogadores do Lions, e a mescla que torna o time competitivo,

“Estamos com cerca de 50 pessoas no elenco, a média dos jogadores está entre os 23 anos, há os mais novos, garotos com 19 anos, porém temos também os mais maduros, que ajudam bastante na condução do nosso time – atletas de até 40 anos, mas a garotada é muito forte para o nosso time – tanto que fomos campeões agora”, afirmou o jogador rubro verde.

Jardas conquistadas

Nos últimos anos, foi notável o avanço e o interesse pelo público da modalidade norte americana no país, fenômeno que ocorre principalmente entre os jovens, para os Lions ainda mais, “só o fato de jogarmos no Canindé e o treino ocorrer no Centro de Treinamento da Portuguesa, já é uma enorme demonstração do crescimento e interesse do público pelo futebol americano, há alguns anos os treinos e jogos eram realizados apenas no parque do Ibirapuera ou em outros campos públicos da cidade”, contou Miguel.

Atualmente lesionado, Andreone conta que o futebol americano está se expandindo por todo o país, tanto que o time Lusa Lions está em constante viagem pelo interior paulista e até mesmo brasileiro, neste sábado (8), o Lions enfrentará os Tubarões do Cerrado em Brasília, após serem campeões na conferência Oeste, pela Liga Nacional, os Play Offs já estão agendados, a primeira data esta confirmada, no dia 23 de outubro, as 10h, no Canindé–  diante do mesmo Tubarões do Cerrado.

Por Ricardo Veras para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Anúncios

Sauber vai para 2017 com motor de 2016

sauber

Foto: Reprodução/Facebook Sauber F1 Team – oficial

O desempenho da atual temporada já está caótico e em entrevista ao site Motorsport.com, Monisha Kalterborn, diretora-geral da equipe Sauber anunciou que o time utilizará os motores da atual temporada em 2017.

“Nós usaremos a última versão do motor da Ferrari de 2016 em 2017. Nós tomamos essa decisão há algum tempo, em um momento onde as regras do ano que vem não estavam 100% claras. Decidimos focar nossos recursos no chassi e em sua performance. Foi uma decisão estratégica”, afirmou Kalterborn.

Na próxima temporada, a F1 passará por uma reformulação nos carros, que terão dentre outros quesitos, pneus maiores, uma largura maior e em virtude disso, o time já decidiu a algum tempo por focar no desenvolvimento do chassi segundo a mandatária. “Não teremos nenhum desenvolvimento no lado do motor. Mas, na nossa visão, é o passo certo a dar. O que sofreremos por esse lado, temos confiança que recuperaremos com o foco no chassi.”

A Sauber pode estar dando um grande tiro no pé e o pior é que o time que é um dos mais tradicionais da F1 tem o exemplo da Toro Rosso deste ano. A equipe que tem Sainz Jr e Kvyat como pilotos utiliza motores Ferrari de 2015 e fez um bom primeiro semestre, mas acabou ficando para trás em virtude da falta de desenvolvimento do motor. A Sauber fatalmente passará por isso.

Agora vamos aguardar a confirmação se Felipe Nasr seguirá no time em 2017, o fato é que se continuar podemos esperar por mais uma temporada de resultados modestos, a não ser que o time tire um grande coelho da cartola.

A F1 está no Japão neste final de semana para a realização da 17° etapa da temporada de 2016.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Mercedes garante vaga na Fórmula E para 2018/2019

mercedes

Foto: Divulgação

Melhor carro disparado na F1, a montadora alemã Mercedes também se prepara para o futuro e sua entrada na Fórmula E a partida da quinta temporada da categoria em 2018/2019.

Um acordo firmado entre a organização da F.E e a montadora reserva a vaga para os alemães que vem trabalhando com força na principal categoria do automobilismo mundial e olhando com interesse para a jovem categoria, como afirmou Toto WolfF, chefe de Mercedes. “Nós temos acompanhado o crescimento da F-E com muito interesse”. “No momento, nós estamos olhando para todas as opções disponíveis no futuro do esporte a motor, e estamos muito felizes com um acordo que nos garante a oportunidade de entrar na categoria na quinta temporada.”

