Fabiana Murer é ouro no Estados Unidos

Foto: facebook.com/FabianaMurerOficial/photos/

Foto: facebook.com/FabianaMurerOficial/photos/

Que fase maravilhosa vive Fabiana Murer. A brasileira conquistou a medalha de ouro no salto com vara da etapa de Nova York nos Estados Unidos da Liga Diamante.

Na tarde de sábado, 13, a brasileira saltou 4,80m e conquistou  o primeiro lugar, a grega  Nikoleta Kiriakopoulou ficou com a prata ao saltar os mesmo 4,80m, mas como a brasileira alcançou a marca primeiro ficou com primeiro posto. A medalha de bonze ficou com americana Jennifer Suhr ao saltar 4,54m.

A disputa entre a brasileira e a grega foi bem acirrada, mas a brasileira fez valer a sua experiencia. Murer ainda tentou transpassar o sarrafo com 4,86m de altura mas falhou em suas três tentativas.

A próxima competição de Fabiana Murer é a etapa de Paris da Liga Diamante que acontece no dia 10 de julho, logo depois a brasileira segue para o Canadá onde disputa os Jogos Pan-Americanos.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan 

Murer é ouro, Coutinho é prata

Foto: pan.uol.com.br

Foto: pan.uol.com.br

A brasileira Fabiana Murer conquistou a medalha de ouro na disputa da etapa de Birmingham  da Liga Diamante. A atleta atingiu a marca de  4.72 m, marca não alcançada por nenhuma das adversárias.

Murer que transpassou o sarrafo nas medidas de 4.52 e 4.62 chegou a buscar a marca de 4.82, mas acabou falhando nas suas três tentativas. A medalha de prata ficou com Mary Saxer dos Estados Unidos com 4.62 m e o bronze com Anzhelika Sidorova da Rússia, também com 4.62 m.

A medalha de ouro ratifica a classificação da saltadora brasileira para os Jogos Pan-Americanos de Toronto no Canadá no próximo mês de julho, no Mundial de Pequim e nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

Nos 400 metros, Geisa Coutinho ficou com a medalha de prata ao completar a prova com o tempo de 52.59s ficando atrás apenas da jamaicana Stephabie-Ann McPherson com o tempo de 52.14s. O bronze ficou com Anyika Onuora da Grã-Bretanha  com o tempo de 52.75s. Geisa Coutinho esta classificada para os Jogo Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.

Parabéns as atletas pelas conquistas.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Thiago Braz leva prata no salto com vara em Roma

Foto:  EFE/EPA/SERGEI ILNITSKY / globoesporte.globo.com

Foto: EFE/EPA/SERGEI ILNITSKY / globoesporte.globo.com

O brasileiro Thiago Braz fez bonito na Diamond League em Roma na Itália. O brasileiro conquistou a medalha de prata no salto com vara ao atingir a marca de 5,86 metros, quebrando assim o recorde brasileiro e sul-americano da modalidade.

Braz vem fazendo frente ao atual campeão olímpico, o francês Renaud Lavillenie que saltou 5,91 metros e levou a medalha de outro. Tanto o brasileiro quanto o francês disputaram a medalha de ouro, mas Thiago não conseguiu superar a marca de 5,91 e ficou com o segundo lugar. A medalha de bronze ficou com Aleksandr Gripich da  Rússia.

É de fato uma grande conquista para Braz e para o atletismo brasileiro que segue sua preparação para os JOgos Pan-Americanos que acontecem no Canadá este ano e Jogos Olímpicos que acontecem no Rio de Janeiro em 2016.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Etíopes dominam 90° São Silvestre

Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.com

Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.com

Os quenianos pararam de dominar a São Silvestre. A notícia seria perfeita se os brasileiros tivessem vencido, mas a 90ª edição da prova de rua mais famosa do Brasil foi vencida por etíopes, tanto no feminino, quanto no masculino.

Entre as mulheres, a vencedora foi Ymer Wude Ayalew, que conquistou o bicampeonato (tinha vencido também em 2008) ao completar a prova em 50min43s. O pódio ainda foi fechado com mais duas etíopes (Netsanet Kebede em 2º e Feyse Boru em 4º) e duas quenianas (Prisca Jeptoo em 3º e Delvine Meringor em 5º).

A melhor brasileira na disputa foi Joziane Cardoso, que chegou na modesta 8ª posição.

