Portugal é finalista da Eurocopa 2016

Eurocopa-2016-Francia_paginaoficialdotorneio_Facebook

Foto: Eurocopa 2016/ Francia_pagina oficial do torneio/Facebook

Os heróis do mar se transformam mais uma vez em heróis do futebol. Pela segunda vez na sua história, e para abrilhantar mais esta frase, pela segunda vez neste século, Portugal chega a final da Eurocopa. Uma vitória empolgante sobre o País de Gales por 2 x 0 coloca todo português e seus descendentes em expectativa com a chegada do próximo domingo (10).

Numa campanha diminuída por alguns devido aos empates iniciais, porém, de minha parte engrandecida.

Sim, os que diminuem parecem enxergar em Portugal uma potência histórica em má temporada. Eu vejo o oposto. Dentro das possibilidades, Portugal tem crescido muito nas últimas décadas e fez campanha de empates, é verdade, mas as dificuldades não vieram de jogar mau.

Ao empatar com a Islândia, muitos criticaram. Creio que a campanha da Islândia cala os críticos sobre esse primeiro empate.

No empate com a Áustria, perdemos um pênalti, logo, não seria empate.

No empate em 3 X 3 com a Hungria, Portugal tomou dois gols com bola desviada nos defensores, vendendo o goleiro Rui Patrício, o que fez Portugal sempre estar atrás no placar. Assim, soando dobrado em busca do resultado. Uma superação espetacular.

Daí pra frente veio o chamado Mata-Mata. E quem nessa fase joga bonito? Sempre digo que são jogos de emoção extrema que ninguém teria paciência de ver o vídeo tape sabendo o resultado. A emoção, a expectativa, o “Será que é agora” de cada jogada fazem dos confrontos diretos algo emocionante, não o jogo em si, que nunca é solto. E jogou com a Croácia que bateu a menina dos olhos de muita gente, chamada Espanha, vencendo na prorrogação de um jogo disputadíssimo.

Veio a Polônia, jogo onde o CR7 perdeu três gols inacreditáveis. Ora, se perdeu, é porque criou. Mas para os críticos, sempre é fácil denegrir.

Hoje Portugal bateu País de Gales, seleção que assim como a Croácia que bateu a Espanha, venceu a bem falada Bélgica.

Ora, mas os bicho papões se agruparam do outro lado do chaveamento, ouvi hoje. O que Portugal tem a ver com os tropeços dos outros.

Desta forma, Portugal superou a surpresa da competição, juízes que não deram pênaltis claros, seleções que surpreenderam e aguarda seu adversário na final, que saí do jogo França e Alemanha.

Que venha qualquer um. Parabéns Portugal, time coeso, aguerrido, consciente do que pode desempenhar e jogando conforme isto. A Nação valente vai se levantar domingo novamente!

Por Ricardo Veras para o site Jogo em Pauta (www.jogoempauta.com)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s