Observando o ponto de vista futurista, Wolff também falou sobre o papel da F.E. “A eletrificação terá um papel de destaque no future da indústria automotiva. As corridas sempre foram uma plataforma para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia para a indústria, e isso vai tornar a F-E muito relevante no futuro.”

Como não era para ser por menos, Alejandro Agag CEO da Fórmula E, expressou a felicidade em contar com a Mercedes em um futuro próximo. “Nós estamos muito felizes em confirmar que reservamos uma das nossas duas novas entradas na quinta temporada para a MGP”.“A F-E quer se tornar uma plataforma onde fábricas de carros podem testar e desenvolver tecnologias que vão introduzir em seus veículos de rua. Ter a chance de incluir uma marca como a Mercedes no nosso campeonato no futuro seria um grande impulso para atingir esse objetivo.”

“A F-E está se tornando uma empolgante mistura de fábricas consolidadas como Renault, Citroën-DS, Audi, Mahindra ou Jaguar, e novas marcas futuristas como Faraday Future e NextEV, ou tipos como grandes fabricantes de componentes, como Schaeffler e ZF”. “A Mercedes seria uma grande adição a este crescente line-up”, acrescentou Agag.

A temporada 2018/19 marcará uma importante mudança da F.E, deixaram de ser utilizados dois carros por piloto para ser apenas um modelo, mostrando o avanço e a evolução rápida e constante da categoria.

A temporada 2016/2017 da categoria elétrica começa a ser disputa no próximo dia 9 de outubro, em Hong Kong.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

 

 

Penske anuncia a contratação de Josef Newgarden

newgarden

Foto: Chris Owens / Indy Car

Já era mais do que esperado. Depois de diversos rumores, a Penske anunciou a contratação do jovem norte-americano Josef Newgarden para a temporada de 2017 da Fórmula Indy.

O piloto que passou as duas últimas temporadas na Carpenter, venceu em Iowa nesta temporada e terminou o campeonato na quarta colocação com 502 pontos, atrás apenas dos seus futuros companheiros de equipe: Pageunad, Power e Castroneves.

Newgarden exaltou poder trabalhar na equipe de Roger Penske. “Para qualquer piloto de fórmula ou qualquer piloto de corrida em geral, trabalhar na Penske é um sonho”. “Roger Penske é uma lenda na comunidade do esporte a motor e sua equipe já fez tudo que se propôs a fazer. Estou ansioso para trabalhar com todos os grandes parceiros da equipe Penske. Ter uma oportunidade de trabalhar com Simon (Pagenaud), Will (Power) e Hélio (Castroneves) só vai me ajudar a ser um piloto melhor”, afirmou o novo piloto do carro #2.

Proprietário da equipe, Roger Penske também falou sobre o seu mais novo piloto. “Estamos sempre querendo construir o futuro, e quando tivemos a oportunidade de conversar com Josef sabíamos que ele seria ótimo para o nosso programa. Ele é um piloto fantástico na pista e será ótimo com nossos parceiros fora da pista. Ele está com fome de vencer mais corridas e ganhar um campeonato. Esperamos dar a ele essa oportunidade na nossa equipe.”

Juan Pablo Montoya que perdeu sua vaga na Penske agora busca seguir na categoria e rumores sugerem que o colombiano pode guiar pela equipe KV em 2017.

A Fórmula Indy volta as pistas no dia 12 de março em St. Petersburg, na Flórida e contará com 17 etapas.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

 

SANTOS VENCE O FLUMINENSE E SE APROXIMA DO ATLÉTICO MINEIRO

Com pouco mais de 5 mil pessoas na Vila Belmiro, Santos e Fluminense fizeram um jogo bastante disputado. Com as duas equipes próximas na tabela a partida recebeu um teor de decisão. Copete e Ricardo Oliveira marcaram para o Santos; Wellington Silva descontou para o tricolor carioca.