Já na disputa masculina, o Brasil subiu no pódio com Giovani dos Santos, que ficou no 5º lugar. Quem venceu foi o etíope Dawit Admasu, com o tempo de 45min04s, seguido de perto pelo queniano Stanley Kooch, que completou a prova apenas um segundo atrás. Fabiano Naasi, da Tanzânia, e Mark Korir, do Quênia, completaram o pódio em 3º e 4º, respectivamente.

Infelizmente não voltamos a dominar a prova mais importante em nosso solo, mas fizemos uma bela festa, que contou com 30 mil pessoas de 42 países percorrendo os 15km. Esperamos que em 2015 os brasileiros possam fazer a festa no pódio também.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Pistorius é condenado a 5 anos de prisão

Foto: Gianluigi Guercia / AFP / gazetaesportiva.net

Foto: Gianluigi Guercia / AFP / gazetaesportiva.net

Depois de quase dois após o incidente, saiu o veredito de Oscar Pistorius. O corredor paralímpico sul-africano, Oscar Pistorius foi condenado a cinco anos de prisão em regime fechado, ele foi considerado culpado pela morte de sua namorada, Reeva Steenkamp em fevereiro de 2013.

O atleta alegou que atirou pois achou que se tratava de um ladrão que havia invadido a sua casa, mas acabou por matar sua companheira. Pistorius foi acusado de homicídio culposo, aquele sem intenção de matar, ele escapou do homicídio doloso, p que a intenção de matar o que podeira leva-lo a uma sentença de morte.

Para se ter uma ideia da importância de Pistorius no esporte, ele foi o primeiro atleta biamputado a disputar os Jogos Olímpicos “tradicionais” em Londres 2012, onde acabou eliminado nas semifinais dos 400 metros. Em jogos Paralímpicos, Oscar Pistorius soma oito medalhas, sendo seis de ouro, uma de prata e uma de bronze, ele também conquistou o prêmio Laureaus, que é dedicado a atletas paralímpicos em 2012.

O corredor saiu do tribunal direto para a penitenciaria. O IPC ( Comitê Paralímpico Internacional) informou que Oscar Pistorius não poderá competir enquanto estiver cumprindo pena pela morte de sua namorada, desta forma, o Sul-africano não estará no Brasil em 2016 para a disputa dos Jogos Olímpicos.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Pistorius é inocentado na acusação de crime premeditado

Foto: Reuters / globoesporte.com

Foto: Reuters / globoesporte.com

O paratleta sul-africano Oscar Pistorius recebeu uma ótima notícia no começo da manhã de hoje. Ele foi inocentado das acusações de ter matado sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, de maneira premeditada. A juíza Thokozile Masipa alegou que o Estado não tem provas suficientes para acusá-lo disso. Com isso, ele não pegará prisão perpétua, mas ele ainda pode ser acusado por homicídio culposo, sem intenção de matar.

O advogado de defesa Barry Roux conseguiu uma saída para os gritos que os vizinhos tinham ouvido. Segundo Roux, o barulho foi feito por Pistorius, que tentava chamar a atenção de alguém para o fato ocorrido.

A juíza encerrou a sessão e a tendência é que o anúncio oficial do julgamento aconteça nesta sexta-feira.

Relembrando o caso

No dia 14 de fevereiro de 2014, Pistorius saiu de sua casa com a polícia, sendo acusado de matar sua namora Reeva Steenkamp com 4 tiros. Realmente os disparos aconteceram e foram efetuados por ele, mas o paratleta diz não ter percebido que era sua namorada que estava no banheiro. Ele achou que fosse um ladrão invadindo sua casa, por isso atirou, no que seria uma auto-defesa.

O julgamento começou em março deste ano e parece enfim chegar ao fim. Nesse meio tempo, muitos depoimentos foram dados e ele teve de fazer exames médicos, porque alegaram que ele tinha alguns problemas mentais, o que foi negado pelos mesmos.

por: Rodrigo Bitar

adaptação: Matheus Furlan

Murer é (bi)campeã da Liga Diamante

Foto: Fabrice Coffrini / AFP / folha.uol.com.br

Foto: Fabrice Coffrini / AFP / folha.uol.com.br

Nesta quinta feira, 28, a brasileira Fabiana Murer conquistou a medalha de ouro na disputa do salto com vara na Liga Diamante na etapa de Zurique na Suíça.