O bom resultado deixou o Peixe na 4ª posição com 51 pontos, dois a menos do que o Atlético Mineiro, que hoje seria o último clube a garantir vaga direta na fase de grupos da Taça Libertadores, além disso, o resultado faz o Santos abrir oito pontos em relação ao Grêmio, primeiro time fora do grupo dos seis que vão disputar a competição continental.

O técnico Dorival Júnior ainda não garante o Santos na disputa da Libertadores em 2017. “Acho que não (estamos mais perto da Libertadores). É muito cedo para falar. Teremos nove rodadas ainda. Muita coisa vai acontecer e não podemos dar bobeira. No Brasileiro, não se pode dar bobeira”.

O treinador ainda elogiou a postura do time diante do Fluminense. “Acho que fomos uma equipe corajosa, que buscou o gol a todo instante, mesmo sabendo que tínhamos um contra-ataque deles muito forte. O contra-ataque do Fluminense é mortal e ofensivo. São duas equipes que se conheciam, se respeitaram, mas que foram agressivas na busca pelo gol. O jogo ficou muito franco em determinado momento, poderia ter acontecido tanto de um lado quanto do outro”. Disse o comandante santista em entrevista coletiva.

Agora, o Peixe enfrenta o Benfica no próximo sábado, em um amistoso realizado para comemorar os 100 anos da Vila Belmiro. No Brasileirão, o Santos volta a atuar na próxima quinta feira (13) quando enfrenta o São Paulo no Pacaembu.

Por Daniel Diomkinas para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

TIMÃO FICA NO EMPATE COM O GALO EM CASA

A cada jogo que passa, a Arena Corinthians registra seu pior público e na noite desta quarta feira, (5), diante do Atlético-MG em partida válida pela 29° rodada do campeonato nacional, o estádio registrou 17.135 pessoas.

O Timão teve algumas boas oportunidades na primeira etapa, sendo duas com o atacante Gustavo, que chegou a colocar a bola nas redes na segunda oportunidade, mas o tento acabou anulado pela arbitragem, que afirmou que o atacante corinthiano cometeu falta no defensor do galo. Rodriguinho também teve chance mais acabou isolando. Hyuri também chegou cara a cara com o goleiro Walter, mas perdeu a chance em duas oportunidades.

Na segunda etapa, o Galo voltou abaixo do esperado e acabou sofrendo ainda mais após a expulsão de Leandro Donizete. O Corinthians ainda buscou o gol, tentou, mas a equipe chegou ao seu sexto jogo sem vitória, dois empates e quatro derrotas, e corre agora ocupa a oitava colocação na tabela com campeonato.

Para o meia Marquinhos Gabriel, as cobranças sofridas pela equipe ão mais do que justas.  “As cobranças  são justas porque não estamos conseguindo vencer, mas estamos jogando bem. A comissão técnica está vendo que estamos bem, só contra o Botafogo fomos abaixo da média. Vamos conseguir essa vaga, é só acreditar”, afirmou.

O próximo duelo da equipe do Parque São Jorge acontece no dia 12 de outubro, diante do Santa Cruz, em Cuiabá.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Fernando Croce busca o tricampeonato da Copa Brasil de Kart no próximo dia 15

croce-1-300x200

Foto: Reprodução/Facebook Fernando Croce

No próximo dia 15 de outubro acontecerá a 18° edição da Copa Brasil de Kart, em Cascavel, no Paraná. A competição contará com mais de 250 kartistas de todo o país, nas seguintes categorias: Mirim, Júnior, Novato, Super Sênior, F4 Graduado e Shifter, que acontecerá entre os dias 9 e 12 de outubro e as categorias Cadete, Júnior, Graduado, Sênior “A”, Sênior “B” e F4 Sênior / Super Sênior entre os dias 12 e 15 do mesmo mês.

A disputa em solo paranaense é considerada a principal da categoria no país no segundo semestre e o piloto Fernando Croce  tem um currículo invejável no kart nacional: tricampeão da Copa São Paulo Light em 2008 e 2009, sendo esse último em duas categorias; campeão do Grande Prêmio RBC  categoria Sênior em 2008;  Campeão da Copa São Paulo Granja Viana categoria Sênior A em 2010; bicampeão paulista na categoria Sênior A em 2011 e 2012,  além de  ter conquistado o bicampeonato da categoria Sênior A  da Copa Brasil de Kart nos anos de 2007 e 2014.