Murer saltou a altura de 4,72 mts e levou o primeiro lugar, em segundo lugar ficou Jennifer Suhr (atual campeã olímpica) dos Estados Unidos e na terceira posição Nikoleta Kyriakopoulou da Grécia, ambas com 4,67 mts. Com a vitória, a brasileira atingiu a marca de 20 pontos na Liga Diamante contra 9 pontos de Jennifer Suhr e da grega Katerina Stefanidi.

Antes do ouro em Zurique, a brasileira conquistou o primeiro lugar em Nova York, Glasgow e Mônaco e levou o bicampeonato, 2010 e 2014 além de subir no pódio em 2012 com a prata e 2011 e 2013 com o bronze.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Brasileira é ouro no Mundial Júnior

Foto crédito: reprodução/globoesporte.globo.com

Foto crédito: reprodução/globoesporte.globo.com

A jovem brasileira Izabela Rodrigues da Silva de 18 anos sagrou-se na última sexta feira, 25, campeã Mundial Júnior de lançamento de disco ao atingir a marca da 58m03. A disputa que foi realizada na cidade de  Eugene nos Estados Unidos não foi fácil para Izabela que passou pela eliminatórias batendo o recorde nacional, que era dela mesma.

Na disputa final, a brasileira foi constante e no seu primeiro lançamento, 53m93 o que já a deixou entre as primeiras colocadas. No segundo lançamento a grande marca de 58m03, melhor marca do mundo na categoria  e que deu a medalha de ouro a Izabela.

A norte americana, Valarie Allman ficou com a prata ao lançar o disco a distância de 56m75, a indiana Navjeet Dhillon ficou com o bronze ao lançar o disco a 56m36.

“Não acredito ainda que ganhei o Mundial, uma competição tão maravilhosa. Treinei muito e o objetivo era lançar na casa dos 57 metros. A marca conseguida também me surpreendeu na hora”, afirmou Izabela após a conquista.

Izabela Rodrigues da Silva é a primeira mulher brasileira a conquistar tal feito, é histórico. De olho nela, Rio 2016 vem ai e esperamos que ela tenha apoio e continue fazendo grandes competições

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Murer leva ouro em Monaco

Foto crédito: new.d24am.com

Foto crédito: new.d24am.com

A brasileira Fabiana Murer vive uma grande fase e conquistou o ouro no salto com vara na etapa da Liga Diamante em Mônaco. Esta conquista foi a terceira seguida da brasileira que já havia fica com o primeiro lugar nas disputadas de Nova York (EUA) e Glasgow (Escócia).

Na disputa realizada na última sexta feira, a brasileira saltou 4,76m na sua primeira tentativa após ultrapassar o sarrafo com  as alturas de 4,55m e 4,65 respectivamente. Murer ainda tentou superar os 4,86m, o que seria um novo recorde sul-americanomas acabou falhando nas três tentativas que teve.

Em segundo lugar ficou Jennifer Suhr dos Estados Unidos com 4,71m e em terceiro lugar Katerina Stefanidi da Grécia com 4,71m, mas como a americana atingiu a marca primeiro acabou ficando com a medalha de prata.

Fabiana Murer é líder da disputa da Liga Diamante com 12 somados, cubana Yarisley Silva é a segunda colocada com 8 pontos.

Um grande desempenho da brasileira, esperamos que continue assim.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan

Fabiana Murer é ouro na Escócia

Foto crédito: Wagner Carmo/CBAt/gazetaesportiva.net

Foto crédito: Wagner Carmo/CBAt/gazetaesportiva.net

A saltadora brasileira Fabiana Murer conquistou o ouro no salto com vara na disputa do  GP Sainsbury’s Glasgow, na Escócia. A competição que é válida pela Liga Diamante e reúne as melhores atletas do mundo, mas quem pensa que Murer teve facilidades se engana.

A brasileira saltou 4.65m de altura, rigorosamente a mesma que as adversárias, a grega Katerina Stefanidi e a cubana Yarisley Silva, mas como a brasileira precisou de menos tentativas para alcançar a altura, ela ficou com a medalha dourada. Fabiana Murer ainda tentou a marca da 4.76 m, mas falhou nas sua três tentativas.

Murer que vem da conquista de três medalhas de ouro no mês de junho na etapa de  Nova York da Liga Diamante, o Meeting de Hof, na Alemanha, e a prova do Folksam Grand Prix Sollentuna se prepara para o próximo desafio que acontece no dia 20 de julho em Londres na Inglaterra.

Esperamos que ela continue nessa grande fase que esta e siga para mais uma medalha.

Curta: http://www.facebook.com/templodosesportes

por: Matheus Furlan