O piloto de 34 anos, começou falando em entrevista exclusiva ao Portal High Speed Brazil sobre o que o kart representa em sua carreira. “O kart representa para mim o início de tudo. Guiando um kart muito bem, você é capaz de guiar qualquer carro de corrida”. “E vejo que, nos dias atuais é complicado, porque não basta ser um bom piloto e ter bons resultados, é preciso ter sorte, contatos influentes, empresas que te patrocinem para estar numa grande equipe, enfim, ter tudo em torno de si e ser um excelente piloto”, afirmou Croce.

Quando questionado sobre sua preparação para a disputa, o piloto ribeirão-pretano contou que irá disputar duas categorias, e que a preparação não é apenas na parte física, mas também psicológica. “Eu vou disputar a competição em duas categorias: Sênior A e Graduados. Cada corrida dura em média 15 minutos e serão três corridas para cada categoria”. “A preparação passa por academia, natação e também me preparo competindo em outras categorias. Não basta preparar apenas fisicamente, mas também mentalmente, mantendo o foco, e sempre ter em mente a vitória, sendo o mais rápido independente de quem esteja na sua frente”.

Croce também falou sobre o equipamento no qual disputará a Copa Brasil de Kart e destacou a diferença entre os modelos que vai além dos chassi. “O kart que eu vou disputar as competições tem dois tempos, tanto na categoria Graduados quanto na Sênior A, que estão entre as principais categorias do país. A diferença entre elas é o peso e o pneu. Por exemplo, na categoria graduados é o pneu amarelo que é mais rápido e na Sênior A é o pneu vermelho que é mais lento, mas a potência é a mesma”.

Tratando de expectativas para a disputa em Cascavel, o piloto foi direto ao ponto e disse que busca ser campeão no próximo dia 15. “Busco a vitória, e ser campeão em ambas a categorias. Mas com o foco em ser campeão em pelo menos uma. Espero também ter um equipamento excelente, porque sem um bom equipamento não adianta ser o melhor piloto do mundo que você não vai andar. Então, estou acreditando no meu equipamento, na minha equipe e no meu kart. Se esses quesitos estiverem bons, vou estar lutando para ser campeão nas duas categorias.”

A Copa Brasil de Kart tem realização da CBA, (Confederação Brasileira de Automobilismo) através da CNK (Comissão Nacional de Kart).

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

Onde a Arena vai mal…

triv

Foto: trivelo.uol.com.br

De alguns anos para cá, os campeonatos de futebol sofreram profundas mudanças, principalmente em relação ao número de equipes participantes. Como exemplo, podemos citar o principal torneio do futebol mundial, a Copa do Mundo de Seleções, que também passou por esse processo. No Mundial da Argentina, em 1978, foram dezesseis seleções em busca da Taça. Quatro anos mais tarde, na Espanha, vinte e quatro países brigariam pelo título. Dezesseis anos depois, no Mundial da França em 1998, foram 32 seleções disputando o posto de melhor país no mundo do futebol.

Me inspirei nos anos 70 para compor o título da coluna desta semana. Numa época em que a Confederação Brasileira de Desportos (CBD), depois transformada na atual CBF, incluía clubes no campeonato nacional de futebol para agradar seus pares e afilhados políticos. Nada mais anti-desportivo, afinal de contas, o critério de favorecimento era baseado em interesses políticos e econômicos, e os aspectos técnicos iam para o espaço. Fato absolutamente lamentável e incompatível com o esporte. Por isso, à época, o povo criou o bordão: “Onde a ARENA vai mal, mais um clube no Nacional”

A atual decisão da Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) foi o estopim para ativar minha memória, em relação à frase que dá título à minha coluna desta semana para o Jogo em Pauta.com, sua crônica esportiva on line. A Copa Libertadores passará a ter 42 equipes em 2017, além de uma final única, disputada em campo neutro. Assim como a Champions League. Além disso, a competição sul-americana terá início em fevereiro e terminará em novembro. Algo que o continente americano, por tradição, não está acostumado. Clubes, imprensa, torcida! Nunca se viu tal sistema implementado em terras sul-americanas.

E mais: será que existem 42 equipes de qualidade no continente americano, fazendo jus a um título tão importante quanto ao da Libertadores da América? Diante da “baciada” de clubes envolvidos, aposto que Símon Bolivar, o líder que lutou para que vários países do continente americano deixassem de ser colônias espanholas, deve estar se revirando no túmulo. No futebol, nem sempre a quantidade é sinônimo de qualidade. Espero sinceramente, ,mas com muito pessimismo, que esse aumento no número de clubes que disputarão a Libertadores não tenha impacto técnico e na qualidade apresentada no principal campeonato de futebol do continente americano.

Por Ivan Marconato para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Sergio Pérez renova com a Force India

force-1

Foto: Reprodução / Facebook Sahara Force India Formula One Team – oficial

O mexicano Sergio Pérez vinha agitando a dança das cadeiras, mas depois de alguns rumores a meses atrás, o piloto que pode ser considerado um dos destaques da temporada 2016 da F1, ao lado de Max Verstappen, renovou seu contrato com a Force India e seguirá sendo companheiro de de Nico Hulkenberg na equipe.

Em um comunicado, o mexicano que ocupa a oitava colocação no Mundial de Pilotos com 74 pontos, afirmou. “Tenho o prazer de confirmar que estarei correndo com a Sahara Force India em 2017 como o time e os meus patrocinadores tendo concluído seus acordos”.

“A equipe me conhece bem e é importante ter estabilidade, especialmente com algumas grandes mudanças de regras para o próximo ano. Estou animado para o resto da temporada e para o desafio que espera por todos nós em 2017.” “Agradeço a toda a equipe por acreditar em mim e farei o meu melhor para retribuir sua fé com pontos, pódios e vitórias, espero.”

“Também quero agradecer aos nossos parceiros mexicanos, especialmente Telmex e Telcel, que me apoiam desde criança. Eles continuam desempenhando um papel importante na minha jornada neste esporte.”

A Renault buscava a contratação do piloto, mas a falta de um acerto no tempo de contrato fez com que o mexicano ficasse na atual equipe e de olho em uma vaga na Ferrari em 2018.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan

HAT-TRICK: TIMÃO PERDE A TERCEIRA SEGUIDA NO BRASILEIRÃO

Isso mesmo. O Corinthians chega a sua terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro. Neste final de semana, o clube da capital paulista foi derrotado pelo Botafogo por 2 x 0 gols de Neilton e Diogo Barbosa. Apesar de toda a reclamação dos corinthianos de que no primeiro gol o atacante botafoguense estava impedido e no segundo tento a bola bateu no braço do jogador carioca, o placar foi mais do que justo.

Vale lembrar também que o Corinthians ainda teve uma penalidade a seu favor, mas acabou não sendo convertida por Marquinhos Gabriel, Sidão defendeu.

Para o técnico Fabio Carille, o primeiro tempo foi abaixo do esperado. “O nosso primeiro tempo foi muito abaixo, muito desarme, pouca finalização, entramos com a atenção bem baixa. Nos últimos jogos criamos várias oportunidades, e hoje não conseguimos render o esperado. Tentamos motivar, mas o primeiro tempo foi muito abaixo”.

Com três derrotas seguidas e apenas um ponto conquistado nas última cinco rodadas, o Corinthians pode chegar a lanterna da competição contando apenas os jogos do segundo turno. Para que isso aconteça basta que o Santa Cruz vence o Palmeiras na próxima segunda feira, (3).

Para a próxima partida na quarta feira, (5), diante do Atlético-MG, na Arena Corinthians, o time paulista contará com as voltas de Rodriguinho e Giovanni Augusto que cumpriram suspensão mas não terá Romero que levou o terceiro amarelo.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

Por Matheus Furlan